domingo, agosto 11, 2013

Licá, uma agradável surpresa

Confesso que torci o nariz, quando vi Licá no onze inicial. A verdade é que aos 5 minutos Paulo Fonseca já tinha ganho esta aposta. O ex-estorilista fez um golo (à ponta-de-lança) e uma primeira parte de muito bom nível. Lucho e Jackson completaram o trio que fez estragos na defesa do Vitória e trouxe para o Porto a 20.ª Supertaça da sua história.

Paulo Fonseca tem, neste momento, algumas dores de cabeça. Quase todas boas, e que serão menores quando o plantel estiver fechado (Lucho/Quintero/Josué; Defour/Herrera; Licá/Kelvin/Iturbe), e uma muito má: a possibilidade de Jackson sair, admitida pelo próprio, no final do jogo. Esta deve ser a verdadeira dor de cabeça de todos os portistas.

3 comentários:

miguel.ca disse...

Litt, se o Jackson sair, entrarão 40 milhões nos cofres da sad porque neste caso não acredito que o PC e o Antero aceitem negociar um cêntimo abaixo da clausula de rescisão e certamente que a alternativa ao mesmo já andará debaixo de olho e semi-negociada há muito tempo. No FCPorto não há insubstituíveis e sabemos que os nossos jogadores são constantemente cobiçados pelos endinheirados da Europa e foi perante essa realidade que o FCPorto se organizou e criou um sistema de prospecção e localização de potenciais substitutos aos jogadores actuais, que inclusivamente nos tornou famosos e respeitados pelo mundo fora.
Quem perdeu Kostadinov, Domingos, Jardel, Benni McCarthy, Lisandro Lopez e Falcão e continuou a ganhar, pode bem também com a perda do Jackson.

O Licá a mim não me surpreendeu assim muito. A ideia que eu fazia dele era de facto de um jogador lutador, combativo, com boa técnica e persistente. O que me terá surpeendido verdadeiramente foi a facilidade com que ele se incorporou na dinâmica da equipa, nos movimentos ofensivos e defensivos, nas trocas posicionais com Varela e Lucho e na qualidade que mostrou na recepção de bola (sempre virado para a baliza contraria) e aquele passe de calcanhar ainda na primeira parte.
Gostei muito dele.
O Vitoria parece-me um pouco daquilo que vai ser o Sporting. Uma equipa demasiadamente jovem para as exigências emocionais de uma longa liga de futebol.

Adolfo Sapinho disse...

Obrigado pelo esclarecimento em relação ao Sporting. Muito útil. Estava na dúvida, mas assim já não assino a nova Sporttv Live.

SL

master kodro disse...

Parabéns, Littbarski. Foi inteiramente justo. Aquela tripla Quintero - Lucho - Josué que se juntou no fim e que repetiu o mesmo show de bola do jogo com o Nápoles, na altura sem o Lucho, é uma maravilha. Ainda bem que não se juntaram mais cedo...