sábado, julho 14, 2012

Mais chico-espertice

Segundo os relatos da comunicação social (aqui retirado ao Reflexão Portista), Beto entra no Braga, passando o passe a ser detido a meias, entre Porto e Braga, prática muito comum em Itália. Lá vão os dois detentores de centenas de milhões de passivo contornar as regras, nas vírgulas, mantendo nos seus quadros três equipas de jogadores seniores, com ou sem decisão favorável.

master kodro

12 comentários:

Joao disse...

E agora, o Beto é do Porto? O Beto é do Braga? O Beto é do Porto mas também é do Braga? O Beto é do Braga mas também é do Porto? O Beto é do Jorge Mendes? Do Jorge Mendes, Porto e Braga? ...

Costa disse...

O SCP vendeu o Moutinho ao FCP e ficou com 25%.
Também foi chico-espertice ?!

Os clubes podem vender/trocar/emprestar jogadores entre si ou isso configura sempre algum tipo de compadrio, corrupção ou chico-espertice ?!

Como dizem os brasileiros:
Se fica o bicho come, se corre o bicho pega.

Filipe disse...

Não sei se é a mesma coisa, no caso do Moutinho o Porto pode negociar o jogador sem dar cavaco ao Sporting.

Neste caso não se sabe como foi feito o contrato. Há opção de recompra dos 50% pelo preço de venda (provavelmente até foi a custo zero)? O Braga pode negociar uma futura transferência sem acordo do FCP?

master kodro disse...

Não é compadrio, Costa, tal como não é compadrio a "venda" do Diego Lopes pelo Benfica ao Rio Ave. São vírgulas. A lei aprovada tem um intuito claro, que é o de evitar suspeitas eventuais abusos e o Porto e o Benfica, mesmo assim, fazem isto à vista de todos.

MM disse...

"O SCP vendeu o Moutinho ao FCP e ficou com 25%. Também foi chico-espertice ?!"

O Sporting ficou com 25% de uma futura mais-valia. É um direito económico, e não sobre o passe desportivo do jogador.

Aquilo que o «post» fala, 'com o passe a ser detido, em partes iguais, pelo FC Porto e pela SAD arsenalista', presumem-se direitos desportivos geradores de um óbvio conflito de interesses, pelo que a prática não deveria ser permitida.

Refira-se que em Inglaterra, uma (partilha de direitos desportivos) ou outra (partilha de direitos económicos), são banidas - a partilha de direitos ecnonómicos é também percebida como "obscura" e provocadora de conflitos de interesses, motivo pelo qual os fundos de investimento são no futebol Inglês proibidos.
Para defesa dos clubes e jogadores.

M0 disse...

O Sporting ficou com 50% do lucro acima dos 11 milhões !

MM disse...

Kodro,

Os direitos desportivos não podem ser partilhados, vi agora, pelo que essa notícia não faz sentido. O SCB e o FCP não podem dividir a meias o passe do Beto, como diz o texto.
Fala-se então de direitos económicos, quando não deverá haver surpresa ou causar choque porque já se faz em Portugal há muito tempo - não há diferença entre serem dois clubes ou ser um clube e um empresário com ligações e interesses a, por sua vez, outros clubes. A prática é simplesmente pouco transparente, porque põe na mão de indivíduos pouco transparentes ferramentas que podem - se mal usadas - manipular as carreiras dos jogadores (destinos) bem como a divisão de rendimentos sobre as suas transferências.

Miguel Lourenço Pereira disse...

MK,

Quanto mais leis se façam para restringir a acção destes cretinos atrás das SAD de FCP e SLB, mais estes chico-espertos vão encontrar modelos de continuar a fazer as coisas á sua maneira. A co-propriedade italiana, a cláusula de recompra à espanhola ou a divisão de direitos económicos à portuguesa, o importante é manter a competição controlada!

Costa disse...

O FCP empreta jogadores,
O Braga empresta jogadores,
O SCP empresta jogadores,
O slb empresta jogadores,
O Guimarães empresta jogadores,
O Paços de Ferreira empresta jogadores,
A Académica empresta jogadores,
(...)

Quem são os 'Não chico-espertos' ?!

master kodro disse...

Confesso que não percebo a tua posição defensiva (que se torna ofensiva) nesta questão, Costa.

Vamos ver se concordas com estas frases e responde a estas perguntas (pode ser um exercício interno) :

- Toda a gente emprestava jogadores a toda a gente porque era legal fazê-lo.

- Cerca de metade dos jogadores emprestados, principalmente por Porto e Benfica, tiveram problemas de saúde antes de defrontarem as suas equipas. Portanto jogaram contra todos menos contra a sua equipa (original).

- Ninguém chamou chico-espertos a representantes de clubes por emprestarem jogadores.

- A maioria dos clubes da Liga aprovou a proibição de empréstimos entre jogadores da mesma divisão.

- O Porto e o Benfica continuaram a colocar jogadores seus em clubes da mesma divisão contrariando claramente o espírito da lei acabada de aprovar.

As perguntas:

- Sabes qual é o passivo do Porto e do Benfica e quanto pagam aos bancos por mês, só de juros?

- Qual é o objectivo de ter 60 jogadores quando tens um plantel de 25?

Rearviewmirror disse...

Eu só gostava de saber o que é que os jogadores (como por exemplo o Ricardo Carvalho, Bruno Alves, Adrien, Cedric, Wilson Eduardo, Yazalde, André Santos, etc etc) têm a dizer em relação a esta medida...

Costa disse...

@MK,

Quanto às tuas questões:
- Sabes qual é o passivo do Porto e do Benfica e quanto pagam aos bancos por mês, só de juros?
Desconheço os pormenores, apenas sei que estão muito acima das suas possibilidade.
Ao afastares, por exemplo, o SCP desta lista, deves conseguir provar que ao não adoptar essa política de emprestimos, o SCP paga menos juros por mês aos bancos e tem menor passivo que os outros 2.

- Qual é o objectivo de ter 60 jogadores quando tens um plantel de 25?
Exactamente o mesmo pelo qual os Canadianos no Alentejo, têm que escavar 1 TONELADA de terra para conseguirem 1,57g de ouro.

E não te ofendas por não partilhar da tua opinião neste post.