terça-feira, junho 12, 2012

A Hora do Euro (7)

- O grande Shevchenko voltou ontem ao topo. Imagino o que lhe passe pela cabeça, a responsabilidade que deve sentir de levar a selecção às costas nesta oportunidade única. Até começou mal, tentando rematar com pouco ângulo com dois parceiros a caminho da zona frontal de remate, mas acabou a fazer aquilo que sempre fez: golos e mais golos. E tem boa companhia nas alas, com os miúdos Yarmolenko e Konoplyanka. Hesitem, ingleses (e franceses), hesitem...

- Alguém com uma carteira de jornalista pegou num gravador para falar com um ex-director da FPF que abriu a boca para dizer que Queiroz deve estar calado e não deve falar sobre a selecção, porque não tem conhecimento sobre o que se está a passar e que a preparação para esta fase final começou muito antes da mudança de direcção na FPF. É (será?) uma resposta a declarações de Queiroz, em versão curta e versão comprida, que abordam episódios da preparação da anterior fase final e não desta. Amândio Carvalho aproveita para dizer que, pelo que disse, Queiroz não é uma pessoa bem formada. Sobre Manuel José, a notícia não fala de nada. Aliás, parece-me oportuno lembrar as palavras de Queiroz sobre a preparação para esta fase final, numa altura de maus resultados. E a pessoa com carteira de jornalista fez uma notícia com isto, sem questionar absolutamente nada. Deu um título. Bravo.

- Jorge Costa (PT FC) é o líder da nossa fantasy do Euro 2012 no final da primeira ronda com os 59 pontos que esta equipa lhe deu: Hart; Andy Cole, Piszczek, M. Olsson; Shirokov, Dzagoev, Ribéry, Marchisio; Benzema, Lewandowski (c), Gomez. E Jordi Alba ainda está no banco. Muito bom.

master kodro

5 comentários:

Jorge disse...

E deprimente mas o que sobrassai das minhas leituras de jornais e blogs na internet e um nivel elevadissimo de incompetencia. Infelizmente nao se restringe ao futebol ou aos jornalistas...

Zé Luís disse...

Quem te disse que "tem carteira de jornalista"? Aquilo nem tá assinado...

master kodro disse...

Zé, Nuno Matos:

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=561565&tm=3&layout=123&visual=61

N.º 5232

http://www.ccpj.pt/jornalistas/cpj_n.php

O resto foi a montagem que toda a gente quis fazer de que as declarações eram apenas sobre Carlos Queiroz, o que já é habitual. Repara que em todas as notícias Amândio Carvalho mandou calar Carlos Queiroz, quando na peça montada pelo Nuno Matos, ele mandou calar os críticos da selecção.

Sabendo nós que Queiroz não criticou esta selecção, mostrou-se compreensivo com os resultados no pré-Mundial e se revelou optimista para a campanha, com o trabalho do seleccionador e com as possibilidades durante o torneio, ou estamos diante de perfeitos idiotas ou de enormes filhos da puta (em sentido figurado, não vá alguém queixar-se ao secretário de estado). Como é repetido e o alvo é o mesmo, aposto na segunda.

Zé Luís disse...

MK, não quis interpretar nem o CQ nem as tais críticas. Só perguntei se a peça do rascord não é assinada como se infere que "tem carteira de jornalista"?...

Quem é Nuno Matos?

Tem carteira de jornalista ou licença de pé de microfone?

master kodro disse...

Tens ali o link do número da carteira no comentário, meu. :)

A peça do Record foi "montada" a partir de uma entrevista da Antena 1 (que também te deixo no comentário anterior).