quinta-feira, janeiro 17, 2013

Juventude contra a crise

Que orgulho, pá! O Vitória chega às meias-finais da Taça depois de bater o Braga por 2x1, após prolongamento. É extraordinário que se faça isto num ambiente de crise instalada, com apenas três jogadores com mais do que 23 anos nos 14 utilizados, com 5 portugueses sub-23 no onze titular. É o Paulo Oliveira a cortar uma bola contra um Ruben Micael embalado na área, é o Tiago Rodrigues a fazer cortes com um chapéu ao adversário, o Ricardo "Sterling" a partir rins, é o (meu) Championship Manager tornado realidade, o futuro do clube - se existir - a ser acautelado e os resultados ainda não se ressentiram absolutamente nada.

Coach Vitória Não há como não admirar o trabalho - os resultados - de Rui Vitória, mas há muito a dizer sobre muitas decisões: que raio de ideia suicida foi aquela de colocar Siaka Bamba na lateral direita depois da lesão de Kanu? E Barrientos já é indiscutível, ou quê?

Douglas Sai uma estátua para o homem.


6 comentários:

Luís Machado disse...

Orgulho é a palavra certa e o sentimento que mais me assoberbou ontem e hoje e desde o início da época! Ah e raça tb!

João disse...

Não havia mais ninguém para pôr no lugar do Kanu, os 4 defesas direitos do plantel estão lesionados. Havia ainda o Luis Rocha da equipa B que tem sido adaptado a defesa direito, mas tendo em conta as exibições que tem feito na equipa B não devia fazer melhor figura.

Mr. Shankly disse...

Só vi os últimos 15 minutos, aquela defesa do Douglas é extraordinária.
Grande trabalho do Rui Vitória, tendo em conta os recursos. Desde que treinou o Paços que tenho um feeling que vai treinar o Benfica a seguir ao Jesus, vamos ver.

condor disse...

Parabéns ao Vitória de Guimarães por esta façanha que vai ficar para a história do futebol portugues!
Eliminar o sporting de braga a equipa que havia eliminado o Futebol Clube do Porto,sim o Futebol Clube do Porto! É obra!Agora é só esperar pela final de oeiras para aplaudir a equipa do bêfique quando o seu capitão erguer o caneco bem alto!
Penso eu de que!

master kodro disse...

Oh João, qualquer jogador em campo tinha uma velocidade de reacção, uns rins mais maleáveis, velocidade, chama-lhe o que quiseres, do que o Siaka Bamba, que, obviamente, foi seriamente papado umas 10 vezes.

cincoAzero disse...

Apesar do tema ser taça não queria deixar de destacar o seguinte

O Fair-Play é uma treta

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=3-JdfGuX5Xc

0:27 - fora de jogo inexistente de Defour (o 1º de 3 erros graves, sendo este o mais evidente)
0:35 - pisadela intencional de Matic a Defour (lance para amarelo, no mínimo)
0:51 - fora de jogo inexistente de Varela
1:14 - falta por trás de Maxi a Varela (1º lance para amarelo)
2:28 - Jardel derruba Moutinho. Nem procura jogar a bola, apenas o jogador (lance para amarelo, no mínimo)
2:37 - jogo perigoso e mão na bola de Maxi. podeserojoao dá lançamento lateral
2:47 - Maxi derruba Alex Sandro (novo lance para amarelo, podia ser o 2º e ainda decorria a 1º parte do encontro)
2:59 - fora de jogo inexistente assinalado a Varela (3º erro grave do fiscal de linha)
3:08 - Enzo atinge Moutinho com o cotovela (nem a falta foi assinalada)
3:19 - Obstrução de Maxi a Defour (nem a falta foi assinalada)
3:27 - Obstrução de Maxi a Mangala
3:37 - falta por trás de Matic a Alex Sandro (nenhuma admoestação)
3:50 - nova falta para amarelo de Matic
3:57 - ninja Maxi a bater em tudo o que mexe (apenas amarelado)