segunda-feira, maio 23, 2011

Quando ganhar não chega

(O littbarski tinha mandado um texto sobre a final de Dublin, na sexta-feira, que, por não ter visto atempadamente, não publiquei. O castigo apareceu ontem - 2x6 - pela batuta de um puto de 19 anos. Hoje ninguéms e vai queixar de falta de espectáculo, infelizmente. Desculpa, littbarski, e parabéns... outra vez...)

Confesso que fiquei algo surpreendido com algumas reacções de adeptos portistas (como podemos verificar aqui, por exemplo), muito desiludidos pelo facto de o Porto não ter juntado à vitória de Dublin uma exibição convincente. É verdade que o jogo esteve longe de ser brilhante. Mas isto deveu-se, em boa parte, à forma de jogar do Braga, que apostou sobretudo em anular o jogo do Porto, para depois tentar surpreender em contra-ataque, num lance de bola parada ou explorando um erro da defesa portista. E isto não foi surpresa nenhuma. Por isso, é que eu sempre disse que não bastava ao Porto atacar bem, era também necessário ter concentração máxima na defesa (e isso ficou à vista, quando Fernando quase ofereceu o golo a Mossoró).

A verdade é que a equipa minhota, mesmo em desvantagem no marcador, nunca arriscou muito, a não ser nos últimos minutos, e logo ser percebeu o que teria acontecido, se o tivesse feito mais cedo. Julgo que se o Braga tivesse aberto mais o jogo, o mais provável era o Porto ter acabado com a partida, em contra-ataque. Ao optar por nunca desequilibrar a equipa defensivamente, Domingos conseguiu manter o Braga no jogo, até final. Mas perdeu a profundidade atacante necessária para causar danos na defesa portista (que, exceptuando o lance da falha de Fernando, devidamente compensada por Helton, chegou sempre para as encomendas). E isto acabou por servir os interesses do Porto, que, em vantagem, deixou o jogo arrastar-se para um desfecho previsível. Olhando para o jogo, a frio, quantas oportunidades teve o Braga para empatar?

Poderia a equipa de Villas-Boas ter feito mais pelo espectáculo? Claro que sim. Só que arriscava-se a ter a mesma sorte que Celtic, Sevilha, Liverpool, D. Kiev e Benfica... A única coisa que eu acho que o treinador do Porto poderia ter feito (e julguei que o fosse fazer) era ter reforçado o meio-campo, de forma a ter mais posse de bola e melhores condições de colocá-la jogável no ataque, o que raramente aconteceu na segunda parte, porque o Braga dominou a zona intermédia, obrigando o Porto a um jogo directo que não está no seu ADN.

De qualquer das formas, mesmo tendo em consideração que o Porto não se conseguiu superiorizar ao Braga de forma evidente, isso não invalida a excelente campanha europeia dos dragões, com grandes resultados e exibições. A Liga Europa não é composta por um só jogo. Mas é nesse jogo que tudo se decide, sendo que a margem para recuperar de qualquer erro é muito menor do que numa eliminatória a duas mãos. Pela parte que me diz respeito, não me importo nada de ver o Porto ganhar mais provas europeias desta forma. Os campeões vêem-se também nestes momentos decisivos em que, apesar das coisas saírem menos bem do que aquilo que é habitual, conseguem adaptar-se às circunstâncias do jogo e ter a frieza e a maturidade necessárias para chegar à vitória.

Já agora, alguém se lembra da final entre o Porto e o Mónaco? Quais foram as grandes diferenças entre esse jogo e o de Dublin? Na minha opinião, duas, uma consequência da outra: o Mónaco arriscou tudo mais cedo e o Porto fez mais dois golos, ganhando por 3-0, com... 100% de eficácia no ataque (ou perto disso). Em contrapartida, o jogo de Sevilha, frente ao Celtic, foi mais espectacular e emocionante. Mas o Porto só chegou à vitória no prolongamento... Se eu pudesse escolher, escolheria a exibição de Sevilha e o resultado de Gelsenkirchen. Só que isso nem sempre é possível.

littbarski

28 comentários:

Hugo disse...

Clap Clap para este excelente post. Extrema lucidez como sempre.
Aposto que vamos ver alguns a criticarem o jogo de ontem por terem existido muitos erros. Atitude tipicamente portuguesa esta de bota abaixo.

Aurelio Estorninho disse...

o vitoria desde q se amantizou com o clube vermelho de lisboa, perdeu a identidade de uma região e de uma cidade.
foi bonito ver os vitorianos de rabo entre as pernas a abandonarem o jamor a meia hora do fim.
que vos tenha servido de lição! quem se amantiza com o benfas, acaba goleado.

Joao disse...

São apenas 4 títulos, aliando um futebol com "nota artística elevada" e resultados extraordinários...

.:GM:. disse...

Gostei da chamada de atenção ao "Sou Portista Com Orgulho". Já gostei mais desse blog, agora sigo-o não pelas opiniões dos autores, que acho demasiado destrutivas e muito pouco construtivas, mas pelos artigos de opinião que vão sendo publicados. Pena que não permitam comentários.

No que diz respeito ao teu post, extrema clarividência acima de tudo. O jogo de ontem frente ao Guimarães foi sinal disso mesmo. Após marcar cedo o Guimarães teve de apostar no contra ataque e quase todos os golos e outras jogadas de perigo por parte do Porto surgiram no contra ataque, daí o avolumar do resultado que na realidade até poderia ter sido mais dilatado para ambos os lados.

Infante disse...

Excelente texto, uma vez mais.

É pena que a parva obsessão actual com o espectáculo leve a que uma pessoa seja obrigada a defender um jogo “menos bom” (whatever that means) numa excelente época.

Já agora, de quantas grandes finais é que nos lembramos, pelo menos nos últimos 10 anos? Assim de repente, muito poucas. As finais são quase por definição jogos chatos, precisamente por serem tão equilibrados e haver tanto medo de cometer erros.

Em relação ao jogo de ontem, além do óptimo jogo do FCP, erros foi o que não faltou e uma equipa bem abaixo do que se esperaria numa final. Ontem podiam ter salido dali com uma coça histórica. Se eu fosse vitoriano teria andado a rezar para que não chegasse aos 8 ou 9 (e podia muito bem ter sido).

Eram estes que andavam a gozar com o Braga? Já há 10 anos passavam o tempo todo a gozar com o Boavista. Não aprendem nada! A ver se ganham um bocadinho de humildade...

Hugo disse...

Sobre grandes finais lembro-me do Liverpool-Milan, Porto-Celtic, Liverpool-Alavés ou do Man Utd-Bayern

Ricardo disse...

Excelente.

Rearviewmirror disse...

Por acaso vi a referência ao jogo contra o Mónaco, e é caricato reparar que o clube françês está a um passo da segunda divisão.
O Corunha foi lá parar este ano.
Em 2004 estas foram as equipas que o porto eliminou na Final e Meia-Final da Liga dos campeões.

O futebol dá cada volta...

Jorge disse...

Retrovisor embaciado:

O Deportivo vai fazer companhia ao Celta de Vigo...

Jorge disse...

Littbarski:

Foi uma epoca fantastica do Porto e estiveste a altura em termos de textos neste blog.

miguel_canada disse...

Vês retrovisor, lá perdeste mais uma oportunidade para ficar calado! Mais do mesmo.

Numa coisa temos de ser honestos, o FCPorto podia ter marcado mais, é certo, mas o Guimarães também e o que acabou por fazer a grande diferença no jogo de ontem foi o duelo Beto/Nilson.
O FCPorto surpreendeu-me pela positiva porque, sinceramente, estava à espera de ver um jogo de vésperas de ferias que acabou por ser um espectáculo digno de seguir durante os 90 minutos.

Os adeptos do Guimarães tiveram uma postura indecente de abandono completo à sua equipa. Adeptos destes não podem passar a vida a dizer que são os mais fieis do pais!
E depois, não é todos os dias que se podem dar ao luxo de usufruir de 90 minutos de futebol total, de excelência, de ver os vencedores da taça Uefa a dar espectáculo. Enfim, tinham ali uma das 5 melhores equipas Europeias e preferiram virar as costas ao futebol. Afinal de contas, também são Portugueses, não é?

A única coisa que me deixou muito apreensivo foi a estranha lesão do Falcao. Pareceu-me uma daquelas lesões encomendadas pelo clube comprador.

littbarski disse...

No problemo, mk.

Jota Pê disse...

Logo após o jogo da final da taça, comentava-me um amigo que haviam jogadores do Vitória que pareciam ter mais vontade de perder do que de ganhar.

E, de facto, não me parece, de todo, despiciendo.

Pensando bem, com tudo o que a história do futebol, em Portugal, nos tem vindo a mostrar, quem nos garante que os prémios de jogo que o adversário oferece não são mais aliciantes do que aqueles com que nos brinda a cor que defendemos?

Ah pois disse...

Esperado. Não há nenhuma vitória do Porto que não seja logo seguido de bocas destas.

Jota Pê disse...

Ah pois,

Depois da rebaldaria nos quartos de hotel (e mais o que nunca soubemos) que foi posta a nu nas escutas, o que é que esperavas? Que voltássemos a acreditar em vitórias honestas?

E vai-te habituando, rapaz. É bem possível que, depois do curriculum tão manchado, não voltes a ouvir os parabéns daqueles que prezam o fairplay e a verdade desportiva...

Joao disse...

pois claro, também vais dizer que o Benfica perdeu com o Porto 4 em 5 jogos desta época porque alguém ofereceu "algo" aos seus jogadores?

só espero que os dirigentes e equipa técnica do Benfica continuem a pensar e a agir tal como os seus adeptos...

Abraço e mais uma vez, foram 4 títulos esta época, a tal em que o Benfica ia ser campeão nacional e ser o vencedor extraordinário da liga dos campeões...

Para o ano há mais, e lembrem-se que ainda têm uma eliminatória para entrar na liga dos campeões...

Infante disse...

"Enfim, tinham ali uma das 5 melhores equipas Europeias e preferiram virar as costas ao futebol. Afinal de contas, também são Portugueses, não é?"



Loool. Estou do teu lado, Miguel, mas isto é das coisas mais involuntariamente engraçadas que já li na Internet. A sério, disseste isso a gozar, não foi?

- "Pessoal, estamos a levar 6 bandulho, vamos bazar"
- "Então, mas não queres ver o vencedor da UEFA a jogar? Vais virar as costas ao bom futebol, seu anti-português? Espera, pode ser que levemos mais 3 ou 4 neste maravilhoso hino ao futebol! Fica!"


Quanto ao resto, tens toda a razão, mas a história dos "maravilhosos adeptos" do Guimarães devia vir sempre acompanhada de um parentesis a dizer "tendo em conta o que é Portugal". Eles sempre foram um típico caso de "em terra de cegos...".

Nuno disse...

"...não voltes a ouvir os parabéns daqueles que prezam o fairplay e a verdade desportiva..."

Quem? o glorigozo?

LOL

Os vossos párabens eu dispenso,porque de hipocrisia está o mundo cheio.

Em relação ao jogo da Taça,foi mais do mesmo...

...eles limpam tudo e não deixam nada.


Saudações

Bruno Pinto disse...

"daqueles que prezam o fairplay e a verdade desportiva..."

Ahahahahahahahah... Esta gente terá a noção do ridículo?

Grilo Falante disse...

Ó Jota Pê, diz lá quanto é que o Porto pagou aos jogadores do slb para eles levarem na pá 5 golos no Dragão, mais dois no início da época para a supertaça, e para serem eliminados da taça no estádio do apagão e perderem o campeonato em casa?
És mesmo ridículo, palhaço!

Jota Pê disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jota Pê disse...

Pessoalmente, há um tipo de autismo que não consigo perceber: porque é que quando se fala em corrupção, se tem de ser do benfica?

Ainda é permitido ser-se adepto de outros clubes ou voltámos à ditadura?

@Bruno Pinto: felizmente ainda há gente que tem, rapaz...

miguel_canada disse...

Quando um gajo pensa que um benfa não pode descer ainda mais baixo, pimba...aparece um Jota Pê!
Fairplay e verdade desportiva??? Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahah!

Bruno Pinto disse...

Sim, ainda há gente que tem felizmente. Mas não és um desses casos. É que aquele teu comentário teve tanto de hipócrita como de patético. Eu no teu lugar, se visse um clube rival ganhar tudo e esmagar adversários numa temporada, no mínimo mantinha-me caladinho.

low desert puke disse...

...especialmente se as faixas de campeao forem entregues à quarta jornada.

Fredy disse...

tewndo em conta a qualidade do adversario principal, acho que as faixas deviam ter sido entregues à 3ª jornada lol

a culpa é dos arbitros, não é do roberto que até vai continuar na proxima epoca e não tá a ser empurrado ao pontapé para fora do benfica, nem já foi comprado um redes de categhoria sabe-se la para quê, nem houve constantes humilhações na champs, na liga e na taça. e podia continuar a lista de erros mas...

foram os arbitros pah LOL

Nuno disse...

cá para mim deviam ter sido entregues á 10ª jornada

Ah pois disse...

O campeonato de 2011/12 já foi entregue. É só perguntar aos suspeitos do costume.