segunda-feira, agosto 06, 2012

Ganhar, não ganhar, só ganhar

- Brasileiros e espanhóis defrontam-se hoje no torneio olímpico de basquetebol para decidir a segunda posição do grupo. O problema é que quem ganhar apanha os Estados Unidos nas meias-finais e quem perder só se cruza (se ganhar as eliminatórias, em qualquer dos casos) com o bicho papão na final. Ganhar ou não ganhar, eis a questão.

- É interessante a discussão em torno dos feitos de Phelps. De facto, nem todas as modalidades permitem o ganho de tantas medalhas. Mas ele fez um pouco mais do que isso e é isso que (quase) ninguém consegue - estar no topo, durante tanto tempo e sem falhas: em três torneios olímpicos ganhou 6, 8 e 4 títulos; em 23 provas olímpicas, só falhou a medalha uma vez (na primeira prova deste ano e ficou em quarto); pelo meio ganhou 25 títulos de campeão mundial. E fica-lhe bem a humildade.

master kodro

4 comentários:

MM disse...

Ganhar (Espanha), para terminar em 3º e compensar a prestação de Jankauskas.

Riga/V-1-Boy disse...

se a espanha ganha e apanha os estados unidos na meia fnal, para o nosso jogo acho que lixa logo as apostas do pessoal todo.lol

Filipe disse...

De facto papa-medalhas na natação já tinha havido, há dois outros nadadores (americanos pois claro) que levaram 7 medalhas numa só edição dos jogos. O surpreendente no Phelps é ter dominado em três jogos seguidos.

Mas não é caso único, há um atleta que venceu todas as provas em que participou em 3 jogos olímpicos distintos, obtendo 8 medalhas de ouro.

Hugo disse...

Afastam as jogadoras asiáticas de badminton por perderem de proposito e a equipa da Espanha fica impune?