segunda-feira, agosto 25, 2008

Sporting 3 x 1 Trofense

ÓPTIMO. Rochemback e Izmailov são os motores do actual Sporting, um à direita e outro à esquerda, equilibrando a dinâmica interior do meio-campo tanto a atacar como a defender. Romagnoli também contribuiu decisivamente para a primeira parte de ritmo europeu - e futebol bonito - que aniquilou um frágil Trofense. A ausência de Polga na próxima semana, em Braga, sendo uma má notícia, serve para iluminar a evolução do plantel: Caneira ou Carriço em vez de Gladstone ou Paulo Renato.

BOM. A facilidade com que Djaló marca golos, só explicável à luz da teoria do caos, faz esquecer Liedson ao fim de dois jogos oficiais.

MAU. Vukcevic chamou os jornalistas num estágio para lhes dizer "Quero sair do Sporting"? Que se saiba, não. Mas Moutinho sim. E joga. Mais do que despedir, pede-se a um treinador que saiba gerir recursos humanos. Paulo Bento daria provas de competência se reabilitasse Vukcevic, um talento raro e um activo valioso. Disciplinador ou cabeça-dura?

MEDÍOCRE. Se a FIFA mandasse no atletismo supõe-se que não haveria photo finish. Polga também fica mal na fotografia - com a permissão do sr. Blatter - porque toma uma decisão absurda sob qualquer ângulo. Mesmo um livre, ali, podia dar golo. E o Sporting ficaria sempre com dez. Felizmente, para Polga e para o fiscal, o golo do Trofense não aconteceu com o marcador a zeros.

kovacevic

15 comentários:

LionHeart (o autêntico) disse...

Sobre o MAU: quando se trata do Sporting, a comunicação social cria casos com a mesma facilidade com que os coelhos se reproduzem. Vukcevic não foi à Supertaça porque vinha de uma lesão e não foi convocado contra o Trofense porque só fez um treino antes do jogo. Aguardemos pelas próximas convocatórias antes de concluir que PB fez mal em não convocá-lo, apelindando-o já de mau gestor de recursos humanos.

Sobre o MEDíOCRE: Não percebi a ironia. O photo-finish não costuma ser usado para tirar dúvidas de 2 metros. Mesmo com photo-finish esta penalty absurdo teria sido assinalado. Quem esteve no estádio percebeu que o árbitro viu bem o lance e sabe que ele foi fora da área. O facto de ter mudado a sua avaliação por indicação do auxiliar demonstra a má fé. Basta também observar bem as imagens da televisão e ver a cara de gozo com que o auxiliar defendeu a decisão, rindo-se à gargalhada, para perceber que tudo foi bem premeditado.

psergio disse...

O que eu mais gostei foi das declarações do PB.
Começa cedo...

Tem razão porque não é penalty, mas aquele espectaculo todo fica-lhe a matar.....

Quero ver quando for ao contrário....

psergio disse...

O que eu mais gostei foi das declarações do PB.
Começa cedo...

Tem razão porque não é penalty, mas aquele espectaculo todo fica-lhe a matar.....

Quero ver quando for ao contrário....

Ricky_cord disse...

Concordo com a apreciação ao "caso Vukcevic".

Pedro Reis disse...

Essa história dos risos e das premeditações parece-me na linha da fantasia... Depois admiram-se que sejam designados de Calimeros.

Que a falta é claramente fora da área (como o fora-de-jogo ao Sapunaru é mal marcado por 1 ou 2 metros) é uma evidência, especialmente vista (ou comprovada) na televisão. Que os auxiliares cometeram um erro grave, sem dúvida que sim, mas em lances rápidos, em que um atraso de concentração de 1 ou 2 segundos deita tudo a perder.

kovacevic disse...

Ironia zero, lionheart.

Era sobre recorrer a imagens vídeo, não sobre a falta ser duvidosa.

Gonçalo disse...

"A facilidade com que Djaló marca golos, só explicável à luz da teoria do caos, faz esquecer Liedson ao fim de dois jogos oficiais"

Só vem confirmar
o que sempre defendi, nem o Liedson é o que toda a gente diz, nem o Djaló era o miserável que voçês vaticinaram.
O conjunto leonino, sem o Liedson, será sempre mais forte como colectivo. Todos beneficiam com isso, inclusive o Djaló.
E sim, até nisto podes aplicar a teoria do caos.

Gosto do Vukcevic, mas estar a analisar um episódio destes com tão pouca informação, pode induzir em erro. Parece-me precipitado culpar Bento.

LionHeart (o autêntico) disse...

pedro reis,

"Essa história dos risos e das premeditações parece-me na linha da fantasia... Depois admiram-se que sejam designados de Calimeros."

Tens de ver o jogo todo para perceber, e analisar bem as imagens na TV para compreenderes a teoria da conspiração.

Quanto aos Calimeros, a ideia que tenho é que se isto se tivesse passado com outro clube da 2ª circular, haveria DVD's a serem entregues na Assembleia da República. É tudo uma questão de a quem é que a "sorte" calha.

Seja como for, naquela baliza já vi:

i) um golo marcado com a mão ser validado;
ii) um golo mais de um metro dentro da baliza não ser considerado (este contra o Sporting);
iii) um penalty marcado por causa de uma falta fora da área;

No dia em que vir um porco a andar de bicicleta sobre aquela linha de golo, então já terei visto tudo nesta vida.

Pedro Reis disse...

Ou seja, já viste o SCP ser prejudicado e beneficiado!
Faz parte do jogo. Assim como os erros. Agora quando achamos que os erros a nosso favor são "normais" e os erros a favor do adversário são premeditados é que já não faz muito sentido.
Era só aí que queria chegar.

Fredy disse...

o pedro reis disse tudo..mas ja se sabe que os lagartos sao dos mais hipocritas que ha...pelo menos os seus dirigentes! so têm "olhos" quando sao eles os prejudicados!

Fredy disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LionHeart (o autêntico) disse...

pedro reis

A conclusão de que "erros a nosso favor são "normais" e os erros a favor do adversário são premeditados" é tua não minha. Eu limito-e a dar a minha explicação para o que vi no Sábado.

O erro faz parte do jogo até um certo ponto. Erros de julgamento ou análise são compreensíveis, embora não desejáveis.

Já erros grosseiros e aberrantes são difíceis de aceitar. O que se passou sábado em Alvalade é de difícil compreensão, tão grotesco foi. Cabe com muita dificuldade na categoria de Erro. Sobra a premeditação.

O problema da arbitragem em Portugal é que as pessoas se habituam a considerar que "errar é humano" e "o erro faz parte do jogo". Assim, sem qualquer tipo de exigência de melhoria, o nível da arbitragem nunca vai subir.

fredy,

Quando fores homenzinho e quiseres trocar argumentos sem insultar, avisa que eu talvez te ligue. Até lá, ficas a falar sozinho.

pitons na boca disse...

Eu até nem ia dizer nada, mas:
Ultra-hiper-mega... LOL
Cada dia adoro mais este país. :D

Pedro Reis disse...

A conclusão não é minha!
Tu é que falaste em má-fé e premeditação no erro que prejudicou o SCP. Quando o SCP é beneficiado pensas o mesmo? Não me parece ou o SCP também faz parte do "sistema"?

Atenção que o facto de eu achar que os erros não foram premeditados, não invalida que pense que os árbitros que os cometem não devam ser penalizados. É óbvio que devem!

Fredy disse...

Claro Lion..eu so te quero ver a falar assim quando for o Sporting a ser beneficiado dessa forma..como o é a maior parte das vezes..aí se calhar nem cá apareces ou dizes que nao comentas arbitragens como os teus dirigentes lol