terça-feira, junho 19, 2012

Afiar facas

Alguém conhece ou ouviu falar de alguém que esteja a afiar facas e/ou a comprar cachecóis da República Checa? A única pessoa que teceu fortes críticas à preparação da selecção foi Manuel José, que, se não reparar que o espelho está à frente dele, começa a protestar consigo mesmo. E mesmo ele, com ou sem razão, na forma e no conteúdo, foi com o intuito de apresentar uma alternativa que - pelo menos, para ele - serve para melhorar o rendimento da selecção. De resto temos um país inteiro com a selecção, em casa, em espaços públicos, na Ucrânia (e a partir de amanhã na Polónia) jornalistas que se esquecem de o ser para elogiarem, defenderem e apoiarem a selecção, federação e jogadores a defenderem o seleccionador e os outros jogadores. Para quem - e para quê - foi aquilo? Podemos sempre suspender a liberdade de expressão, durante o Euro, claro. Mas a quem?

Afia-as para os checos e para os espanhóis, meu.

master kodro

13 comentários:

Leão de Alvalade disse...

MK,

1ª nota para dizer que quando ouvi as primeiras frases do Manuel José também lhe chamei ressabiado, como a maioria das pessoas. Depois de ouvir as declarações na totalidade só podia concordar com ele em quase tudo.

1) o show off que foi a chegada dos jogadores ao estágio foi quase pornográfico atendendo ao que é o dia a dia de grande parte dos portugueses, que são os "sócios" desta selecção. Obviamente que se recomendava outra descrição que facilmente podia ser conseguida.

2)A devassa do balneário, habitualmente tido como local sagrado no meio futebolístico.

3) O apertado programa social não contemplou a atenção dos que vivem pior, seja por razões económicas seja por razões de saúde. Veremos nos próximos tempos se a deslocação ao centro Champalimaud não foi mais um evento politico que desportivo...

Mas o que é mais reprovável é que a reacção de PB e dos jogadores (ao não falarem para a comunicação social) não penalizou os (creio que poucos) disseram mal mas todos os que apoiam a selecção e querem que ela ganhe, mesmo que alguns deles, como eu, pensem que não há vacas sagradas, muito menos no futebol. Lamentável, no minimo!

Hugo disse...

A verdade e que grande parte dos portugueses so sabemm criticar e insultar. Perdem, criticam.Ganham,criticam na mesma.
Vao chorar para um canto e calem-se de vez

master kodro disse...

Hugo, mas quem são esses portugueses que criticaram a selecção? O objectivo deste post é saber os nomes. :)

GreenMan disse...

Mas não tens visto o Rui "caracolinhos" Santos ou lido as crónicas de um tal Bruno Prata?!

Infante disse...

O Paulo Bento devia compreender que nunca vai haver consenso seja em relação ao que for. Caraças, se até Messi e CR, os dois melhores jogadores do mundo, passam a vida a levar pancada, se até o Barça e a selecção espanhola, claramente duas das melhores equipas de sempre, viram tornar-se moda dizer mal deles... porque é que havia de ser diferente com uma selecção como a nossa que nem é das principais favoritas à vitória ?

Se calhar o "caracolinhos" e outros nem acreditam no que dizem. Mas precisam de alimentar polémicas para as audiências. E o que é que dá mais polémica? Dizer "é tudo maravilhoso, Ronaldo vai arrasar e vamos levar o caneco para casa" ou deixar dúvidas, interrogações, críticas, etc?

Grilo Falante disse...

Temos que compreender o PB. Ele veio do scp, logo não está habituado a lidar com as vitórias...

master kodro disse...

Greenman, por acaso li qualquer coisa do Rui Santos no Relvado. Ele dá opiniões sobre a melhor maneira para ele de organizar a selecção. Mas faz-me um resumo de tudo, a sério. É que estamos a chegar ao ponto em que nem os opinadores profissionais podem ter opiniões. E isso é muito mais grave do que pode parecer à primeira vista, por duas razões: por questões fundamentais, de liberdade; por questões de cultura, de intolerância à opinião dos outros. Do que li do texto do Rui Santos, concordo com umas, discordo de outras. E não há problema nenhum. Vai ver o que o seleccionador checo disse sobre as críticas (reais e constantes) que recebe.

Jorge disse...

Parece-me que o PB esta a tentar aplicar a receita do Mourinho para unir o balneario.
Cria um inimigo externo e une os jogadores na luta contra esse inimigo. Tem resultado mas e uma tactica que cria maus habitos e um clima de guerilha que reduz o prazer de seguir e apoiar a seleccao nacional.
Os dirigentes da federacao deveriam intervir e pedir uma atitude mais positiva ao seu seleccionador.

Tomé silva disse...

"Alguém conhece ou ouviu falar de alguém que esteja a afiar facas e/ou a comprar cachecóis da República Checa?"

A comprar cachecóis não conheço,mas o que não falta é "Portugueses" a torcer pela República Checa.

Que ao 1ºdeslize terão as tais facas afiadas pronta a "espetar".

Ou que em caso de vitória Portuguesa no Euro irão bater fortemente no peito e festejar o título...

galvao99 disse...

Jorge,

também pensei nisso mas depois cheguei à conclusão que o PB não tem as mais elementares caracteristicas de actor.


Foi só um esquentamento. O homem estava carregadinho de pressão, tinha que explodir por algum lado.

kovacevic disse...

Portugal deve ser o único país do mundo onde se critica aqueles que criticam...

miguel_canada disse...

Um jogo e consequente vitoria da selecção nacional merece 2 comentários. Uma paneleirice sobre uns palermas que criticam outros palermas já merece 11 comentários!!!
Realmente temos o futebol e os futeboleiros que merecemos!

Riga/V-1-Boy disse...

nao concordo com o leao de alvalade quando ele refere a violaçao do balneario.

em 98 a selecçao francesa fez um documentario, que acompanhou o dia a dia da selecçao desde o inicio da preparaçao para o mundial até á celebraçao final.

ou seja ninguem inventou a roda, apenas utilizou um ideia que já aconteceu antes. apenas nunca tinha sido feita na selecçao portuguesa