quinta-feira, Outubro 23, 2014

TLX # 5 Real Madrid x Barcelona

Data: 25 outubro | 17:00

Resultado: RM (  x  ) BAR

Marcador:

An absolute scandal


(link)

quarta-feira, Outubro 22, 2014

Porto 2 x 1 Athletic

Com Quintero e Brahimi a procurarem zonas interiores e Tello a destacar-se nas alas, o Porto fez uma boa primeira parte e, embora evidenciando sintomas da ressaca do jogo com o Sporting, justificou plenamente o golo de Herrera.

Na segunda parte, o Athletic subiu no terreno, acentuou a pressão sobre a defesa portista e voltou a tremideira dos últimos jogos, que culminou com o golo do empate basco, no período de maior desorientação portista. Quaresma saltou do banco para calar os assobios e conseguir o golo decisivo, que só não foi egoísta porque Iraizoz decidiu partilhá-lo.

A vitória coloca o Porto mais perto do apuramento, mas a exibição da segunda parte esteve longe de conseguir afastar os fantasmas que têm assombrado a equipa, nos últimos tempos.

PS - Mais 5 alterações em relação ao onze inicial anterior. Rotatividade? Isso é coisa que não existe.

terça-feira, Outubro 21, 2014

Ainda a rotatividade

Que, pelos vistos, não existe, segundo nos garante o Maisfutebol, porque Lopetegui não está a fazer nada que os outros treinadores não façam.

Dei-me apenas ao trabalho de comparar com o Benfica, que é o clube que aparece com mais jogadores utilizados, o número de alterações feitas no onze inicial, de um jogo para o seguinte, incluindo as 8 que Jorge Jesus fez, no jogo da Taça contra o Covilhã.

Benfica - 0, 1, 2, 1, 0, 1, 1, 4, 5, 8.
Total: 23, em 10 jogos. Média: 2,3 alterações por jogo.
Onze inicial repetido duas vezes.

Porto - 1, 4, 4, 3, 3, 3, 6, 5, 4, 1, 5.
Total: 39, em 11 jogos. Média: 3,5 alterações por jogo.
Onze inicial repetido 0 vezes.

Estamos a falar de uma equipa com um modelo de jogo consolidado há anos e outra que está a tentar implementar um novo, mas que para além de mudar mais jogadores no onze inicial, por jogo, muda os jogadores de posição e o sistema táctico utilizado.

A rotatividade não é o único problema de Lopetegui, mas é um problema.

Jogo interior

Vertical e eficaz.