terça-feira, junho 30, 2009

Play it again, Sam # 46 - Constantines

Young Lions
Rui Patrício, Pereirinha, Daniel Carriço, Pedro Mendes, André Marques, Adrien Silva, João Moutinho, Miguel Veloso, Diogo Rosado, Yannick Djaló, Saleiro. É um onze e não conta com Caneira ou Ronny que ainda por lá anda. Nem todos vão ficar (talvez calhe a outros), mas podiam ficar. Sete já têm um ano em conjunto de Liga e Champions, dois deles já têm experiência de primeira Liga e dois podem saltar dos juniores (muito provavelmente para rodar). Não chega para ganhar ao Super Porto dos últimos anos, mas tem chegado para fazer frente aos 60 milhões gastos pelo Benfica em contratações, nas duas últimas épocas.

Sou o primeiro crítico da insistência de Paulo Bento no 4x4x2, quando o modelo parece ter estagnado no que à qualidade futebolística diz respeito, depois de um período em que prometia explodir, mas este incomparável mérito (este é o caminho que defendo para as equipas portuguesas e irrita-me quando vejo a minha a fazer o oposto) ninguém lho tira. A formação ganhou uma dimensão nunca vista, mesmo quando parece ter-se esgotado o stock de super-estrelas de classe mundial disponíveis.

A equipa mantém-se, na generalidade, sendo, para já, as saídas de Derlei e Romagnoli as mais marcantes e a entrada de Matias Fernandez a que mais eleva as expectativas dos adeptos leoninos. Admito que torci o nariz a um pagamento de 4,5 milhões por um jogador que pouco jogou nos últimos anos, mesmo que tal tenha acontecido no Villarreal. Mas depois parei num video a Norte de Alvalade e fiquei a pensar que, mesmo que o rapaz não repita números como os que fez contra o Huachipato (e afins), aquela técnica de remate nas bolas paradas, pelo menos, vai valer muitos pontos aos leões.

Face ao que os adversários directos gastam e à energia que empregam para ganhar e dominar o futebol português, o Sporting não tem obrigação nenhuma de ficar acima do terceiro lugar. Mas tem o dever de continuar a mostrar que este caminho é possível e que é o caminho certo.

Música: "Young Lions"
Álbum: "Shine a Light", 2003
Interpretação: Constantines



master kodro

6 comentários:

Leão de Alvalade disse...

MK: obrigado pela referência ao "ANorte"


Quanto ao post, com o qual concordo na generalidade, saliento:

(...) o Sporting não tem obrigação nenhuma de ficar acima do terceiro lugar. Mas tem o dever de continuar a mostrar que este caminho é possível e que é o caminho certo.

O caminho nunca poderá ser considerado certo, num clube como o Sporting, se tal não significar a conquista de titulos.

E isto tanto é válido para os adeptos como para os jogadores que forma, se o clube quiser inverter a tendência de ficar demasiado cedo sem o seus melhores produtos.

Sem projecto desportivo ganhador os atletas continuarão a preferir outras paragens após a etapa formativa. Com a generalização das academias, Alcochete perderá importância se não oferecer formação e promessa de integração numa equipa ganhadora.

JLC disse...

Não há nenhum caminho que garanta ter, todos os anos, melhor equipa que um novo-rico porto.

A alternativa é a estratégia do Benfica, que penso ser óbvio que só poderia resultar com 2/3 títulos nacionais nos próximos anos, mas que nem para ficar à frente dos nossos putos tem chegado.

Concordo com o post, todo.

!nsurrecto disse...

Quando o Sporting "não tem obrigação nenhuma de ficar acima do terceiro lugar." está tudo dito sobre a grandeza do clube que é.

Se o Benfica gastou 60M é pq queria ganhar tudo... não ganhou, correu mal!

Agora dizer que o sporting não gasta -> logo tb n precisa de ganhar nada é uma barbaridade imensa.

master kodro disse...

Insurrecto, quando o Sporting "não tem obrigação nenhuma de ficar acima do terceiro lugar", o que está dito é a minha opinião e não mede a grandeza de nada. Até porque se queres medir alguma coisa nesse campo, só podes medir a absoluta incompetência de quem gasta 60 milhões para fazer pior do que o Sporting faz.

O Sporting tem uma realidade financeira, que é comum a outros grandes, e faz, grosso modo, a gestão que julgo necessária para se reerguer quando puder. Há quem prefira a fuga para a frente. São gostos e os gostos não se discutem.

Virgílio Bernardino disse...

PARABÉNS, SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!!


103 ANOS! C'UM CARAÇAS...



Um clube que merece tudo. Parabéns e obrigado por me fazeres vibrar! Orgulho é o que sinto sempre que oiço, leio, digo, escrevo ou sinto SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!


PELO SPORTING, SEMPRE!!!!

!nsurrecto disse...

mk, se o Benfica jogar só com os juniores tem na mesma obrigação de ser campeão... é que não tenhas a mínima dúvida!

mas claro essa é a minha opinião e cada um tem a sua!