sexta-feira, fevereiro 13, 2009

Aquele senhor da ponta cagou-se!

Segue o exemplo do Benfica e formula uma queixa para ser apreciada pela Comissão Disciplinar da Liga. Deixamos uma singela proposta, no título do post.

ps - Actualização: a melhor proposta (decido eu) recebe de prémio alguns vales de desconto em restaurantes perto da sua zona de residência. Só têm que me mandar a morada para o e-mail. Siga a festa. Se tiver base no Regulamento de Disciplina melhor ainda.

Adenda - Apesar das pessoas melindradas com uma brincadeira (ao ponto que chegámos...), o concurso de ideias termina à meia-noite de hoje. Com prémios garantidos.


master kodro

22 comentários:

mago disse...

Pode o record ser uma merda de jornal, e eu um bocado bronco, mas é impressão minha ou na notícia vem que "segundo João Gabriel, o clube 'não precisa de tomar qualquer iniciativa"?

JNF disse...

A justiça incomoda-te tanto?

Sinceramente não te percebo. Aliás, se a lei é correcta, justa e é para cumprir...

Repara no seguinte: com quem concordavas no caso Mateus? Com o Gil ou com o Belém?

Aliás, este caso do Lisandro não o vai livrar de um jogo contra o SLB, por isso...

camarao disse...

É preciso apresentar queixa? Quem é que apresentou queixa quando Katsouranis foi castigado por ter tentado agredir .... Luisão?

master kodro disse...

Mas não têm criatividade para apresentar propostas? Eu não digo se sou contra ou a favor. Só peço que apresentem propostas. Há pessoas muito nervosas, credo.

último! disse...

O nome está bem escolhido e realmente não gosto muito de queixinhas (nunca gostei) mas depois dos castigos que só afectam um dos lados e o outro menino ser o maior queixinhas de todos, nada como lhes dar a provar o mesmo veneno.

Agora duvido é que isso sirva de algo pois estou convicto que mais uma vez nada acontecerá, castigos só para encarnados ou vermelhos.
E até ao final do campeonato poderá mesmo virar-se contra o próprio Benfica.

Por outro lado quando o Porto se preocupou em poupar uma equipa inteira e mesmo assim fisicamente nada se notou (bem pelo contrário)
eu alertei que para o balneário a mensagem que entrou foi: Cuidado vem ai uns gajos muito bons que é melhor descansar. Quanto a mim foi aqui que o Porto começou a não ganhar o jogo.

Pode ser que a mensagem que entre seja a de preocupação excessiva com o Porto mas eles lá sabem

Filipe disse...

Quanto ao Lisandro não percebo os regulamentos. Se no caso de agressão se mete a ressalva de ter sido ou não visto pelo árbitro, no caso da simulação não se pode optar por parâmetro inverso. O árbitro viu e julgou. Uma agressão é muito mais grave que uma simulação, é um regulamento absurdo.

No caso do Bruno Alves tem que ser castigado, é uma tentativa de agressão clara, e acho que mesmo para o Porto seria bom que alguém metesse mão no jogador. Se o árbitro tem visto teríamos tido expulsão e penalti a favor do Benfica aos dois minutos. Podia ter custado o primeiro lugar ao Porto, o jogador tem que aprender a controlar-se, já não é propriamente um miúdo.

Mário Rui Ventura disse...

A/C Comissão Disciplinar da Liga:
"O Jesualdo Ferreira voltou a não lavar os dentes!" - João Gabriel

A/C Gabinete médico do Benfica:
"O Carlos Martins coxeia mais do que eu!" - Pedro Mantorras.

Mário Rui Ventura disse...

(actualização)

As minhas propostas foram desprovidas de qualquer prémio. Vi agora que eles existem... siga a festa que eu já volto com mais algumas propostas.

Mr. Shankly disse...

Que lindo.

cp disse...

" Todos os jogos que perdemos foram por culpa da arbitragem! Há uma cabala contra a Instituição Sport Lisboa e Benfica!"

Little Phil disse...

Aves de rapina no seu melhor.

david disse...

Eu proponho que o mk seja destituído, começa a ser degradante ler o que escreve.

E este blog era tão bom quando ele não tinha tanta azia com o Benfica.

Fredy disse...

quando os outros o fazem são "baixos"..quando são eles próprios a faze-lo já ta tudo bem lololol coitados

Kaiser disse...

Ai essa prática democrática a fazer lembrar o Chávez...

master kodro disse...

Para homem das leis, Kaiser, tens uma dificuldade estranha para compreender a noção de propriedade privada. Com as companhias com que andas não é nada que estranhe.

Os teus amigos que gostam de insultar as pessoas - um gosto que também estás a ganhar, mas tu ainda, ainda, tens desconto -, que julgam que democracia é insultar as pessoas - pelos vistos tu também -, vão ter todos os comentários apagados aqui, digam o que disserem, porque não fazem cá falta nenhuma.

Da Rocha disse...

Depois do dérbi lisboeta:
"Talvez lembrando-se do que ia acontecendo ao naturalizado Paulo Assunção, Liedson simulou que teria levado um tiro num joelho, fez-se de levezinho e deixou-se cair. Queremos que a CD cumpra a lei e já o defendemos anteriormente."

Littbarski disse...

(Eu sei que o prazo já terminou, mas faço-o por gosto e não pelo prémio.)


Caros camaradas,

Vimos por este meio solicitar a suspensão imediata e por período indeterminado do atleta do FC Porto Lucho González, pelos seguintes actos, praticados no Porto-Benfica do passado fim-de-semana:

1 - Simulação de não simulação de uma grande penalidade. Foi a mais vil demonstração de falso fair-play de que temos memória. É inconcebível que o árbitro não tenha interrompido a partida, para mostrar duplo amarelo ao argentino do FC Porto - um pela simulação grosseira, outro pelo susto que nos pregou, logo aos 9 minutos de jogo.

2 - Colocação deliberada do pé debaixo dos pitons do nosso pobre Sidnei, que só por milagre continuou em campo. Tal demonstração de selvajaria tem de ser exemplarmente punida. É inadmissível que todos os fins-de-semana vejamos as chuteiras dos nossos atletas danificadas pelas canelas dos nossos adversários. Sentimo-nos gravemente lesados.


Aproveitamos a oportunidade para informar que nos recusamos veementemente a entrar em qualquer jogo no qual não participe pelo menos um elemento da equipa de arbitragem do Benfica-Braga, da presente edição da Liga Sagres.

Caso, ainda assim, o Benfica não seja campeão, consideraremos este campeonato mentiroso e falso, e ponderaremos seriamente a hipótese de investir apenas em competições verdadeiras, como a Taça UEFA, a única prova em que os árbitros deixam o nosso glorioso clube demonstrar todo o seu esplendor.

Saudações hmm hmm gloriosas,
Luís Filipe

rui disse...

Apoiado!

Ricardo disse...

Caríssimos membros da Comissão Disciplinar da Liga,

Venho por este meio solicitar a imediata resolução de fazer passar uma lei que é, a todos os níveis, indespensável para a melhoria e valorização de todo o futebol português: a lei do adepto com cérebro e sem visões nocturnas especiais. Neste sentido, e começando já, sem tempo a perder, propunha a imediata expulsão do adepto Littbarski de todos os estádios, blogues, da sua própria casa (sempre que começar a falar de futebol) e da rua, caso a situação deste pobre adepto se agudize.

Para um futebol de qualidade, cérebros de qualidade.

Saudações lúcidas e sem sentimento de inferioridade,

Um Gajo Qualquer Que Ame Mais O Seu Clube Do Que Odeie O Dos Outros.

Ricardo disse...

com i, no indispensável.

Littbarski disse...

Recebi ontem a seguinte notificação da Comissão Disciplinar da Liga:

"Caro pobre Littbarski,

A pedido de Um Gajo Qualquer Que Ame Mais O Seu Clube Do Que Odeie O Dos Outros, e sem tempo a perder, decretamos o seguinte:
- O adepto Littbarski está proibido de ir a qualquer estádio, de escrever em blogues, de falar de futebol na sua casa e de sair à rua, enquanto não afirmar inequivocamente que:
a) O FC Porto é um clube corrupto há 30 anos;
b) O Bruno Alves é um animal;
c) O Sport Lisboa e Benfica é um colosso europeu e está ao nível do Real Madrid.

Esclarecemos que este não é, nem poderá ser considerado, um acto de censura. A nossa única preocupação é melhorar e valorizar todo o futebol português.

Saudações desportivas,
Ricardo (o Costa)"

Obviamente, recorri para o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, que ontem mesmo indeferiu o recurso, dado o adiantado da hora.

Então, levei o caso até aos tribunais civis. Hoje, responderam-me da seguinte forma:

"Caro Littbarki,

Como é bom de ver, a prova testemunhal não se revela de forma alguma credível. Há, nas acusações de Um Gajo Qualquer Que Ame Mais O Seu Clube Do Que Odeie O Dos Outros conclusões ou premissas sem sustentação factual e às quais só por conjectura ou imaginação se poderia chegar. Neste sentido, este tribunal devolve-lhe o direito de frequentar qualquer estádio, escrever em blogues, falar do que muito bem entender na sua casa e sair à rua.

Saudações democráticas,
Um Juíz Qualquer Com A Mínima Noção Do Ridículo"

Ricardo disse...

LOL

Muito bom, Littbarski!