sexta-feira, junho 08, 2012

Rússia 4 x 1 Rep. Checa

Grandes momentos de contra-ataque dos russos, sem adornos, directos ao assunto e com uma preocupante precisão. Os falhanços de Kerzhakov deixaram os checos sonhar com qualquer coisa, até ao momento em que houve a troca de avançados, com a entrada de Pavlyuchenko (que já não deve dali sair). Um assistência e um golo fecharam a vitória com estrondo. Isto começa a tornar-se sério quando Dzagoev aparece, um médio de 21 anos que bisa numa estreia numa fase final de um Europeu. Resulta mesmo bem esta aliança de estratégia holandesa com rigor russo. Advocaat já tinha avisado: "Temos uma equipa muito perigosa"

master kodro

3 comentários:

PeLiFe disse...

Caro master kodro,

Concordo. Não me lembro de ver uma Rússia tão forte desde 1988, quando foram vice-campeões.

Convido-o a espreitar o meu blogue, criado recentemente, e a deixar um comentário.

O tema principal é a bola e a cor é azulada.

Obrigado.

BASEL84.BLOGSPOT.PT

Cumprimentos,
PeLiFe

Infante disse...

"Concordo. Não me lembro de ver uma Rússia tão forte desde 1988, quando foram vice-campeões."


A sério? Nem no Euro 2008, quando chegaram às meias-finais?

Grande vitória da Russia, sem dúvida, mas esta não é a República Checa do Nedved e amigos do Euro 2004. De qualquer forma, a Rússia ganha este grupo na boa. O teste será a selecção do grupo B que lhe calhar. Ainda é cedo para grandes declarações bombásticas.

Riga/V-1-Boy disse...

o dzagoev é o primeiro candidato a melhor marcador d torneio( ou entao nao)

o treinador checo é fraquinho, primeiro tira um avançado e coloca um trinco

a perder 2-1 , tem um gajo de 2.01m no banco e o não mete lá para o chuveirinho.

e tem um tipo que marca bem livres como o kadlec e nao o deixa marcar