terça-feira, julho 27, 2010

Boas!

1. Enquanto os adeptos salivam com os golos magníficos de Aimar, Hulk ou a trivela de Diogo Salomão, esta semana vai trazer-nos - finalmente! - competição a sério. Braga, Sporting e Marítimo (que já eliminou o Fingal, com duas vitórias) defendem as cores portuguesas nas competições europeias. Começa o Braga, com o Celtic, amanhã.

2. Depois das brilhantes prestações da selecção de voleibol e dos sevens do rugby, começou o Europeu de atletismo, com um brilhante bronze de João Vieira a abrir.

3. Também a arder está o anunciado processo de despedimento de Carlos Queiroz por justa causa, por invocar a cona da mãe de pessoas ausentes. Os jornalistas e editores têm feito os maiores esforços (às vezes até fazem algo parecido com informação) para arranjar um novo seleccionador a pouco mais de um mês do início do apuramento para o Europeu.

4. O 442 está a preparar as contas da Liga Zandinga do ano passado. Vergonha, vergonha... Este ano vai haver mudanças drásticas na competição principal (que passou a secundária...). A Taça da Liga Xanana e a Taça Astrocosmo vão ficar na mesma.

master kodro

17 comentários:

Mr. Shankly disse...

O problema não é a cona da mãe, é de que mãe é a cona e em que situação. Sinceramente custa-me a imaginar o Queiroz neste tipo de comportamento, mas a confirmar-se é grave, claro que é.

Jorge disse...

Vi o Sporting nos jogos dos EUA e gostei muito. O P.Sergio parece estar a fazer um bom trabalho.
A imprensa dar grande relevo ao Maniche no meio-campo, apesar de ter dado o golo do empate ao Totenham num erro de juvenil, eu gostei muito do Andre Santos (?) que nunca tinha visto a jogar. O Nuno Andre Coelho tambem me pareceu muito bom. No entanto continuo sem perceber porque e que alguem estara disposo a dar um balurdio pelo Yannick.

Boa sorte para as competicoes europeias.

master kodro disse...

Shankly, o meu problema não é com o episódio da cona da mãe que, a ser verdade, deve ser considerado grave. Mas grave ao ponto de se invocar o artigo que está descrito nos jornais (ainda estou só a falar do processo do idp)? Ainda assim dará multa. Depois disso, grave, ao ponto do despedimento por justa causa?

Grave, grave é uma manchete inventada e a invenção de que alguém desmentiu uma frase, quando desmentiu, de facto, a interpretação abusiva que se fez dela. Mas isso fica para mais tarde.

O Queiroz não está a lidar convenientemente com o que lhe estão a fazer? Não, isso, de facto, não está.

ana disse...

Acredito que em todos os clubes por que ele passou como treinador principal houve muita gente a mandá-lo para esse sítio... Percebo a facilidade com que a expressão lhe saiu boca fora. Há coisas que ficam no subconsciente e que, de tantas vezes ouvidas, perdem a gravidade que têm para os ouvidos de quem as não costuma ouvir.

Mr. Shankly disse...

kodro, o problema não é a frase sobre a mãe do Luís Horta, é saber o que é que houve mais. Se for só o insulto, é só deselegante. Achas que o envio de uma equipa ao estágio para fazer controlo foi algo que "lhe estão a fazer"? Eu o que disse foi que estranho ver o Queiroz, que até há pouco tempo me parecia uma pessoa ponderada e educada entrar neste tipo de linguagem e atitudes. Fiquei boquiaberto com a história do Jorge Baptista e mais ainda com esta, confesso.

Pedro Almeida disse...

O Queiróz é um Cristo.
Andam sempre a fazer-lhe conas...coisas aliás, foi assim no Sporting, foi assim no Real Madrid, foi assim em todas as selecções séniores por onde passou.
Só como adjunto do Fergusson é que nunca lhe fizeram nada.
O que vale é terá sempre os seus fãs indefectíveis, faça ele as conas...caralhadas que fizer.

Filipe disse...

MK, se eu tivesse um funcionário com responsabilidades na gestão de recursos humanos que respondesse assim a uma vistoria despedia-o imediatamente. É sinal de descontrolo emocional grave. Ainda por cima com antecedentes graves (agressão a um jornalista).

A mim o que me incomoda nesta história é estarem a querer fazer-lhe a folha agora quando na altura deixaram passar.

Deus...anteriormente conhecido como... disse...

Se o mandou para a c..na da mãe dele, não o devia ter feito...apenas deveria ter questionado o porquê de tal acção...
Quanto ao Baptista, levou nos olhos e bem...é o que dá em ser pau mandado de outros em vez de jornalista imparcial...falas de alto e um dia encontras que te dê duas lambadas no focinho e sem "amigos" a quem recorrer. Temos pena, neste caso nenhuma.

master kodro disse...

Bom, eu já disse que é grave e só tenho dúvidas que seja ao ponto de ser integrado no artigo e no âmbito da justa causa. Do que se escreveu e se sabe. Claro que há uns que sabem mais do que outros porque têm amigos lá dentro que lho dizem. Como não sei mais nada, não posso dizer mais nada.

Quanto à expressão "o que lhe estão a fazer", shankly, não está relacionado com isso mas com o que escrevi a seguir. Capas de jornais inventadas e toda uma comunicação social que quer mentir sobre um assunto. Lá chegarei, depois da degola finalizada. Agora não vale a pena.

Filipe disse...

Já cá faltava o portista de serviço a defender o uso da violência para calar as pessoas...

Helder disse...

4. Vergonha mesmo... e eu que ainda nem consto do Hall of Fame apesar de bi-vencedor esta época... Perseguição, é o que é...

Allez Sporting disse...

já cá faltava um adepto dos calduços a fiscais de linha

Mr. Shankly disse...

Já cá faltavam gajos parvos.

Consiglieri disse...

força Celtic

Hugo disse...

Já cá faltavam imbecis a torcer por equipas estrangeiras

galvao99 disse...

4. Já cá faltava o anuncio de mais uma extraordinária temporada das Ligas 442! Allez Kodro, nao esmoreças, que a malta paga-te em good vibes.

1. Ouvir um selecionador, a quem apelidam de professor, e que baseia a sua imagem pública na elegancia e bem dizer, o que ele disse e fez, gera um sentimento de engano.

Por que, afinal, a imagem publica de Queiroz é diametramente oposta à real. Isso, mais do que tudo o resto, é que faz mossa.

Filipe disse...

Concordo com o galvao99. O Scolari a ser grosseiro e a andar à porrada no campo fazia um pouco a imagem que tinha do homem quando foi contratado. O Maradona a dizer para os jornalistas chuparem até teve graça.

Quanto ao Queiroz não estava à espera de nada disso, mas de "um senhor" calmo e ponderado. Daí que talvez esteja a ser bastante mais severo com este do que com os outros. A troca de mimos com o Sporting nos tempos do Manchester já tinha servido de aviso, mas não estava preparado para tamanha "falta de classe."