terça-feira, junho 30, 2009

A pior decisão possível

Deixar que o título seja decidido na Secretaria. Isto é o absurdo em que o futebol português se tornou. Havia inúmeros meios de resolver o problema. A FPF poderia prolongar extraordinariamente os contratos dos jogadores por mais alguns dias, a fim de encontrar uma solução (como ontem me sugeria o Kovacevic ao telefone). Os minutos que faltavam poderiam ser disputados em Alvalade (preferencialmente), em Alcochete (eventualmente à porta fechada) ou num campo neutro. Hoje, amanhã, no sábado.

Que se jogasse, pois, que se desse oportunidade a estes miúdos para perceberem que os títulos se podem e devem ganhar no campo, independentemente dos malucos que, lá fora, tudo fazem para o impedir. Ao enviarem essa decisão para os morosos e sinuosos caminhos das alegações jurídicas, os dirigentes do futebol português preferiram alinhar com os objectivos daqueles energúmenos. Numa situação revoltante, mais um motivo para ter nojo.

katanec

3 comentários:

Fredy disse...

as voltas que eles dao para dar o titulo ao benfica! uma vergonha!

quase que aposto que vao punir os 2 clubes com a derrota de forma a o benfica ser campeao. enfim

Gabriel disse...

lol derrota aos 2 e retirada de 3 pontos aos 2 é que era lindo.
Completamente injusto mas lindo!

cparis disse...

Em Alvalade não podem porque a o Estádio foi transformado num palco.

A decisão é idiota, mas o que esperavas? É que apontam-se dedos para tantos lados, mas esquecem-se de apontar à FPF que não só licenciou Alcochete como permitiu que se colocasse uma bancada extra. Até eu dava para dirigente da FPF. Decisões: nenhumas. Quando há problemas - abrem-se processos e espera-se que eles se resolvam por si.