quarta-feira, julho 14, 2010

Pré-época

Sei que há muito boa gente que vai passar as próximas semanas a escalpelizar todos os reforços e a tirar ilações de todos os resultados, seja o adversário um clube amador da quarta divisão grega ou o poderoso campeão inglês. Tal prática tornou-se regra de há uns anos a esta parte, desde que os jornalistas descobriram que podiam tratar os particulares da pré-época como uma espécie de época-normal-a-fazer-de-conta para aumentar as vendas de jornais, e desde que as televisões perceberam que podiam usar o mesmo truque para fazer crescer as audiências (ainda que fosse preciso transmitir autênticas partidas de solteiros e casados disfarçadas de finalíssimas de prestigiadas competições).

Não contem comigo para este circo (que só consegue ser batido pelos disparates cometidos aquando dos "Mundiais", durante os quais tenho por regra assistir exclusivamente aos jogos, para não ficar doido com as loucuras transmitidas pela TV no "antes" e no "depois"). A pré-época não é um "indicador", como nos querem fazer crer, não é o momento de apreciar os reforços ou antever sucessos ou fracassos desportivos. Se assim fosse, qualquer treinador punha já a melhor equipa em campo à procura de resultados, o que seria um absurdo, pois então nunca teria condições para testar esquemas de jogo, novos jogadores, os mesmos atletas em posições distintas, variantes tácticas, etc.

Da minha parte, espero que Jesus não ceda à pressão mediática e trate a pré-época exactamente como ela é: uma fase de preparação. Que deixe a jornalistas mercenários e comentadores precoces a tarefa de analisar com minúcia a fragilidade táctica evidenciada contra o penúltimo classificado da terceira divisão holandesa, o óbvio erro que foi contratar aquele guarda-redes ou os magníficos movimentos do avançado argentino que despedaçou a defesa dos carpinteiros luxemburgueses.

katanec

19 comentários:

Pedro disse...

Só não concordo qd dizes que a pré época não serve para apreciar reforços. Claro que serve. Não serve para tirar ilações definitivas mas serve para perceberes, pelos pormenores, se tens jogador ou não.

Serve, pelo menos, para enganar a fome de bola!!!

dezazucr disse...

"Serve, pelo menos, para enganar a fome de bola!!!"

Sempre foram 2 meses sem.

cparis disse...

Só para dizer que concordo inteiramente com o que dizes, principalmente nestes jogos iniciais, a 3 semanas de começar a época.

Mr. Shankly disse...

"Serve, pelo menos, para enganar a fome de bola!!!"

Basicamente, embora tenhamos tido Mundial.

Valdemar disse...

dezazucr, Pedro,

ficamos informados que, futebol, só de camisola vermelha.

O mundial? Que é isso?

Mesmo que até por lá andem jogadores do benfica...

Ricardo disse...

Nem mais, Katanec.

Aliás, sobre este mesmo tema da extrapolação absurda que os media dão aos jogos de preparação, fez ontem Jesus as declarações mais acertadas que ouvi nos últimos anos, quando o jornalista, estupidamente, comparava os golos sofridos na época oficial do Benfica 2009/2010 e os sofridos agora, em 3 jogos.

É que, de tanto baterem no ceguinho, a gente quase acredita e, não fosse Jesus ter respondido como respondido, talvez me desse para grandes reflexões sobre os golos sofridos e como isso poderia ser prejudicial indício para o que se avizinha oficialmente.

Ricardo disse...

*respondido como respondeu

miguel_canada disse...

Concordo em pleno com o que disse o Katanec mas ponho uma pequena ressalva... O que Roberto(Mr.8,5 milhões) demonstrou naquele jogo em que mamou aqueles dois frangos inacreditáveis deixaria-me muitíssimo apreensivo e cheio de saudades do Quim se eu fosse adepto benfa!
Um bom guarda redes e principalmente um que custou aquela barbaridade, não sofre dois golos daqueles nem em competição, nem em pré-época nem a jogar na praia com os amigos!

De resto, está tudo correcto. Nunca me afligi minimamente com os resultados de pré-época do FCPorto, sejam eles cabazadas ou derrotas.

pitons na boca disse...

miguel_canada,

explica lá porque é que o 2º golo é "frango" ou sequer culpa do GR...

miguel_canada disse...

pitons, por uma razão demasiado óbvia! O guarda-redes, ao contrário do defesa, enfrenta o lance de frente desde que ele se inicia no meio campo e tem, como tal, uma visão privilegiada do lance, da movimentação da equipa adversaria e do seu avançado, que Roberto não soube prever.

Depois falhou ainda na comunicação com o seu defesa acerca de quem atacaria e controlaria a bola e, após uma hesitação fatal sofreu um golo de uma forma infantil.

Voltando ao tema sobre que ilações superficiais se poderão retirar de um estagio de pré-época, penso que, apesar da pouca importância que se poderá retirar do resultado obtido pelo Sporting frente ao PSG, estou convencido que o adepto Leonino não terá grandes motivos para sorrir.
Porquê? Porque apesar da procissão não ter ainda sequer chegado ao adro, a qualidade individual dos jogadores tem de existir e de estar sempre presente e não pode desaparecer subitamente numa pré-época.
Compreende-se que a forma não esteja apurada e também se compreende que o entrosamento entre os sectores não seja dos melhores. O que não se compreende são erros deploráveis de quem se apresta a lutar por um titulo nacional em pouco menos de um mês.

último! disse...

Ou seja deixa ver se entendi, cedo para avaliar e os resultados nesta fase nao interessam mas com um jogo ja sabem que o Roberto n presta, e isso?

Eu esperava mais um pouco para fazer essa avaliaçao, tenho a sensacao que foi apenas um ma tarde.

último! disse...

Por outro lado, os resultados embora n sejam importantes ao contrario do que dizes costumam ser o espelho da epoca(embora este ano faltem os internacionais).

Basta recordar a epoca passada onde o Benfica apenas perdeu o jogo com o Atletico e os anos anteriores onde o Porto normalmente ganhava sempre, como nunca mesmo a jogar mal empatava com uns alemaes da 4 divisao, a verdade e que o Benfica parte em vantagem e com o favoritismo para esta epoca, ate agora pelo menos.

low desert puke disse...

Nao, ultimo.

O Benfica nao està a partir em vantagem simplesmente porque jogadores como Ramires, Luisao, Maxi ou Cardozo nao estao là.

Pode ser positivo ganhar a equipas pequenas, amadores ou nao, experimentar esquemas tàcticos, movimentaçoes, automatismos, etc. Mas com quase metade da equipa titular de férias (a apenas tres semanas do começo oficial da época), pela participaçao num Mundial nao se pode dizer que o Benfica parte à frente.

último! disse...

acho o contrario Low,

Se sem metade da equipa ja se nota o mesmo futebol presionante e alternativas crediveis como no ano passado, imagina com o regresso dos internacinais, parece-me claro que ficaremos ainda melhor mas o futuro o dira

Agora resta ver ate ao fim das transferencias se assim se mantem.

pitons na boca disse...

miguel,

estamos os dois a falar do segundo golo, certo? Dá a sensação que não o viste.

Por partes:

- a culpa é do GR porque, a bola estava no meio campo e ele não adivinhou que ia haver aquela desmarcação? De um avançado que sai do meio dos 2 centrais??

- a culpa é do GR por falta de comunicação (esta então é brilhante!). O avançado desmarca-se entre os centrais e o GR dizia o quê? "Corram mais depressa que ele" ou "Volta atrás no tempo e arranca um segundo antes dele".

- sofreu o golo de forma infantil? O GR quando vê que o avançado vai isolado sai para tentar chegar à bola antes dele ou fazer a "mancha". Foi isso que ele fez.

A desmarcação é boa, o central é lento a ler a jogada, não o colocando nem em fora de jogo nem chegando para fazer o corte.

Quando é feito o passe o GR tem milésimas de segundos para ver se o avançado ganhou em velocidade aos centrais. Se o central acompanhar com hipotese de ganhar a bola, o GR tem é de ficar na baliza, pois não vai lá fazer nada. Mas não foi esse o caso.

Podes acusar o GR de ter saído da baliza milesimas de segundo atrasado, mas isso nunca fará deste golo um "frango" como o queres pintar.


Um avançado isolado (sim, porque o Sidnei nunca chegaria à bola) na cara do GR, que estica-se para desviar a bola quando o GR estava quase a chegar, a partir de agora chama-se frango. Só se for na tua terra.

Vale de tudo para falar mal, desde que seja de certa equipa, né...
E assim se "vê" futebol em "bom" português... ou será canadiano?

miguel_canada disse...

Pitons, tu tens alguma noção do que é ser guarda redes? És ou já foste guarda redes mesmo que a nível amador (na escola não conta)?
Põe o Helton, Beto ou o próprio Quim naquela jogada e diz-me que aquele pato entrava!

Futebol em Português deve ser como o vês porque aposto que se tivesse sido o Helton ou Patrício a mamar aquele frango, já concordarias com a tese de certeza mas deves ser mais um a quem o vermelho tolhe a visão. Perfeitamente normal.

pitons na boca disse...

Fica lá com a tua noção muito própria de frango/pato.

Não fui GR mas joguei muitos anos futebol.
E mesmo que não tivesse jogado, basta ter olhos e perceber alguma coisa de futebol.

Tanto me faz que era o GR naquele lance. Ao contrario de ti, não sou eu que demonstro em pelo menos 2 ou 3 blogs (daqueles onde eu te "encontro") uma terrível cegueira, quando se trata de comentar algo "vermelho".

miguel_canada disse...

Olhe que não... olhe que não!

Sabiam que consta que o Ramires vem para o FCPorto?
Para já só consta, daqui a uma semana já haverão certezas!!!

low desert puke disse...

Ignorance is really a bliss, hein miguel?