quinta-feira, maio 24, 2012

João Pereira, de caro a barato

1 - João Pereira era um jogador barato e razoavelmente esquecido quando o Braga o pescou no Gil Vicente em 2007. Volvidas duas épocas e meia, já valia três milhões de euros -- a verba que o levou, caro, para Alvalade. De leão ao peito, chegou a internacional A pela primeira vez, tornou-se indiscutível para Paulo Bento e confirmou que é jogador de clube grande. Contudo, na hora de sair para o terceiro classificado da milionária liga espanhola, a dois anos do final do contrato, João Pereira só custa ao Valência mais 700 mil euros do que Bettencourt pagou por ele em 2010. Moral da história: o Sporting compra mal e vende mal. E continua a ser comido.

2 - Jorge Mendes e a Gestifute estão, como seria de esperar, no centro desta transferência. Nos últimos tempos, o empresário tem-se movimentado com aparente à vontade entre Portugal e Espanha, em clubes como o Sporting, o Atlético Madrid, o Braga, o Porto, o Saragoça. Não fica mal recordar, no dia em que se fala na ida de Capel para o Atlético Madrid e de Ruben Micael para o Sporting. No ano passado, também o Valência acolheu o jovem guarda-redes português Cristiano, oriundo de Braga.

3 - A ascensão de João Pereira com a camisola das quinas coincide com o apagamento de Sílvio, que custou oito milhões de euros ao Atlético Madrid um ano depois de trocar o Rio Ave pelo Braga. Sílvio já não está na selecção e também já não está com a Gestifute: é agora agenciado pela Kick & Run Sports Germany. Quem está na selecção é o dragão Miguel Lopes, emprestado ao Braga desde Janeiro depois de ter sido tardiamente inscrito no início da época pelo... Saragoça.

kovacevic


7 comentários:

miguel_canada disse...

LOL, oh Katanec... se a gente começasse a entrar numa de desembrulhar novelos de relações comerciais e movimentações de passes de jogadores de futebol tinha-mos que escrever para uns anos!
Gostaria de relembrar que, a propósito do tema, quando aqui há uns meses a bolha vermelha e o rascord encarnado se lembraram de colocar em grandes parangonas que havia transferências de jogadores para o FCPorto que estavam a ser investigadas pela Uefa e que depois afinal era o empresário (Luciano D'Onofrio) que estava a ser investigado por fraude fiscal e depois afinal foi mais uma palermice qualquer que terminou aqui há dias com resultado ZERO, curiosamente as duas gazetas lisbonetas e proxenetas esqueceram-se de informar o seu precioso e analfabeto publico predominantemente benfiliado de que o tal processo de averiguações tinha sido arquivado e comprovado de que o FCPorto nada tinha a ver com o assunto!
Tao esquecidos que eles são estes gazeteiros dum caneco!
Em relação as vendas do Sporting... ainda me lembro do que o Pinto da Costa se riu dos valores que envolveram a venda do Cristiano Ronaldo para o Manchester United!

O Anti Lampião disse...

Lisboa revela vícios privados do balneário ?
http://oantilampiao.blogspot.pt/2012/05/vicios-privados.html

Costa disse...

Falta aí dizer quem é o empresário daquele gajo que foi convocado para a seleção depois de marcar 0 (z-e-r-o) golos e cujas orelhas são maiores que as do seu presidente.

Férenc Meszaros disse...

Deves andar enganado, ó Kova. Um gajo metido em negócios pouco claros nunca é homenageado publicamente, com colares ao pescoço e programas na televisão.

tácticos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
kovacevic disse...

Negócios pouco claros?
Pelo contrário.
Mais claro é impossível ;)

galvao99 disse...

O historial do Sporting a vender mal é histórico, mas os casos de Moutinho e, agora, João Pereira, são por demais.

que o clube esteja em falência técnica e precise de dinheiro, ok. Que se venda tão mal, só pode ser incompetência.