quarta-feira, maio 02, 2012

Cantinho do Vitória

Rui Vitória renovou por dois anos, naquilo que só pode ser considerado como um acto de coragem e compromisso do treinador para com o clube, até pela promessa de contenção (obrigatória!) que a direcção fez. Em ano atípico e de enormes dificuldades, conseguiu manter a equipa próxima dos lugares europeus (podendo ainda qualificar-se, embora indirectamente, e se não houver impedimentos financeiros) e motivar os jogadores para, semana após semana (sem pagamento de salários), continuarem a dar o máximo. Não terá sido fácil, certamente. Os próximos anos têm que ser de aproveitamento dos miúdos da casa, que estão a dar provas de valor em escalões secundários. Temos todos de ter consciência disso. Eu teria começado mais cedo, mas mais vale tarde do que nunca.

master kodro

4 comentários:

Leão de Alvalade disse...

MK,

Do ponto de vista da direcção do Vitória (não sou vitoriano mas tenho grande apreço pelo clube, pela cidade) parece-me a melhor decisão.

Falta agora saber ser claro na mensagem a passar aos sócios e estes serem realistas sem que isso signifique conformarem-se. Até porque não estou a ver como tal pudesse suceder.

Infante disse...

" (podendo ainda qualificar-se, embora indirectamente, e se não houver impedimentos financeiros)"


Indirectamente? Estás a referir-te à possibilidade de a Académica perder a final? É que a ideia que tenho é que a Académica já está na Liga Europa do próximo ano, independentemente do que aconteça na final da Taça. Pelo menos, tem sido sempre assim: se um dos finalistas já tem a Europa assegurada via campeonato (neste caso, o Sporting), o outro finalista também vai à Europa (não foi assim com o Chaves em 2010 porque o clube não se inscreveu).

A sério, se estiver errado corrijam-me. Gostava mesmo de saber como vai ser isto, até porque vivi em Coimbra alguns anos e gostava de ver a Académica pela primeira vez (na minha vida) na UEFA.

Claro, mais importante agora é a manutenção. Impressionante como um clube como a Académica - que tem muito melhores condições que Paços e Rio Aves - anda sempre nestes apertos...

Paulo César disse...

Sem dúvida uma grande notícia, e uma boa decisão da direcção. Agora é tempo (mais uma vez...) de nós sócios e Vitorianos apoiarmos o treinador e termos consciência que (mais uma vez...) é preciso dar tempo ao treinador, e tempo ao tempo.

Agora prevejo uma forte aposta na formação, e só temos de apoiar a direcção nesta aposta. Lancem os juniores e emprestados, miúdos a querer subir na vida com garra. Vamos procurar novos Pedros Barbosas, Marcos Freitas, Pedros Martins, Dimas, jogadores das divisões inferiores com sede de vencer. Tanto jogador barato no Estoril, Moreirense, Aves que não diria que não ao Vitória...

Alberto Leite disse...

Infante, tens razão menos num simples pormenor, um desses finalistas tem de estar apurado para a Champions League.

É fundamental a aposta na formação, os nossos miudos Portugueses são tão bons ou melhores que os estrangeiros, faltam só oportunidades.