segunda-feira, outubro 06, 2008

Bruno contra o mundo

Bruno Alves continua a travar uma batalha desigual contra o mundo, contra as leis das probabilidades, contra o preconceito de quem vê nele um assassino em potência e, por estranho que pareça, está a ganhar. Eu estou pasmado. A visão tenebrosa do companheiro de Ricardo Costa na selecção treinada por José Romão dissipou-se, lentamente, e foi substituída pela de um grande jogador de futebol. A propósito, Ricardo Costa foi expulso neste fim-de-semana.

ps - Dêem uma voltinha nesta máquina.

master kodro

17 comentários:

Pedro Reis disse...

Foi das evouluções melhores que vi num jogador em Portugal nos últimos anos. E eu que "quis correr com ele do FCP" depois da célebre exibição com o Benfica no Dragão! Quem diria depois destes anos, que o cabeçeado Nuno Gomes tinha virado o agressor do momento e que em 3 jogos quase seguidos acumulava entradas e agressões para vermelho em série? E o Bruno Alves tirando umas entradas mais duras se tinha transformado num tecnicista! Fantástico...

Bruno Ribeiro disse...

Tenho de dar a mão à palmatória: nunca achei que o Bruno Alves chegasse sequer a um nível que lhe permitisse ser indiscutível do FC Porto e claramente uma das opções sérias a titular da selecção. Lá está, quem o via nas selecções jovens não adivinhava a evolução, mesmo quando na altura do Farense já era pretendido pelo Inter.

E uma grande diferença vai do tipo que marcava livres à bomba direccionados à parte superior da bancada e aquilo que se viu ontem e se tem visto nos últimos jogos. Não só marca os livres com jeito, como adiciona força qb.

david disse...

Eu cá sempre achei que o Bruno Alves é uma espécie de central que cái bem em algumas equipas. Bem treinado pode ser um excelente central de marcação, duro q.b., com técnica q.b. e com muita raça. Mas isso não invalida uma verdade: ele tem sido protegido pelos árbitros. Ainda ontem ele atira uma bola para o lado, lança-se para cima do Miguel Veloso com o cotovelo armado e o árbitro assinala falta do Miguel. Não digo que tenha sido agressão, mas a ser falta seria sempre para o Sporting.

O Bruno Alves em potencial tem tanto de Vidic como de Materazzi... E enquanto ele não for admoestado com os cartões devidos (os dois cartões amarelos que viu o ano passado como resposta a uma mão cheia de entradas violentíssimas mereciam um estudo profundo) vai continuar a ter paragens cerebrais e atitudes à Materazzi.

Pedro Reis disse...

david,
a dor de cotovelo é uma doença com cura...
não me digas que o cotovelo do Bruno Alves atingiu o penteado do Papoila Veloso e o despenteou? no mínimo exige-se que lhe pague uma ida ao cabeleireiro para retocar as madeixas...
és ridículo no teu comentário. ser duro é uma coisa, ser violento (como o materrazzi) é outra bem diferente.

Nuno disse...

Master, este post ilustra o quanto segues as convenções vigentes. Não perceber que Bruno Alves é um defesa banal, com posicionamento muito deficiente, mas que ganha muitos dos duelos pela imponência física, diz bem o quanto percebes de futebol.

Bruno Alves é um defesa com muitas deficiências. O seu excesso de virilidade é apenas uma delas. As suas lacunas, no Porto, não são tão visíveis porque o Porto defende como equipa, à zona, e as fragilidades individuais dos seus elementos fica menos visível. Bruno Alves é um jogador fraco a nível posicional, que interpreta mal os lances, etc. Tem, contudo, a vantagem do corpo e da agressividade e isso esconde o resto. Mas é engraçado que se valorize tanto um jogador que ainda há quatro dias foi humilhado por Van Persies e companhia. Em Londres, foi bem visível aquilo que o Bruno Alves vale.

Quanto aos livres, reconheço que os tem batido bem. Mas a execução de um livre é uma coisa que, com muito treino, qualquer gajo pode conseguir. Não é assim tão difícil tornar-se um bom executante de bolas paradas. Lembro-me de cepos como o Beto ou o Pauleta baterem bem os livres...

Pedro Reis diz: "E o Bruno Alves tirando umas entradas mais duras se tinha transformado num tecnicista! Fantástico..."

???? Que afirmação mongolóide foi esta? Tecnicista porque bate os livres em jeito? É formidável como o teu cérebro funciona...

bruno ribeiro diz: "quem o via nas selecções jovens não adivinhava a evolução, mesmo quando na altura do Farense já era pretendido pelo Inter."

Oi? Eu cá acho que o Bruno Alves, ao nascer, já era pretendido pelo Inter. Mas depois o Real Madrid entrou na corrida, houve confusão e a UEFA, para regular a situação, impôs que ele não fosse contratado por nenhum dos dois. Mais um bocado e vem alguém aqui dizer que o Maradona disse que o Bruno Alves era o seu sucessor, não?

Jorge disse...

Pois afinal foste tu e nao o Sporting quem levou um banho de humildade, dado pelo Professor Nuno.
Continua a treinar que com treino vao la todos.

cparis disse...

ser duro é uma coisa, ser violento (como o materrazzi) é outra bem diferente.

LOL... Dizer que o tipo que dá uma cabeçada no Nuno Gomes é diferente do Materrazi é de risos. Já para não falar no pontapé nas costas do tipo do Leixões no ano passado.

Bruno Alves é muito parecido com Materazzi o que, diga-se de passagem, não deixa de ser um elogio.

Filipe disse...

Nuno, também acho que se está a exagerar na avaliação ao Bruno Alves, mas um jogo não pode servir para avaliar o valor de um jogador. O jogo do Arsenal não serve para dizer que o Bruno Alves é "aquilo" tal como a exibição neste jogo não serve para dizer que o Bruno Alves é "isto."

A nível interno parece-me competente se bem que excessivamente violento. Compensa alguns defeitos a nível posicional com uma razoável mobilidade.

Lá fora parece-me que bloqueia.

david disse...

Pois. O coaris já respondeu por mim. O problema do Bruno Alves não é ser duro, disso qualquer bom central tem que ter q.b.. O problema é ser violento. Esse é o problema que os adeptos do Porto se recusam a ver. O homem o ano passado teve entradas completamente assassinas. Não lesionou seriamente ninguém por mero acaso. Que o diga aquele tipo do Leixões que levou uma patada nas costas que podia sem grande surpresa ter originado uma lesão na coluna. E ter acabado o campeonato com apenas dois cartões amarelos é obra!

Pedro Reis disse...

cparasita,
Cabeçada a quem?
Ao Nuno Gomes esse exemplo que em 3 jogos seguidos (FCP, PF e Nápoles) teve entradas violentas/agressões e que se safou sem punição?
eu se fosse do benfica tinha vergonha em falar de entradas violentas/agressões depois do que tem sido o vosso início de época.

Os cotovelos do "25 golos" já são mais conhecidos que o seu futebol jogado com os pés...

nuno,
um jogador que marca os livres como ela marca e que coloca os passes a 40 metros como ele, claro que não é de um tecnicista. é fácil e é por isso que os nossos estádios estão cheios de especialistas de livres. e tu neurónios tens?

a vossa dor é que jogadores que apelidam de fracos continuam a ser vendidos aos 20 e aos 30 milhões pelo FCP todos os anos, enquanto as vossas estrelas apodrecem por aí...

Zé Luís disse...

ah, ah, ah,

estes apreciadores de jogadores ainda bem que não são devoradores de homens, apesar de trogloditas. Apenas têm uma espécie de prison break dos hospitais psiquiátricos.

O Luisão é uma referência e o Polga farta-se de fazer desarmes limpos: foi uma pena mais um ao Lisandro que nem amarelo deu.

Enfim, começam a ver tudo azul e branco também e passam-se dos carretos.

O problema não é dos blogues, é mesmo deste tipo de adeptos trogloditas.

Pedro Reis disse...

mk,
já tinha achado o título do post excelente e a maioria dos comentários que aqui vejo só reforçam essa ideia!

galvao99 disse...

Bruno Alves È um jogador violento. São factos, e lembro-me, assim sem puxar muito pela cabeça, de 4 ou 5 lances que dão um lámiré sobre o assunto. Quem quiser uma visão geral é só rever os jogos do Porto de principio a fim. Quem nao quiser rever nada é so esperar porque ele voltará a ser quem é. A natureza nao se esconde por muito tempo.

Isso não impede que possa ser um bom central, do tipo jorge costa, porque, nao sei como mas consegue-o, não é expulso, nao prejudica a equipa, pelo contrário, intimida o adversário e agora ate ja marca livres. Mas nada que me faça esquecer a sua brutalidade nem a inacção dos árbitros perante ela.

Zé Luís disse...

galvão99, estarás a falar de um tipo Petit ou Nuno Gomes?...

pitons na boca disse...

Tão caladinhos que eles andaram até ontem. :)

Agora têm de deitar fora toda a logorreia acumulada durante tanto tempo. LOL

O Miguel Veloso até devia ter visto o cartão vermelho. Não tinha nada que morder o cotovelo dessa doce e inocente criatura chamada Bruno Alves. Os livres dele no S. Luis iam sempre ter à Igreja.

Fredy disse...

a unica coisa que o Nuno sabe fazer é dizer bem da formaçao do sporting..de resto tudo é mau, muito mau!! os colossos europeus apenas pertendem jogadores do sporting..tudo o resto sao coisas inventadas pelos jornais e emrpesarios..ja se sabe lol

enfim..

Nuno disse...

Fredy, três cabeçadas numa esquina resolvem isso...