domingo, maio 12, 2013

Play It Again, Sam # 128 - The The

Um sorriso incerto, igual ao que me trouxe o golo de Jefferson há alguns dias, talvez um pouco mais aberto, mas igualmente irresoluto, entra pela janela do meu quarto. Belisco-me, desconfiado, confirmo que estou acordado e que lá fora está um céu completamente azul.

Ligo a televisão, recordo aquele momento em que a bola sobe até à eternidade: ouve-se um bruaá crescente, Vítor Pereira prepara o sprint da sua vida, as pernas de Jesus tremem, prestes a ceder, falta tão pouco, o céu e o inferno nunca estiveram tão próximos, a besta e o bestial lutam até à morte por aquela fracção de segundo, a bola cai, finalmente cai, Kelvin enche o peito de crença, aponta o pé esquerdo para a zona indefensável da baliza de Artur e... a puta da imagem falha.

É por estas e outras que eu só acredito vendo.

Música: "Uncertain Smile"
Álbum: "Soul Mining", 1983
Interpretação: The The



3 comentários:

Joao disse...

Grande Porto! Mas ainda nada está ganho. Os tipos do Paços de Ferreira jogam muito à bola...

Por duas vezes o Benfica de Jesus teve a oportunidade de celebrar a conquista do campeonato no Dragão e falhou redondamente, o Porto das duas vezes que discutiu um titulo no estádio da Luz na era Jorge Jesus, fez o que tinha a fazer (campeonato e passagem à final da taça de Portugal).

Se não conseguem ganhar jogos ao principal rival muito dificilmente conseguirão mais do que o segundo lugar...

Abaço

jose reyes disse...

Tenho estado a rir-me com a ausência de comentários aos últimos posts deste blog :)
"Eles" andavam tão contentinhos, tão campeõezinhos, tão convencidos da sua superioridade moral e desportiva, que até dá dó vê-los assim caladinhos, a cauda baixa, a orelha murcha, a energia exaurida por um remate feliz para lá dos 90 minutos :)

jose garcia disse...

eh eh eh
tu mereces essa alegria
eu não mereço esta tristeza
rais parta o futebol...