quinta-feira, Julho 24, 2014

Brahimi

O ruído em torno da contratação de Brahimi ensinou-me uma coisa que eu já devia saber: a acreditar apenas na informação oficial (e mesmo essa, por vezes, não tira as dúvidas todas - por exemplo, o Granada ficou ou não com direito a uma percentagem de uma futura venda?). Não sei, porque não tenho informação privilegiada e porque já li de tudo, se Brahimi era um desejo de Lopetegui ou se é um jogador que o treinador do Porto aceita, com mais ou menos boa vontade. Sei que gosto das caraterísticas do argelino que esteve em bom plano no Mundial e espero que Lopetegui lhe dê alguma liberdade para sair do futebol de 1/2 toques que se prevê ser a imagem de marca do Porto, esta época, e explorar a técnica e a criatividade que possui.

PS - Mais informação oficial...

quarta-feira, Julho 23, 2014

Josué, uma anomalia

Percorreu todas as etapas da formação portista e teve o mesmo destino que todos aqueles que ainda se dão a esse trabalho. Mas teve o azar de estar no sítio errado, na hora errada, e de ter de voltar à casa de partida. Josué era uma anomalia e as anomalias corrigem-se. Nem que seja preciso pedir ajuda emprestada.

segunda-feira, Julho 21, 2014

Dier e João Mário

Só algo anormal pode impedir Eric Dier e João Mário de se fixarem como jogadores decisivos deste Sporting. Obviamente titulares, já. O clube que alguns dizem ter abandonado a formação prepara-se assim para mostrar mais dois craques ao mundo, depois de William na época passada. E ainda há Mané. 

quinta-feira, Julho 17, 2014

Tello com opção de compra

Válida se o Barcelona quiser. E, como não sabemos o que o Barcelona vai querer, no final da época, está garantido, para já, o empréstimo de um ano, tal como acontece com Oliver Torres.

Ambos têm qualidade para ajudarem o Porto no imediato a atingir os seus objectivos desportivos. E isso é bom. Mas quando, no próximo Verão, a SAD portista tiver de fazer face ao crónico desequilíbrio das suas contas, serão mais dois jogadores para substituir e menos dois entre os que podem ser vendidos, com tudo o que isto implica, desde o desmembramento da equipa até ao caminho tapado a quem poderia continuar cá a valorizar-se desportiva e financeiramente.

Parece-me que se está a olhar demasiado para o presente, sem pensar muito no que virá depois. Mas, pelo menos, está a haver um pouco mais de critério nas aquisições, embora neste momento haja gente a mais para o meio-campo e ainda não saibamos quem (e de que forma se) vai substituir Fernando. E Jackson, se ele sair.

quarta-feira, Julho 16, 2014

Oblak para o banco do Atlético Madrid

Porque, como é óbvio, o titular vai ser o grande Roberto. Ou será que este vai ser emprestado ao Benfica? Ou comprado pelo Benfica por 6 ou 8 milhões? Ou pelo Chelsea. Ainda acaba o Courtois na Luz.