segunda-feira, outubro 08, 2012

Parados pelo árbitro

Disse Luís Duque, após o jogo. Mas, na verdade, a má arbitragem de Jorge Sousa (a fazer lembrar outras más arbitragens, das quais, obviamente, ninguém do Sporting se queixou) foi a melhor coisa que podia acontecer aos dirigentes leoninos, pois deixou-lhes a única fuga possível da triste realidade de o Sporting ter criado a primeira (e única) verdadeira situação de golo, de bola parada, aos 80 minutos. Uma equipa que joga assim tão pouco queria chegar a outro resultado como?

O Porto teve uma entrada arrasadora. Jackson marcou, de calcanhar, um golo que pagou o bilhete, depois de já ter falhado na cara de Rui Patrício. A partir daí o jogo caiu na monotonia. O Sporting conseguiu ter mais bola nos pés, mas nada de relevante fez com ela. O Porto, mesmo em ritmo de passeio, mesmo sem Varela (de regresso à banalidade - com Kelvin e Iturbe à espera de uma oportunidade) e com Lucho muito abaixo do que sabe fazer, nunca passou por grandes apuros e teve mais três boas oportunidades de golo (Lucho, Otamendi, Mangala). Menos do que eu gostava de ver, mas mais do que suficiente para justificar a vitória.

littbarski

37 comentários:

Riga/V-1-Boy disse...

littbarki

ninguem coloca em causa a justiça da vitoria do porto, apenas nao precisavam da ajuda do jorge sousa.

é que o penalty do cedric só existiu na cabeça dele e o do boula aceito, mas na repeteçao de frente para a baliza e de tras dos jogadores ve-se o jackson a recurar e a agarrar a camisola do boula.

e depois quem vir a ficha de jogo deve achar que a equipa do sporting sao uma cambada de caceiteiros , é que levaram 10 amarelos e um vermelho por acumulaçao( e digo-te mais, dos 14 jogadores utilizados, 9 levaram cartoes, apenas o patricio, o cedric, o insua, o viola e o jeffren nao levaram)

littbarski disse...

Riga, tudo bem. Eu até acho que os dois penalties foram mal marcados (daí ter-me lembrado daquele jogo de Alvalade). Só não percebo é como é que o Sporting foi travado por isso. Se houvesse um penalty não assinalado a favor do Sporting fazia algum sentido. Assim, não faz sentido nenhum. O Sporting teve uma oportunidade de golo. Uma.

Grilo Falante disse...

Golo fantástico do Jackson! O scp foi talvez a pior equipa que vi jogar no dragão nos últimos anos. Má de mais.

Pedro disse...

O que tem o video dos 4-1 ???

Adolfo Sapinho disse...

Ó littbarski, não sei a tua idade, mas por acaso não te recordas do teu clube ir ao velhinho estádio José de Alvalade, levar um banho de bola, rematar uma vez à baliza, e sair de lá com 1-0? (Golo do Domingos, por acaso)

É que meu amigo, o futebol vive de competência (que tem faltado, e muito ao SCP), mas também vive de irracionalidade e imprevisibilidade.

O FCP, sendo claramente superior ao meu SPORTING, chegou aos 83 minutos a ganhar apenas por 1-0, com um penálti falhado, já sem a vantagem numérica em campo, e tinha acabado de ver o adversário criar a sua melhor ocasião de golo até então.

Quantos jogos destes, manhosos, em que claramente uma equipa merece ganhar, já viste terminarem empatados? (olha, para não ir muito longe, lembras-te do Académica-Happoel da passada Quinta?)

A verdade é que esse fantasma pairou no ar, até que apareceu aquilo que Adam Smith chamou de mão invisível, para equilibrar o mercado.

Sim, porque de facto era injusto que o FCP empatasse. Só que durante muitos anos essa era a regra do futebol. Hoje é mesmo um mercado, altamente liberalizado, onde só existe a mão invisível para equilibrar as coisas...

Podes contestar para ganhar a admiração dos teus correligionários, mas, como pessoa inteligente que aparentas ser, sabes que não andarei muito longe da verdade.

Saudações desportivas (ou lá o que isso for nos dias que correm...)

Riga/V-1-Boy disse...

teve uma oportunidade de golo e dai? isso significa que o arbitro ainda pode inclinar mais o campo?.

se formos ver pelas oportunidades de golo, quantas vezes, equipas têm 20 oportunidade de golo, uma equipa é completamente massacrada e arranja uma jogada aos 94 minutos e ganha o jogo?

ontem o porto naqueles primeiros 10 min mereceu a vantagem que ganhou, ninguem coloca isso em causa, nao era preciso era o jorge sousa mostrar amarelos ao pessoal todo( e no penalty do cedric, se ele cortou uma jogado promissora, porque nao levou cartao?).

o se questiona é que o sporting sempre que vai lá acima acaba com um a menos e por muito forte que o porto esteja e fraco o sporting esteja, os arbitros pelo sim pelo nao, tratam sempre de inclinar o campo e condicionar um dos lados

littbarski disse...

Adolfo, depois da única oportunidade de golo do Sporting, em 90 minutos, e antes do segundo penalty a favor do Porto, o Mangala cabeceou à barra. Portanto, não me parece que o Porto estivesse, nessa altura, propriamente encostado às cordas. Mas então é isso: achas que, naqueles 7 minutinhos que faltavam, o Sporting ia conseguir fazer aquilo que não fez em 83 e que o Porto não faria mais nada. Acho muito pouco provável, mas sempre um pouco mais do que nos explicou Luís Duque.

Costa disse...

Outro scp x FCP de que não devem ter razões de queixa foi um do Mourinho em que ganhamos 0-1 com golo do Costinha e que o (Saudoso...) Lucilio Baptista conseguiu não marcar 4 (sim, 1-2-3-4) penalties contra os calimeros.

Mas no jogo de ontem, dizem que o arbitro (uma boa merda, diga-se de passagem) influenciou o resultado, pois acham que apenas mereciam perder por 1-0. Está certo...

Assim de repente lembro-me do amarelo ao James por ter sido pisado pelo gajo do scp e do Fernando que levou amarelo por ter levado com um gajo em cima. Isto para não falar do perdão de expulsão a um scp ainda na primeira parte.

Mas de qualquer forma o discurso do duque já estava escrito antes do jogo começar.

Resumindo, só me saem duques.

PS. Já foram buscar o Profírio que deixaram plantado à porta do Hotel com a mala na mão, quando partiram para o Dragão ?!

Joao disse...

É impressionante como é que estes adeptos de clubes lisboetas querem fazer passar a ideia que o Sporting só não ganhou porque foi prejudicado por uma actuação negativa de um árbitro.

Fizeram um remate no jogo todo, mas sem aqueles penalties tinham marcado dois ou três golos nos últimos 5 minutos...

littbarski disse...

Riga, quando o Schaars viu o primeiro amarelo para jogadores do Sporting, já o James e o Lucho o tinham visto. A expulsão do Rojo é burrice do jogador. Eu continuo a achar que, com ou sem penalties, o Porto ganhava o jogo nas calmas. E isto é que devia preocupar-vos: como é que uma equipa que, a partir dos 15 minutos, apresentou serviços mínimos, chegou e sobrou para o Sporting. Mas, pronto, se vocês preferem acreditar no que Luís Duque disse, seja. Para mim, é igual.

Filipe disse...

O que me ficou na retina foram jogadores do Sporting, em posição frontal, não muito longe da área, que em vez de tentarem o remate lateralizavam o jogo. Nos últimos 8 jogos oficiais os defesas, médios, e segundos avançados do Sporting (isto é, excluindo Wolfswinkel), marcaram 2 golos. Há ordens para não rematar?

Carlos disse...

Costa,
Essas arbitragens do Lucílio são inesquecíveis.

MM disse...

Littbarski, porque misturas arbitragem com o que as equipas fizeram em campo? O trabalho das equipas não justifica ou desculpabiliza o trabalho do árbitro mais ou menos que o dos árbitros justifica o das equipas.

Usas a incompetência do Sporting para "desculpar" os erros do árbitro mas já não aceitas (e bem) que a incompetência do árbitro desculpe os erros do Sporting.

Não mistures os temas, mas fá-lo nos dois sentidos. Luís Duque não disse que o SCP perdeu pelo árbitro. Disse a verdade: a arbitragem foi tendenciosa e parcial.

Sobre arbitragem, dois penalties mal assinalados em favor do FCP, ponto. O trabalho do árbitro é apitar: nada que ver com a competência das equipas.

MM disse...

Recordo em 2005/06 o Sporting na meia-final da taça de Portugal ter toureado o FCP no Dragão e mesmo assim o jogo foi para penalties. Por que motivo hás-de negar ao Sporting o direito de mesmo jogando pouco habilitar-se a tirar qualquer coisa da partida?

Até pelo árbitro Littbarski ... ou não? Poderia aos 90' o SCP receber a "benesse" de um penalty que empatasse o jogo, com ele em 1-0 para a equipa da casa.

Ou só o FCP pode vencer jogando mal, com ou sem ajudas dos ábitros?

Adolfo Sapinho disse...

Amnésia, meus amigos, amnésia.

E afinal o elogio da inteligência esfumou-se na aparência.

As minhas sinceras desculpas a quem viu elogiada a inteligência do autor do post por minha iniciativa. Compreendo a indignação.

littbarski disse...

MM, quem misturou as duas coisas foi Luís Duque. Ele é que disse que o Sporting foi parado pelo árbitro. Disse que o Sporting não fez mais (isto é, não criou mais do que uma oportunidade de golo, em 90 minutos, porque o árbitro não deixou).

Eu percebo que os sportinguistas não tenham gostado da arbitragem. Eu também não gostei da arbitragem do jogo que eu dei como exemplo (é apenas isso, um exemplo, porque a memória tende a ser curta, de que as coisas não são sempre inclinadas no mesmo sentido). Não percebo é como é que esperavam conseguir outro resultado, se não fossem os erros de arbitragem.

O Adolfo atirou uma hipótese: o Sporting faria em 7 minutos o que não fez em 83. Parece-me muito pouco para defender categoricamente que o Sporting foi parado pelo árbitro. Tu atiras outra: o árbitro ajudava o Sporting. Isto é, em vez de parar, empurrava. Está bem.

cincoAzero disse...

Eles gostam deste Jorge Sousa
http://ocantinhodohooligan.tumblr.com/post/15427201805/hoje-vamos-ver-se-nao-roubam-como-no-ano-passado
http://ocantinhodohooligan.tumblr.com/post/1715414823/paulo-sergio-fica-um-sabor-amargo
http://videos.sapo.pt/THJrrGnKIaKTLyNZQzqa

MM disse...

Littbarski mas o que o «post» faz é perdoar os erros do árbitro desculpando-os com a inoperância do Sporting, e isso não pode ser feito porque o jogo morreu com o 2-0 e quando durante 80 minutos o árbitro já declarara a sua inclinação. Não se trata de saber se o Sporting criaria mais, jogaria melhor, faria ou não de diferente.

Só isto, erros do árbitro que beneficiaram o FCP e prejudicaram o Sporting, algo concreto que só diz respeito ao árbitro e não à equipa do Sporting ou do FCP e o que ambas fizeram no campo. Estarás por isso a fazer (pretensamente) o mesmo que Luís Duque e o meu exemplo foi um cenário hipotético de como uma equipa inoperante poderia retirar qualquer coisa do jogo. Um «penalty» aos 90' e golo do empate. Ou um pontapé de canto. Ou um pontapé longo do Patrício. O erro do árbitro acabou com o jogo e com qualquer hipótese do Sporting discutir o resultado, erro (castigo máximo) somado a outro que havia já sido uma falha do árbitro (novo castigo máximo) e um critério disciplinar que visou intimidadar os jogadores do SCP.

Ainda sobre Luís Duque, ele diz as coisas de uma forma que pode parecer estar a desculpar-se, é verdade. «O Sporting foi parado pelo árbitro» (bom, é também verdade, neste caso dele porque foi, num plano puramente de arbitragem a sua acção prejudicou muito uma das equipas). Enquanto principal dirigente da SAD talvez devesse sentir tanta vontade de falar no árbitro (é já a 2ª vez) quanto sobre o que a sua equipa fez em campo ou até sobre o que se passa no clube.

Mas lá está, isto nada tem que ver com uma arbitragem miserável que concretamente prejudicou o SCP e beneficiou o FCP.

Adolfo Sapinho disse...

Ò cincoAzero, claro que gostamos mais do Jorge Sousa quando beneficia o Sporting.

Querias que gostássemos mais dele quando nos prejudica, como ontem?

És mesmo otário! Burro mesmo!



Hugo disse...

Littbarski tambem podias ter posto o video do jogo de 2010/2011 arbitrado pelo mesmo arbitro onde ai ja ficaram caladinhos

Adolfo Sapinho disse...

ò littbarski, mas quem se está a arrogar de vidente és tu...

Tu é que estás a assumir que o Sporting em 7 minutos jamais faria o que não fez em 83.

Nós só estamos a dizer que em 7 minutos PODERIA acontecer um golo fortuito do Sporting, o que, na verdade, seria injusto.

E deixa-te de merdas pois "injustiças" dessas estão sempre a acontecer no futebol! (volto a dar o recente exemplo da Académica)

Porra, pelo menos sê honesto no raciocínio.

Adolfo Sapinho disse...

Hugo, em que é que o jogo de 2010/2011, no qual o Sporting foi beneficiado (vês a diferença, meu anormal) justifica o jogo de ontem?

Hugo, a espalhar burrice pela blogosfera...

Allez Sporting disse...

Ó Sapinho candida-te que voto em ti.
Precisamos de tipos assim com a tua craveira intelectual.
oppss
talvez não. Essa é o lixo que lá temos tido nos últimos 20 anos.

contratamos bananas como o Rojo e depois queixam-se da arbitragem.
Como é que aquele banana coloca o gajo do Porto em jogo no 1º golo. Assim é impossível.

Hugo disse...

Sapinho vai dormir que o teu mal e sono . Mas eu disse que justificava alguma coisa ? E sim eu tb acho que os penalties foram mal assinalados .
Sapinho a espalhar sabedoria pela blogosfera

Adolfo Sapinho disse...

Obrigado!

Adolfo Sapinho disse...

"Allez Sporting", tu é que precisavas de enfiar uma bananinha da madeira pelo rabinho acima.

Era menos feio do que a bana pão que estes gajos do Porto e afins te estão a enfiar constantemente pelo traseiro e que, pelos vistos, aprecias...

Foda-se... (o que vale é que me vou embora desconfiado da autenticidade do teu nickname)

Jorge disse...

Acho que o unico aspecto em que o arbitro esteve mal foi na amostragem dos cartoes amarelos, com cartoes amarelos mal mostrados para os dois lados, no entanto os dois amarelos mostrados ao Rojo foram bem mostrados. Ficaram outros amarelos por mostrar para os dois lados.

O segundo penalty nao e claro e as repeticoes que vi nao deixam ver se foi bem ou mal marcado.

O primeiro e ridiculo... da parte do Cedric. Na repeticao ve-se perfeitamente que o Cedric ve aonde a bola esta e move o braco de modo a tocar-lhe, talvez com receio que a bola rola-se para as suas costas e fica-se ao alcance do jogador do Porto. Nao havia qualquer perigo, mas nao compete ao arbitro fazer essa avaliacao.

Um aspecto que salta a vista neste jogo foi a atitude dos jogadores do Sporting que lutaram de uma forma visivelmente desesperada e mais preocupados em contestar a arbitragem do que em construir jogadas com principio meio e fim. A politica de contestacao do clube contagiou os jogadores que tambem encontram na arbitragem uma desculpa ou um refugio para as exibicoes. O descontrolo do Rojo e o olhar desesperado do Wolfswinkel sao exemplos da situacao do Sporting que so piora com a continuacao dessa politica de victimizacao.

Adolfo Sapinho disse...

Jorge, meu filho, que até pareces ser boa pessoa, ignora a política de vitimização do Sporting e inicia a tua própria campanha contra a degradação da instrução primária neste país!

Allez Sporting disse...

então voltaste?
eu não desconfio do teu nick, adequado à verborreia que debitas mais própria de um lampião do que de um Sportinguista.

Adolfo Sapinho disse...

Meu Santo,

Desculpa a ofensa da banana pão.

Já percebi que só gostas mesmo de ser enrabado pelos tripas, nada de lampiões à mistura.

Infelizmente esse é um pecado comum à generalidade dos adeptos do Sporting Lisbon, mas eu gosto mesmo é do Sporting Clube de Portugal, capice?

Antonio Silva disse...

Adolfo, tripeiro não é sinónimo de portista. Não é assim tão dificil perceber isso.

Jorge disse...

Sapo:

Comentario realmente muito inteligente e construtivo.

condor disse...

É verdade sapinho!Lembro-me desse jogo em alvalade como se fosse ontem!
Sim senhor tens memória de sapo,o Domingos marcou dois golos e o Porto ganhou um zero!
Quanto ao banho de bola não me lembro!
Deve ser a puta da idade que me atrofia a memória!

Rearviewmirror disse...

"Fernando que levou amarelo por ter levado com um gajo em cima"

Calcou só a perna do seu adversário.
E claro que protestou como sempre, e não vai para a rua (por protestos) como sempre.
Tudo normal, como sempre.

Adolfo Sapinho disse...

Toni Silva, grande filósofo, o meu amigo tem toda a razão. Por vezes esqueço-me que ainda há boa gente na Invicta.

Quanto ao primo do milhafre, de seu nome condor, aqui fica o registo:

http://www.zerozero.pt/jogo.php?id=18944

Tchiii... só agora reparei no árbitro dessa partida, o insuspeito Calheiros...

condor disse...

Até podia ter sido o insuspeito mário luis!

Adolfo Sapinho disse...

podia... mas não era a mesma coisa...