terça-feira, maio 29, 2012

Bravo, genial, Scolari!

Scolari resolveu falar sobre a sua decisão de não convocar Baía para a selecção em 2004. Diz o ex-seleccionador que a base de tudo foi uma conversa com os dirigentes do Porto - com Pinto da Costa? sim, sim, Pinto da Costa - antes do jogo Porto x Belenenses, que foi o primeiro jogo que assistiu em funções na selecção. Nessa conversa foi-lhe dito que Baía não jogaria mais porque estava em conflito com o treinador e a direcção. E que - a prova. presume-se - foi Nuno Espírito Santo que jogou essa partida. Disse mais. Disse que Pinto da Costa pressiona para jogadores serem convocados ou retirados e que conseguia os seus intentos e disse que teve problemas com Pinto da Costa precisamente porque resistia a essas pressões. Esta nova história, ao nível do vídeo de Jacinto Paixão, merece algumas reflexões:

1. Mas não tinha sido por causa da opinião de Gilberto Madaíl?

2. Há, de facto, registos de Scolari assistir a um Belenenses x Porto em 2003. Não sei se terá sido este ou não. Nem importa, pelo que vamos já ver a seguir. É que, em 2003, Nuno Espírito Santo não tem qualquer minuto jogado contra o Belenenses, pelo Porto. Já Vítor Baía fez todos os minutos, quer num jogo em Janeiro de 2003, quer neste jogo de Outubro de 2003. Nesta época de 2003/04, Baía, o encostado-to-be, fez 46 jogos oficiais a titular, contra 6 de Nuno (3 jogos na Taça e 3 nas últimas 4 jornadas do campeonato, já em 2004) e nenhum de Bruno Vale (minutos de campeão na última jornada do campeonato, apenas). Scolari, para além dos problemas graves de memória, viu aqui a confirmação das "palavras" de Pinto da Costa que "afirmou" que Baía estava encostado e em guerra com toda a gente. Claro.

3. Outra questão de lógica: se Scolari foi o herói que resistiu às pressões e influência de Pinto da Costa na selecção, porque é que não resistiu a esta pressão?

4. Agora importa pensar qual foi a razão por trás desta entrevista. Para além do vídeo do Jacinto Paixão, isto faz-me lembrar o brilhantismo da entrevista que José Marinho fez (fez, fez...) a Doni. São argumentistas do melhor que há.

ps - Antes que cortem logo à noite, está aqui o link:

http://www.rtp.pt/multimedia/videocast/gera_podcast_tv.php?prog=1098

É o ficheiro jtarde_1_20120529.mp4, a partir do minuto 39:40. Brilhante, Scolari, genial.

ps2 - o resultado é imediato. Já há blogs (plural) a escrever: ao menos o Scolari... ele é que coiso... Resulta sempre, é impressionante. É um pinguinho de sangue num tanque de piranhas.

master kodro


28 comentários:

Grilo Falante disse...

Scolari é, apenas é só, o maior filho da puta que passou pelo futebol português. Não vale a pena perder mais tempo com semelhante personagem.

Infante disse...

Fonix, 8 anos depois, ainda estamos com isto?

MK, faz logo um documentário, um Fahrenheit Scolari e tira tudo cá para fora de uma vez.

A sério, já perdoei namoradas por muito pior.

master kodro disse...

Infante, não fui que dei uma entrevista a mentir sobre acontecimentos de há 8 anos. Nem fui eu que disse que isto do Ricardo Carvalho com o Paulo Bento já se esperava - logo o Ricardo Carvalho, logo dito pelo Scolari, logo numa situação que envolve o Paulo Bento. Se achas normal, a mentira e a mentira, por mim, tudo bem.

Pedro disse...

Que blogs vermelhos, criem a partir desta treta vermelha (porra o entrevistador é o Hélder Benfica Conduto), mais um cavalo de batalha, é-me igual ao litro.

O que me incomoda profundamente é isto: estamos em crise e a RTP envia uma equipa de reportagem, ao Brasil, para 8 anos depois, queimar novamente em lume brando o PDC?!

Sou só eu que vejo aqui, uma tendência para ciclicamente enxovalhar a imagem do homem e por arrasto do FC Porto?

Estranho é que isto só acontece quando o FC Porto ganha. Quando perde, faz-se a elegia do vencedor (se for o Benfica) ou a "elegia do demérito" se for o Sporting.

É uma país podre e o PDC, mesmo não sendo um santo, aos 74 anos ainda é um menino ao pé desta gente.

P.S. Mias vale vender os direitos televisivos do Benfica à RTP. Assim não restam dúvidas. Já há uns anos pagaram o Futre, agora pagam os jogos. Simples.

Joao disse...

Ainda tenho a esperança de num futuro próximo ver este "treinador" no Benfica...

Pinto da Costa manda na selecção, por isso é que o gajo continuou por lá durante 4 ou 5 anos...

Baía não ia jogar mais no Porto, ficou até pendurar as botas...

Não fosse o Porto de Mourinho, a selecção nem sequer passava a fase de grupos... (viu-se o que aconteceu depois da experiência do primeiro jogo com a Grécia)

Pensador disse...

depois destas declarações do Scolari, só posso dizer apenas que ele não passava de uma "prostituta" invés de treinador.....

Costa disse...

Entrevista 'encomendada' e dada depois de almoço da nisto...

E o tipo disse tudo isso sem se rir. Devem ter sido precisos muitos takes.

Gabriel disse...

http://www.zerozero.pt/jogo.php?id=382

http://www.zerozero.pt/jogo.php?id=535

http://www.zerozero.pt/jogo.php?id=154

http://www.zerozero.pt/jogo.php?id=6

Deve ter sido um clone a jogar e não o Vitor Baia... nas épocas a que o Socolari se refere foram estes os jogos entre o Porto e o Belenenses.

8:16:13 disse...

Eu estava CHOCADO com a vergonhosa entrevista do Scolari. De tal forma que me dei também ao trabalho de ir verficar o tal jogo Belenenses/Porto... e ver que o Scolari MENTE. Depois ao pesquisar mais encontrei este post. Quero dar os parabéns ao master kodro pelo post. Poupou-me o trabalho.

É inacreditável este frete que a RTP foi fazer ao Brasil.

A verdade é só uma. Scolari assinou em 2003, já o Baía era mais do que titular no Porto e um dos melhores da Europa.

Scolari andou até ao Euro 2004 a inventar nos amigáveis, com convocatórias e equipas que desafiavam a inteligência de muita gente.

Chegados ao Euro, Portugal, que tinha um clube que era CAMPEÃO EUROPEU, estava a jogar com a "equipa do Scolari"... perdeu no jogo de abertura com a Grécia! O que faz Scolari? Muda a equipa para o segundo jogo. Esqueçam os amigáveis dos ultimos dois anos! Scolari é agora um visionário e vai... usar a espinha dorsal do FC Porto, vencedor da Champions League!

Portugal vai à final, onde volta a perder com a... Grécia!

Scolari é herói nacional.

A verdade é que quando essa geração FC Porto entrou em declinio, após o Mundial de 2006, Portugal qualificou-se à rasca para o Euro 2008(não venceu nenhuma das equipas de topo do grupo) e já no Euro jogamos mal e saímos cedo.

Actualmente Scolari está no Palmeiras, ganha 400 mil euros por mês e é contestado pela torcida que o amava. O Palmeiras tem passado grandes vergonhas, na ultima época safou-se da descida mesmo no fim.

Scolari conta ainda com uma chicotada do Chelsea.

O enorme Scolari, desde 2006 que não conseguiu qualquer resultado digno de registo.

Mas por mim tudo bem. Scolari é um herói nacional porque perdeu duas vezes com a Grécia.

Kurtz disse...

Não sei se mente ou diz a verdade sobre o presidente, nem sequer vi/ouvi a entrevista, mas quando Scolari aterrou em Portugal, em 2002, Baía estava de facto suspenso e era Nuno Espírito Santo o titular.

Férenc Meszaros disse...

Melhor do que a entrevista do Scolari é ler que 'o PDC, mesmo não sendo um santo, aos 74 anos ainda é um menino ao pé desta gente'.

8:16:13 disse...

2002? Eu por acaso gostava de saber de onde vem o 2002...

http://www.fpf.pt/portal/page/portal/PORTAL_FUTEBOL/SELECCOES/CLUBE_PORTUGAL/EQUIPA_TECNICA/FILIPE_SCOLARI

O primeiro jogo do Scolari foi contra a Itália, em Fevereiro de 2003.

O Baía era titularissimo do Porto nessa altura.


----------------------

22/09/2002 Vítor Baía desentende-se com José Mourinho num treino à porta fechada, antes da deslocação ao terreno do V. Guimarães. A SAD suspende-o de toda a actividade desportiva. No mesmo dia é publicada uma entrevista ao «Record», na qual comenta a perda da titularidade: «Não serei engolido».

16/10/2002: Um dia depois de completar 33 anos, é suspensa a nota de culpa, 24 dias após ter sido afastado dos trabalhos diários da equipa do F.C. Porto. «Foi um sofrimento», responde aos jornalistas. No dia seguinte, é integrado nos treinos e fica sanado o conflito com José Mourinho.

31/10/2002: Recupera a titularidade na baliza do F.C. Porto. Frente ao Áustria de Viena, na Áustria, volta a merecer a confiança do treinador numa das eliminatórias da Taça UEFA. Os azuis e brancos vencem por 1-0.

06/02/2003: Scolari anuncia a sua primeira convocatória à frente dos destinos da selecção nacional portuguesa. O nome de Vítor Baía não consta no grupo dos escolhidos. «Neste momento, Ricardo e Quim são os melhores», explica o brasileiro. Está instalada a polémica.

21/05/2003: Vítor Baía realiza um sonho de criança. Vence uma competição europeia ao serviço do F.C. Porto. Em Sevilha, os azuis e brancos derrotam o Celtic e Glasgow (3-2) e erguem a Taça UEFA. É o seu segundo troféu internacional depois de conquistar a Taça das Taças pelo Barcelona.

16/10/2003: O ruído de fundo em torno do seu afastamento da selecção nacional continua a alimentar os jornais. Scolari nada responde, mas o guarda-redes do F.C. Porto volta a confessar o que lhe vai na alma: «O Euro-2004 faz parte dos meus objectivos».

master kodro disse...

Kurtz, o Scolari aterrou em Portugal em Fevereiro de 2003 e foi, tal como disse na entrevista, em 2003 que Pinto da Costa lhe disse aquilo, antes do jogo com o Belenenses. Resta saber se foi em Janeiro, com Baía a titular ou em Outubro, com Baía a titular.

8:16:13 disse...

Estive a pesquisar e o Scolari chegou em finais 2002 a Portugal. O primeiro jogo foi contra a Itália em Fevereiro de 2003. Agostinho Oliveira foi o seleccionador interino e esteve em quatro jogos, o ultimo dos quais em Novembro de 2002.

Noticias sobre negociação com Scolari. Novembro 2002.
http://www.kzuka.com.br/especial/pr/kzukasp/19,0,156883,
http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Interior.aspx?content_id=740014
http://www.record.xl.pt/Arquivo/interior.aspx?content_id=143184

Anuncio da apresentação de Scolari. 7 Dezembro de 2002.
http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/sport/desporto/fpf-apresenta-scolari-no-dia-14

Scolari apresentado oficialmente. 14 Dezembro de 2002.
http://www.record.xl.pt/Arquivo/interior.aspx?content_id=145362

O Vitor Baia regressou à titularidade no Porto no final de Outubro de 2002.

Eu realço a importância disto, porque haverá gente que dirá, ele cometeu um lapso sobre o tal jogo com o Belenenses, mas quando o Scolari chegou o Baía estava encostado no Porto. Isto também é falso.

miguel_canada disse...

Mais uma palhaçada inventada pelo regime vermelho que idolatrou este filho da puta e que lhe paga para o gajo dizer estas barbaridades.
Quero mais que o Scolari se foda e morra longe! Não me afecta!

Joao disse...

Agora fico à espera da entrevista ao Carlos Queiróz....

Hugo disse...

Cá para mim esse idiota está com vontade de render o Jesus e como tal nada melhor que criticar o PC.
Depois do Marinho mais um excelente post a desmacarar mais um aldrabão

Mr. Shankly disse...

"Quero mais que o Scolari se foda e morra longe! Não me afecta!"
Nota-se.

"Scolari é, apenas é só, o maior filho da puta que passou pelo futebol português."
Como é que é possível? Há tanto por onde escolher...

Costa disse...

"Scolari é, apenas é só, o maior filho da puta que passou pelo futebol português."
Como é que é possível? Há tanto por onde escolher...

Claro que há (muitos) mais...
Não são é tão 'maiores grandes'!!

Mr. Shankly disse...

A sério, Costa? Não há filhos da puta maiores que o Scolari no futebol?

Costa disse...

@Mr. Shankly,

Esses título de 'maiores' são sempre subjectivos, pelo menos eu não conheço nenhuma régua capaz de os medir...

E certamente, estarás a pensar em algumas personagens que existem em casa dos outros, porque na tua...

É só escuteiros.

Grilo Falante disse...

Se estivéssemos a falar do maior filho da puta do desporto português esse era o carlos lisboa. Do futebol é o scolari. Como alguém disse, é só a minha opinião, com a carga de subjectividade que estas coisas comportam.

Mr. Shankly disse...

Costa, existem e existiram muitos piores, em minha casa e nas outras. Essa dos escuteiros assenta melhor aqui no Grilo, para quem um gajo que faz um gesto feio é maior filho da puta que há, desde que seja do inimigo (ia escreer adversário, mas assim acho que está mais perto do que ele pensa).

Grilo Falante disse...

@Mr. Shankly,

O carlos lisboa é o que é há muitos anos, desde que era jogador. sempre foi o maior insurrecto que andou no desporto em Portugal. Não digo isto por causa do mais recente episódio que protagonizou, digo-o há muito tempo. Aliás, hoje o Dr. Eduardo Barroso, diz qualquer coisa como: "O carlos lisboa não tem lugar no desporto português". Concordo, pena é que vejam isso tão tarde.
Portanto, a sua alfinetada, Mr. Shankly, não me acertou.

Mr. Shankly disse...

eu acho que acertou em cheio, e o teu último comentário demonstra-o.

Antonio Silva disse...

Tu revês-te nos actos e na atitude do Carlos Lisboa. Estamos conversados, Mr. Shankly.

Mr. Shankly disse...

Tu não sabes ler, António Silva.

Pior, no outro dia escrevi o contrário na caixa de comentários do sector, e tu concordaste comigo. Portanto, ou és bipolar, ou tens amnésia, ou és desonesto. Concordo, estamos conversados.

Grilo Falante disse...

"Estive presente em fases finais de Campeonatos da Europa, em Jogos Olímpicos, competições internacionais de clubes, ganhei muitas finais, também perdi muitas, mas sempre vi o treinador campeão a levar a mão ao peito, ao coração, mostrar carinho aos seus adeptos, porque é aí que se sente o clube. Levar os dedos àquela parte... cada um sente o clube onde quer." - Moncho Lopez