quinta-feira, outubro 22, 2009

Porto 2 x 1 Apoel

Domínio total dos dragões sob várias formas: envergonhado na primeira parte, período em que os cipriotas marcaram (ok, foi Álvaro Pereira), muito antes do seu primeiro remate, e em que Falcão e Hulk nos deliciaram com a sua arte, no lance do golo; avassalador até à expulsão de Mariano Gonzalez, com ponto alto na jogada de Hulk (que marcara, entretanto, de penalty) a devolver um golo feito ao colombiano (que desperdiçou); inteligente na parte final da partida, com o comando das operações a partir de trás (que era bem à frente). Dia (quase) perfeito depois da goleada do Chelsea ao Atletico. Está quase.

master kodro

17 comentários:

Sérgio_alj disse...

Foram dominadores, mas o FC Porto só conseguiu marcar devido a erros grosseiros/infantis dos cipriotas...

Fleming disse...

Apesar de ser portista não posso deixar de concordar com o Sérgio. Não estou nada satisfeito com o nosso meio campo. E apesar de se ter feito a troca do mariano com o cristiano continuo a achar que aquele meio campo precisa de alguem mais criativo e trabalhador que um belluschi.

No entanto estamos praticamente apurados, e é isso que realmente interessa.

miguel_canada disse...

Bem vistas as coisas Sérgio, 90% de todos os golos marcados no mundo, são devido a erros, muitos deles grosseiros, das defesas.
Ainda assim, o Barcelona, que é o Barcelona, cometeu erros bem mais grosseiros do que o Apoel.
Sérgio, quanto é que pagavas para ver a tua equipa nos oitavos da liga dos Campeões?

Joao disse...

Dizer que TODOS os golos no Dragão foram graças a "erros infantis/grosseiros" é constatar um facto, que de interessante pouco tem. Apenas pode servir como argumento a quem queira minimizar um jogo importante da Liga dos Campeões para contrapôr com os que dizem ser natural o calculismo e rigor táctico em jogos do género e que explica que em jogos destes até é normal que os (poucos) golos nasçam assim.

Dizer que o FCPorto (e apenas este) só marcou graças a "erros grosseiros/infantis" é a tentativa deliberada de minimizar um clube que mesmo beneficiando de erros assim faz muito mais de que quaquelr outro a nível nacional. É dizer menos de meia verdade ignorando os 19 remates só da primeira parte contra os 0 remates do adversário.

Aliás, é constatar um facto ignorando (quase) os outros jogos todos da Liga dos Campeões. Agora diga quem quiser: qual a intenção disto?

Estou farto de ouvir dizer que nos alimentamos da inveja que temos por alegados clubes enormes, de dimensão de 6 milhões. Será mesmo?

Gabriel disse...

QB

Luciano Rodrigues disse...

Só vi a 2ª parte, e pelo que ouvi no rádio a primeira apesar do domínio, não tinha sido grande espingarda.

De facto o Porto entrou muito forte no segundo tempo, muito dinâmico, mas Jesualdo começou a borrar a pintura ainda antes do 70 minutos tirando o Rodriguez e colocando o Guarín, procurando ter posso e segurar o resultado. Logo aí, nos 5 minutos seguintes, o jogo mudou, o Porto ficou longe de resolver a partida e os Cipriotas cresceram logo um pouco.

Depois, com a expulsão do Mariano, foram 15 minutos de ausência completa de Porto. Afirmar que o Porto controlou o final da partida é loucura, salvou o Porto a azelhice dos Cipriotas, que tiveram 3 oportunidades claras de golo nesse período.

Controlar o final da partida é aquele corte indescritível do Bruno Alves, de calcanhar, para a entrada da área, já nos descontos? Isso não é controlar. É jogar bonito e correr riscos desnecessários.

A mim, sinceramente, pareceu-me um Porto sem o jogo resolvido e com muita soberba nos últimos minutos.

ratogoleador disse...

Domínio total num jogo contra o APOEL, é o destaque?

E a merda de jogo que fizeram contra o APOEL não o merece?

Ok, ganharam sem duvidas e mereceram mas aqui é claramente como diz o director do "OJogo" para os Portistas interessa é ganhar não interessa como... já para outros há que ganhar, golear e deslumbrar.

Um jogo igual do meu glorioso era sinónimo de criticas pela pessima exibição mas há quem fique contente com pouco

Fredy disse...

ganahr na champions e carimbar praticamente a apssagem para os 8ºs é ficar contente com pouco!!!

sim senhor!! se isto e´ficar contente com pouco, o que será quando nem à champs se vai, se é humilhado por equipazecas gregas numa competição secundária, se tá em 2º no campeonato quandos e acha que tem a melhor equipa do mundo, etc etc etc

enfim..há ppl que não se enxerga mesmo!!

Hugo disse...

"mas há quem fique contente com pouco"

Esta é genial...

ratogoleador disse...

Ganhar 2-1 à rasca ao APOEL é realmente um grande feito, ser humilhado por qualquer equipa é sempre mau... seja com equipas gregas seja com equipas inglesas.

Não entendo é como se pode escrever como se tivesse sido um grande jogo (nesse ponto é que somos diferentes).

Foi uma exibição da tanga mas tudo bem cada um com direito a sua opinião... ou talvez não!

Grilo Falante disse...

Espero que logo se engasguem com os bifes...

Filipe disse...

Erros defensivos há sempre mas ofertas nem por isso, e há saber aproveitá-las. Tem que se dar mérito ao Falcão, que tem feito de facto a diferença no Porto. Jogadores destes não são caros. Eu até acho que o Benfica ficou bem servido com Saviola, mas se tivéssemos impedido o Porto de ir buscar o Falcão...

É óbvio que o Porto não jogou a ponta dum corno, mas isso é que é preocupante. O Jesualdo há-de acabar por pôr os movimentos atacantes da equipa a render.

Sérgio_alj disse...

FDX, mas esta gente é estúpida? Não sabem ler?

"Foram dominadores..." Isto significa que o FCP dominou completamente o seu adversário!!


"...mas o FC Porto só conseguiu marcar devido a erros grosseiros/infantis dos cipriotas"

1º golo - Atraso para o GR, que bate mal a bola, mais outro atraso de um cipriota(péssimo passe), onde depois Falcão recupera a bola, etc... Golo.

2º golo - Jogador do APOEL, sozinho, joga a bola com a mão! Penalty e golo!

Então, não foram erros infantis?

"Sérgio, quanto é que pagavas para ver a tua equipa nos oitavos da liga dos Campeões?"

Não pagava nada, mas o que é que isso tem a ver com os golos do Porto?

Mais uma vez repito, o FC Porto dominou o jogo, não dando grandes hipoteses aos cipriotas (excepto o lance do golo).

Sérgio_alj disse...

E não me venham dizer que o golo do APOEL foi um erro infantil!

Foi um erro forçado devido à pressão do cipriota...

Filipe disse...

Sérgio, mas os movimentos atacantes em si foram algo inconsequentes (e houve fartura de remates). A pressão da equipa foi bem feita, e foi ela que rendeu os golos. O problema (do ponto de vista dos adversários) é que se vê que o Porto pode render muito mais pois não está a aproveitar a posse de bola de que disfruta.

Fredy disse...

mas ninguem disse que foi um grande jogo! apesar de mais de 30 remates dar a entender isso!

a mim o que me choca mais é ver um benfiquista ter a lata ou moral para dizer o que disseste! é surreal mesmo!

Pedro disse...

"Espero que logo se engasguem com os bifes..."

LOL