sexta-feira, junho 08, 2012

Polónia 1 x 1 Grécia (final)

Intervalo Está resolvida a dor de cabeça que Fernando Santos tinha na escolha dos defesas centrais: Avraam Papadopoulos saiu lesionado e Papastathopoulos foi expulso com duplo amarelo. Resta uma outra tragédia: a equipa não joga absolutamente nada, limitando-se a despejar bolas na área à procura do golito de cabeça de Charisteas... perdão, Gekas. Quem aproveitou a apatia grega foi Lewandowski, com a ajuda de um flanco direito hiperactivo.

74' A entrada de Salpingidis, não mudando nada, alterou tudo: marcou um golo depois de falha de Szczesny; provocou um penalty que expulsou o guarda-redes polaco, mas Karagounis deixou que Tyton defendesse. Agora é 10 para 10 e ver quem falha menos...

Final Juro que gostava de ter muita coisa de positivo para dizer sobre o jogo - pelo menos teve incerteza -, mas olhando, por exemplo, para a exibição de Samaras, não consigo. Vá lá, Salpingidis, quase sem saber como, foi decisivo e Piszczek e Blaszczykowsky tiveram um período interessante na primeira parte. Vou ver a coisa pelo lado positivo: estão aqui potenciais adversários de Portugal se nos qualificarmos para os quartos-de-final.

master kodro

3 comentários:

G. disse...

Acho que o problema está mesmo nos nomes. Não têm nomes de jogadores de futebol. :-P

master kodro disse...

É doloroso, de facto. Só com cábulas...

Riga/V-1-Boy disse...

kodro~

aquele miudo de 19 anos que entrou para o lado esquerdo da grecia, parece ter uns bons pezinhos, é um tipo a rever

na primeira parte como o samaras literalmente nao estava lá, o desgraçado do Holebas parecia uma via rapida para os polacos.

ah e o gr grego é muito fraquinho