domingo, fevereiro 24, 2013

Derrotas com putos

Vitória Esta equipa do Braga é claramente melhor e mais consistente do que a do Vitória, portanto uma derrota em casa do adversário tem que ser encarada com toda a normalidade. Merece realce o que passou no final da partida em que os miúdos não se deixaram abater com o volume do resultado (3x0) e acabaram por deixar o adversário a soprar de alívio quando o apito final soou. Aquela assistência de calcanhar de Baldé merece (muito) mais do que o banco de suplentes.

Sporting A derrota com o Estoril parece o retorno aos desaires recentes, mas já repararam nos golos que o Sporting sofreu? Um livre directo (o primeiro golo de Carlos Eduardo ao fim do 24.º jogo esta época e quantos golos se marcam assim no campeonato nacional?); o remate do primeiro golo é uma coisa do outro mundo, seja centro ou remate (Jefferson? quantos faz por vida?); uma má recepção de Rui Patrício e consequente penalty (o melhor do ano, de longe, também tem direito à sua falha). Neste jogo, para além de novo penalty falhado por Wolfswinkel, merece destaque a forma como Bruma colocou a bola no holandês no lance do golo do Sporting, algo que os outros muito raramente conseguem fazer.

Sem comentários: