segunda-feira, novembro 15, 2010

Porto 2 x 0 Portimonense

Vitória mais sofrida do que é habitual, no Dragão, de um Porto sem alguns dos seus habituais titulares e mais relaxado do que provavelmente Villas-Boas desejava.

Walter estreou-se a marcar, no campeonato, com um remate que enganou Ventura (e, talvez, o próprio Walter). Depois do golo, a equipa portista foi perdendo fulgor, e o Portimonense aproveitou para tentar levar para casa mais do que uma previsível derrota. Pedro Silva e Ivanildo estiveram perto de conseguir o empate, mas acabou por ser Hulk a calar alguns assobios das bancadas e a fazer o golo da tranquilidade, ao cair do pano.

É verdade que a exibição portista foi fraca e que para atingir o objectivo final o Porto terá de estar bem mais alerta. Mas, por tudo aquilo que tem feito esta temporada (e dadas as condicionantes: lesões e castigos), a equipa merece alguma tolerância dos adeptos.

littbarski

2 comentários:

td disse...

Os campeonatos normalmente decidem-se contra estas equipas onde vencer é obrigatorio.O FCP cumpriu a obrigação e fica o exemplo de como serão varios jogos até final.

miguel_canada disse...

Este Porto "ganhou" o campeonato muito cedo!
Temo que daqui para a frente vamos ter muitos Portimonenses.