terça-feira, janeiro 13, 2009

Patético (3)

Continuamos a grande nível. Diziam por aí que Paulo Abreu, mesmo que claramente ligado ao Sporting, não era um dirigente oficial? Muito bem, já não temos esse problema. Rogério Alves, presidente da Assembleia Geral do Sporting, falou:

"Diz-se tanta coisa do Sporting e afinal só não estamos no primeiro lugar isolados porque o Benfica ganhou indevidamente, com um golo irregular e beneficiou, pelo menos, de um «penalty» absolutamente escandaloso que não foi marcado [...]".

Análises de arbitragens a jogos de adversários. Leituras consequencialistas e imediatistas. Memória selectiva. Indignação a rodos. Neste contexto, acho que foi uma sorte ninguém dizer que o Sporting não foi campeão em 2005 porque o Luisão fez falta (perdão, marcou com a mão, como dizia o Ricardo!).

Agora a sério: quando o Sporting ganhar um jogo com um golo irregular, como vai ser? Para que toca vai fugir esta gente toda?

katanec

42 comentários:

luis disse...

é espantoso como até este. Por acaso tinha-o em boa conta, antes de se meter no futebol. Será critério obrigatório perder o bom senso e ser imbecil?

JLC disse...

para a mesma toca para onde fugiram vocês.

Filipe disse...

A toca é a mesma do costume: ah mas fomos roubados na jornada X, ou o clube Y foi beneficiado na jornada Z.

katanec disse...

"para a mesma toca para onde fugiram vocês".

Exactamente, meu caro, exactamente. O que nos leva à pergunta: então por que diabo criticam os outros quando se envolvem nas mesmas práticas? Não seria mais fácil adoptarem OUTRA atitude, dar um exemplo DIFERENTE, para depois terem autoridade moral na altura certa?

A única coisa que este triste espectáculo tem mostrado é que estão todos dispostos a lutar na lama. E, como era de esperar, é fácil ficarem todos sujos.

JLC disse...

Exemplo diferente? Moral?

E fazer o quê enquanto a pressão dos outros sobre os árbitros funciona?

Continuarmos a ser chamados de betinhos, calimeros e etc?


Não me venham agora com teorias... Ou não há para ninguém, ou então temos de meter a mão na merda, como fazem os outros.

Onde estava a tua atitude politicamente correcta há duas semanas? Fizeste um post para o Rui Costa, um para o Quique e outro para o Vieira?

Ou decidiste que esta semana era melhor para começar uma cruzada pelo desportivismo?

JLC disse...

Deixo para ti esta pergunta. Que ficava bem aos teus dirigentes há duas semanas, e que também te fica bem hoje.

"O que nos leva à pergunta: então por que diabo criticam os outros quando se envolvem nas mesmas práticas? Não seria mais fácil adoptarem OUTRA atitude, dar um exemplo DIFERENTE, para depois terem autoridade moral na altura certa?"

Tens noção que criticas uma atitude, que tomaste exactamente no mesmo post?

Ou tenho de ser eu "a dar o exemplo diferente"?

Hugo disse...

Onde estavam eles quando LFV,Rui Costa e N.Gomes vieram dar entrevistas a pressionar as arbitragens?

LionHeart (o autêntico) disse...

Onde estão agora escondidos LFV, Rui Costa e N.Gomes????

Escondidos na tal toca!!!

E a noção do ridículo é tanta, que enquanto continuam a negar o inegável, mantém níveis de histeria só ao alcance de qualquer virgem ofendida.

Rogério Alves limitou-se a ser meramente factual: o Benfica venceu com um resultado de uma má arbitragem, e por causa disso o Sporting não está isolado na frente do campeonato.

Mas há com consiga ler nestas declarações insinuações de pressão e acusações escondidas.

By-the-way, Katanec, se os azulejos te trazem recordações da casa de banho, a mim os blocos de betão inacabados fazem-me lembrar um enorme esgoto, reforçado pelo cheiro nauseabundo que por ali se sente. Deverei eu dizer que foi um roubo-de-esgoto?

Não ofendas se não queres ser ofendido.

luis,

Brilhante. O homem não partilha a tua opinião, logo é um imbecil. É bom viver do alto dessa superioridade moral.

Impressionante como perante factos inegáveis, a vossa lucidez resvala para o insulto pessoal.

Contra factos...

Pipos disse...

A pressão resulta e bem... durante 5 dias não se falou de outra coisa, até os jornais só falavam disso.. hoje, 1 dia após, o que se ouve falar? palhaçada.

E não venhas falar quando o sporting ganhar com golos irregulares. porque isto foi muito mais que um golo irregular, foram penalties contra e a favor ridiculamente ajuizados.

Nós tambem nos podiamos queixar de penalties sobre postiga, de golos de postiga, m felizmente marcamos sempre mais. Já sabemos que há um golo por jogo que não conta.

Quanto às entradas que tenho visto por aí, nunca vi ninguem expulso como o carriço em setubal, se o critério fosse sempre o mesmo.. acabavam 7 para cada lado.

Este campeonato apesar de tudo, acho que vai ser nosso, pois vê-se que o benfas nem com árbitros tem uma equipa.. se para ganharem 1-0 em casa precisam de golos fora-jogo,penalty a favor ridiculo, 2 contra não assinalados. basta 1 arbitragem tendenciosa a favor, mas nao vergonhosa como esta, e não ganham...

FORÇA SPORTING!

Mr. Shankly disse...

"A única coisa que este triste espectáculo tem mostrado é que estão todos dispostos a lutar na lama. E, como era de esperar, é fácil ficarem todos sujos."

Evidente. Quem não o fizer, perde. É assim desde que me lembro: excluindo influências criminais, quem se queixa mais é mais beneficiado.

farinha amparo disse...

Não é só um golo irregular.
A irregularidade era facilmente detectável.
E ainda houve um penalti fantasma.
E ainda houve dois penaltis perdoados, um dos quais muito simples de ver (ainda para mais por comparação com o fantasma).
Reunindo tanto no mesmo jogo, eu ficarei incomodado.
Se você acha normal e só vê problemas nos comentários dos outros, estamos conversados.
Mas o treinador beneficiado ainda pode dizer como o Flores: temos de ajudar os árbitros.
E um jogador como falar como o Reis: é uma parvoíce falar de árbitros.
Mesmo que antes se tenham insurgido por um jogo com um caso único e, no mínimo, muito mais discutível do que os dois (repito: dois) lances com David Luiz e Luisão.
Um caso num jogo é compreensível.
Quatro casos e decididos para o mesmo lado é que é interessante.

luis disse...

Farinha: a questao passa também pela insistencia em tornar como verdadeiros, acontecimentos que, o poderao nao ser.

O pénalti sobre o Di Maria é evidente. O defesa faz o movimento claro para impedir a progressao do argentino. Sob que ponto de vista é que aquele movimento nao é considerado falta?

Na marcacao do pénalti o guarda-redes dá um passo a frente, antes de ser marcado, logo deveria ter sido repetido. Mas sabemos que esta situacao e frequente e enfim, nao me parece que o arbitro tenha sido acusado de nao mandar repetir o lance. Mas podemos ir por ai.

O lance do penalti do Katso é como o que Sauzo sofreu. Mas para perceber isto, tem de ver as imagens do lance do Suazo, claro.

O golo é completamente ilegal. Mas considerar este lance como premeditado e fruto de pressoes é para rir. Em Guimaraes houve um lance de fora-de-jogo, incomparavelmente mais grave (em termos de observacao do lance). E nesse caso, foi o que? Sem querer? Foi porque a pressao ainda nao tinha dado frutos?

Que o SLB possa ter sido beneficiado, parece-me evidente.

Que transformaram este jogo num autentico bode expiatorio para justificar falhancos, derrotas, faltas de honestidade, clubismos desmesurados, tambem é evidente.

Para rematar, porque pode parecer que apenas estou a negar as tuas evidencias porque sou do SLB, digo-te que nao considerei o lance do Nacional como penalti, e escrevi-o na devida altura.

Metralha disse...

luis,

que imaginação... foram roubados pq o penalty inventado deveria ser repetido.

Katanec, não me lembro de arbitragens destas sem ser nos tempos dos Calheiros em Alvalade contra o porto.

Esta arbitragem com lances "capitais" decididos sempre a favor do mesmo será dificil de repetir porque atingiu os limites da tolerancia.

Nota: Há contacto do Luisão com o Ricardo ou não? Ele até se podia queixar que o cabeça de melão lhe tivesse posto o dedo no cu que não invalida a falta nesse lance.

João disse...

"Evidente. Quem não o fizer, perde. É assim desde que me lembro: excluindo influências criminais, quem se queixa mais é mais beneficiado."

Excluindo influências criminais... Se bem me lembro, o único dirigente desportivo português que admitiu publicamente a importância de ter gente influente em lugares de poder foi LFV. E tirou grandes dividendos com isso, como todos estamos lembrados. Quem se queixa agora da mão de Miguel Vítor de certeza que já não se lembra da mão de Éder no jogo do título de 2005. Lances iguais, porque haveria o juízo de ser diferente? Se falarmos ainda do Estoril-Benfica e sendo tu contra "influências criminais", suponho que não tenhas festejado o título de 2004/05. Só te fica bem.

farinha amparo disse...

Luis
Não acho inequívocos os penaltis do Di Maria, nem o do grego nem o do Suazo.
Acho completamente incompreensível a validação do golo. Um fiscal que não vê aquele lance com a bola parada não vê nenhum com a bola em movimento.
Acho inequívoco o penalti do Luisão.
E acho incompreensível que o mesmo árbitro que não teve dúvidas com Maria (e apitou) também não tivesse (mandou seguir) com Luisão.
Nem sei qual é o lance em Guimarães: há alguns anos que nem me dou ao trabalho de ver ou ouvir (no início ou no final) o Cajuda contra o Benfica.
A minha questão é esta: em cinco (incluindo Suazo, que para mim não conta, mas até concedo) lances polémicos a decisão foi 4-1 (goleada, não?).
Dois dos cinco (David e Luisão) não deixam quaisquer dúvidas (2-0) e um (Luisão) é muito mais claro depois de outro (maria) polémico e com decisão inversa.
Se 4-1 é goleada, 2-0 sem espinhas é o quê?
Depois do berreiro Nacional é incompetência ou receio de aos 45' anular um golo no mesmo túnel ou permitir o empate e levar com a mesma nota e novamente o túnel?
Venho cá falar poucas vezes, mas quando o meu clube for tão inequivocamente beneficiado no mesmo jogo não ficarei contente com as tocas em que os espanhóis se metem agora.

Littbarski disse...

Metralha, arbitragens como as do Calheiros houve várias do Lucílio Batista e não precisas de recuar tanto no tempo.

Katanec, para que toca fugiu esta gente toda?

Metralha disse...

Littbarski,

hum??? quem, onde e porquê?

PS: Eu nunca viajei na Cosmos.

Filipe disse...

A crer no Salvador em vez de:

«só não estamos no primeiro lugar isolados porque o Benfica ganhou indevidamente»

devia ser:

«o Braga só não está no primeiro lugar isolado porque o Benfica e Sporting ganharam indevidamente»

É giro como o Paulo Abreu fala como tudo se resumisse à contabilidade dos prejuízos e benefícios dos grandes e o Braga fosse apenas acessório nesta história.

Filipe disse...

Queria dizer, Rogério Alves e não Paulo Abreu.

Littbarski disse...

Metralha, eu também nunca viajei na "Air China".

Metralha disse...

Filipe, por nesta história o jogo do Braga-Sporting é de bradar os ceus.

Mas tem alguma coisa a ver?

Já o presidente do Braga veio com essa história. Do que se queixa o Braga contra o Sporting?

Filipe disse...

Metralha, tem tudo a ver. Seria incrivelmente patético o Sporting mandar bocas tendo telhados de vidro. Infelizmente não me recordo de nada desse jogo.

Referi o Sporting porque o Salvador e o Jesus acham que deviam ter ganho esse jogo, logo suponho que tenha havido casos.

Mr. Shankly disse...

João, quando é que LFV falou disso e que benefícios tirou? Põe o link, por favor. Caso contrário, pede desculpa por escreveres falsidades. Só tem fica bem.

Zé Luís disse...

"não me lembro de arbitragens destas sem ser nos tempos dos Calheiros em Alvalade contra o porto".

Primeiro, Metralha, tens de te lembrar de um Sporting-Porto arbitrado por Calheiros.

Segundo, especificar se deixou uma g.p. por marcar, ou se marcou contra quem indevidamente, ou anulou golos, ou "inclinou" o campo.

Aliás, esse exemplo serve paraq jogos do Benfica.

Alguém que gosta tanto de citar nomes de árbitros como Calheiros, Xico Silva, Guímaro, cite jogos e lances, vários e muito claramente sem razão aparente para serem considerados com influência no resultado, em que se demonstre que naqueles tempos - parece uma citação bíblica - a roubalheira era assim grande como é agora.

É que há muita gente, acéfala e sem memória, incapaz de pensar além do reflexo pavlovdiano, a dizer que dantes era muito pior, quando os árbitros têm hoje, além de 1000 euros por jogo, mordomias impensáveis no início deste século!

Alguém que recorde jogos e lances escabrosos como os deste fim-de-semana com os tais Calheiros, Silvano, Guimaro, Xico Silva como gostar de citar.

Eu até posso citar alguns jogos mas se calhar no sentido contrário ao que pretendem sustentar.

Esta é uma tese que muitos populistas e demagogos, mesmo nas paródias televisivas, gostam de trazer à baila.

Da mesma forma, para os defensores dos meios tecnológicos, pergunto qual dos erros graves, escandalosos mesmo, necessitavam do vídeo para serem comprovados?

É preciso um vídeo para ver um fora-de-jogo num lance de bola parada, com toda a gente estática?

Para os penáltis como o de Matheus e de Lisandro?

Enfim, eu admito protestos quando as coisas passam do razoável e o que se passou na Luz não enquadra num cenário razoável. Nem no Dragão, mas aqui o FC Porto falhou muitos golos e devia ter ganho por si, não podendo escamotear-se o nojo de arbitragem que, aliás, se vai repetindo nos jogos do FC Porto em casa como na Taça da Liga com o basbaque do Artur Soares Dias.

João disse...

LFV disse isso quando perdeu Jankauskas para o Porto. Retirou benefícios durante toda a época de 2004/05. Como, de resto, tu sabes, porque não és um urso e como tal não deves ter hibernado este tempo todo.

Zé Luís disse...

Ah, e tal, vão dizer que o FC Porto também é beneficiado, há quem ache que ganhou muitos (metade, um terço, dois terços, todos?) dos campeonatos, mas ninguém pode apontar um em concreto porque alguns foram ganhos por margens pornográficas de 10, 15 e 20 pontos!

O FC Porto, para alguns, pelo facto de ganhar mais campeonatos, não devia queixar-se das arbitragens, mas não se percebe porquê?

Contudo, apesar de não o admitirem, o FC Porto faz poucas "queixas" da arbitragem, em público, com a "sonoridade" que os rivais emprestam nos seus casos em que acham terem sido prejudicados.

Mesmo que não o queiram ver, a atitude do FC Porto distingue-se das que o Katanec pretende aqui denunciar.

Para quem quiser esforçar-se por dizer mal, terão de recuar muitos anos para lembrarem grande vozeirão das Antas por erros de arbitragem. Mas nesses tempos, os 3 grandes berravam da mesma maneira.

Hoje, há um que se distingue. Aponta os erros dos árbitros, tem direito a fazè-lo, mas com o sentido da proporção, o tom de voz, uma forma mais calma e civilizada como tem sido com Jesualdo Ferreira.

No Dragão não se póem aos berros como Paulo Bento - com o descaramento que o fez no jogo da Taça em que foi mais beneficiado do que prejudicado - ou falam em catadupa como na Luz.

Tenho dúvidas é se isso merece, de alguma forma, simpatia e compreensão dos árbitros. E se dá algum resultado ao clube.

Em resultados em campo não se vê, pois a equipa é sistematicamente perseguida por inacreditável critério disciplinar e em lances polémicos que a penalizam.

Na imagem também não se vê porque há quem ache que apontar a falha de um ou outro penálti não pode admitir-se no FC Porto e vejam o clube como "sempre beneficiado", que "ganhou campeonatos a trote" e não tem razão para falar de arbitragens.

farinha amparo disse...

Só agora li a peça do Record sobre o Paulo Baptista e o apito dourado.
Continuem a preocupar-se com a "toca" dos dirigentes de outro clube em casos futuros porque a toca do rapaz há muito que é conhecida e o beneficiado/ofendido vai recorrer para o arquivo-geral da república.
Estamos entendidos!

Mr. Shankly disse...

"Retirou benefícios durante toda a época de 2004/05. Como, de resto, tu sabes, porque não és um urso e como tal não deves ter hibernado este tempo todo."
Isto é no mínimo subjectivo.

"LFV disse isso quando perdeu Jankauskas para o Porto. "
Isto não. Um link e fica tudo clarinho.

leaoconselheiro disse...

"quando o Sporting ganhar um jogo com um golo irregular"

Sonhos...


De resto, o que se viu é grave e o que se disse mais grave é. Tem de ser investigado. Patético é branquear os efeitos da polémica em torno do Benfica - Nacional e mais patético será se o que se disse não for esclarecido. O resto é a conversa do costume...

João disse...

Não te lembras de nada disto, Shankly? Ah, espera aí! É verdade, esqueci-me de que o benfiquista médio ainda vive em 1962. Portanto, ainda faltam algumas décadas para assistires a isto. Espero não te ter estragado a surpresa.

leaoconselheiro disse...

Já agora fica o resumo do Braga - Sporting para quem quiser comprovar o absurdo que é falar-se deste jogo.

http://www.youtube.com/watch?v=uH9pRGvm-gs

Já agora, o Jesus no final desse jogo não se queixou de nada e afirmou apenas que tinha sido um jogo em que a equipa teve o azar de sofrer um golo muito cedo e que depois era muito dificil dar a voltar contra uma equipa que se defende tão bem.

francis disse...

"Ah, espera aí! É verdade, esqueci-me de que o benfiquista médio ainda vive em 1962. Portanto, ainda faltam algumas décadas para assistires a isto."

Brilhante.

João disse...

Shankly, como já te estraguei a surpresa, aqui vai o por ti exigido link: http://www.record.pt/noticia.asp?id=164153&idCanal=11

O dois últimos parágrafos são os mais bonitos.

Bruno Ribeiro disse...

katanec,

apesar de concordar com a tua chamada de atenção para a hipocrisia da conversa, seria interessante que isso também tivesse acontecido aquando do linchamento de Pedro Henriques cuja gravidade dos erros é bem menor do que esta.

Isso e para o silêncio hipócrita dos dirigentes do Benfica e para a idiotice das declarações dos seus jogadores.

Aí sim tens o ramalhete completo.

Zé Luís disse...

leaoconselheiro, o Jesus não barafustou como agora, obviamente, mas que apontou o penálti, isso apontou.

Tal como o presidente Salvador falou do caso no final e nos dias seguintes, a falar no prejuízo do Braga.

Se queres deturpar, se achas que o Sporting não ganha jogoss indevidamente e com golos irregulares...

... só falta agora tu vires dizer que não houve penálti sobre o Meyong...

Os sportinguistas são tão ridículos como os benfiquistas, desculpa-me a franqueza, com estórias do género perdemos o titulo (de 2006-07) porque nos marcaram um golo com a mão (P. Ferreira), isto uma semana depois de um golo precedido de falta na visita ao Nacional que o Paraty não marcou.

E fizeram-se logo aos contas aos prejuízos, com 3 pontos ganhos na Choupana quando devia ser 1 e um jogo perdido com os pacenses quando devia ser mais um ponto (empate), o que dava 2 pontos nos dois jogos e o Sporting somou 3 pela vitória indevida na Madeira.

Para não falar no que se passou nessa 2ª volta, que eu lembro:

- indirectamente, com a arbitragem fraudulenta do Elmano Santos a derrotar o Porto em Leiria (1-0) com penáltis negados, um golo marcado em falta inexistente e o Quaresma expulso;

- directamente, pelo campeonato fora com destaque para uma vitória em Coimbra na penúltima jornada onde o amigo Lucílio Vigarista negou dois penáltis à Académica

- de resto, o Sporting acabou a 1ª volta a 7 ou 8 pontos do Porto e nunca ocupou o 1º lugar, mas achou-se prejudicado mesmo com o Paulo Bento a dizer que perderam pontos em casa com o Aves (0-0) e no Beira-Mar (3-3) a consentir o empate no último minuto.

E podia lembrar-te o absurdo de o Sporting ser a equipa que mais penáltis tem a favor e menos penáltis tem contra desde 1995-96 quando começaram a contar 3 pontos por vitória.

Fora o que diz respeito ao FC Porto cujos títulos, mais pontos, mais vitórias, mais golos marcados, não tem correspondência nessas benesses dos árbitros que são amiúde os penáltis.

p.s. - se quiseres, já agora, leaoconselheiro, faz as vezes do Metralha e vê lá que jogos o Sporting perdeu com polémica apitados por Carlos Calheiros, para citar um dos nomes em voga cada vez que se lembram de falar dos árbitros de outros tempos, aqueles em que o Sporting dava tanta luta pelo título que ficava 3 anos seguidos em 4º lugar...

leaoconselheiro disse...

Zé Luis,

Não penses que vou entrar em dialogo contigo. A partir do momento que achas que tens uma superioridade genética por seres adepto do Porto, acho que está tudo dito sobre a utilidade de discutir seja o que for contigo.

Apenas quero reafirmar com todas as letras aquilo que eu sei sobre aquilo que tu achas.

O Jesus não falou de nenhum caso na flash interview a seguir ao jogo com o Sporting

Passar bem...

João disse...

Zé Luís, a partir do momento em que o Sporting estiver comprovadamente envolvido nos esquemas em que o Porto esteve envolvido nos últimos anos (décadas?), podes-nos chamar de ridículos. Antes não tens moral para isso.

Ou achas que o caso-Calheiros, se fosse num país normal, não teria dado prisão para uma série de senhores? Eu lembro-me de que na altura eu até sugeri ao meu pai que marcasse férias num sítio qualquer do mundo e mandasse a factura para a contabilidade do FCP, pois pelos vistos eles eram distraídos e pagavam viagens por engano. E igualmente genial foi o facto de Carlos Calheiros ter viajado para o Brasil sob o nome José Amorim. Compreende-se, o homem era uma figura mundial e queria ir de férias sem ser incomodado pelas legiões de fãs. Por isso agradece aos teus santinhos por viveres em Portugal, porque se isto fosse um país normal a esta hora estarias a ver o teu clube jogar com o Sp. Espinho ou o Cucujães.

pitons na boca disse...

Só para ver se a gente se entende...
(é que se vocês são como o Pero Henriques a interpretar as leis do futebol ficamos conversados e eu saio logo desta discussão com a certeza que fiz bem em nem me preocupar com os vossos comentários).

Alguém me explique porque é que o penalty sobre o Di Maria foi mal assinalado?

Mr. Shankly disse...

Ridículo. O que é que Vieira disse que os outros não tenham dito? É por aqui que concluis que o Benfica retirou benefícios? Todos os clubes tentam estar representados na Liga, qual é a diferença?

Zé Luís disse...

!apartir do momento em que o Sporting estiver comprovadamente envolvido nos esquemas em que o Porto esteve envolvido nos últimos anos (décadas?)".

Ó João, quais esquemas?

Os que ouves falar? Quantos são? Quantos são?

Quem é o Calheiros? Foi com o FC Porto à China? Ou era um Mário Luís, de fatiota do Spordem, após surrupiar uma Taça de Portugal ao FC Porto em 1978?

Que moralidade é essa?

Onde estão os jogos que Calheiros prejudicou o Sporting?

Falaré fácil, explicar e demonstrar não está para qualquer um!

Eu não apregoo moralidade alguma, rejeito é a do leaoconselheiro.

Não queres discutir, ok, mas não atires merda para a ventoinha porque vai espalhar-se na vossa cara.

Olha, o Sporting nunca ganhou de forma irregular, não tem mais penáltis a favor e menos penáltis contra, é tudo mentira.

Não gostas da carapuça, mas serve-te lindamente.

Também devem ter ficado indignados com a arbitragem do Bruno Caixão na Taça.

Esta gente não se enxerga. Tal e qualmente a outra (Odorico Paraguaçu).

Metralha disse...

Zé Luis, por isso é que para os sportinguistas vocês não contam para o totobola.

Por isso é que a nossa rivalidade é e sempre será com o benfas.

Por isso e por mais evidente sejam as provas da vossa batota vêm para aqui mandar pedras com a vossa casa toda estilhaçada.

Zé Luís disse...

"para os sportinguistas vocês não contam para o totobola".

Metralha, consulta os livros. Em 1995-96, o FC Porto ultrapassou o Sporting na tabela de todos os campeonatos, nos pontos somados nos jogos todos. O FC Porto tem mais títulos, tem até mais adeptos do que o Sporting.

Essa é a realidade. O FC Porto só tem um objectivo: superar o Benfica. Já faltou mais.

Vocês é que não contam para o totobola - a não ser para a lista dos mais beneficiados em penáltis.

E se gostas de falar de escândalos, um dia trago-te aqui o nome do árbitro do Atlético-Sporting ameaçado no balneário ao intervalo de pistola pelo sr. Goes Mota, da Mocidade Portuguesa ou Legião ou lá o que era.

Espero que até lá encontres uma arbitragem de Carlos Calheiros que tenha prejudicado o Sporting da forma que se tem visto neste século pelos maiores ladrões da arbitragem portuguesa.