domingo, julho 04, 2010

O Sporting é um lugar estranho

José Eduardo Bettencourt é o maior idiota que alguma vez presidiu ao Sporting Clube de Portugal.

Posto isto, queria dizer-vos que o meu argumento preferido, de todos os que se ouvem e lêem por aí, é o seguinte: o Moutinho é um traidor, má pessoa, lampião, sem perfil de capitão e andava mortinho por sair do Sporting. Logo, é muito bem vendido e só faz falta quem ama o clube de verdade.

Meus amigos, o Moutinho pode ser tudo isso e mais ainda, mas abram os olhos: não há balneários perfeitos. É impossível juntar 25 homens num plantel sem ter entre eles maçãs podres. Seja o Moutinho, o Stojkovic ou outro qualquer. Quem sabe o Maniche, por exemplo. E só há um remédio contra a semente da discórdia: vitórias, vitórias, vitórias. São o cimento da união no balneário. O único.

Esta, é, portanto, a primeira perplexidade que o negócio Moutinho gera: alguém achar que o mesmo pode ser válido por contribuir para limpar o Sporting. Dava vontade de rir se não fosse fruto de uma ingenuidade atroz. Dava vontade de rir se Costinha, em meio ano, não tivesse arranjado já asa broncas que arranjou, comportando-se como dono de um clube com 80 mil associados e 104 anos de vida.

Portanto, temos Moutinho, o homem que escapou à supostamente implacável disciplina de Paulo Bento, corrido a pontapé pelo supostamente disciplinador Costinha. No mesmo dia em que Paulo Sérgio aparece a dizer que Vukcevic - um caso complicado, segundo JEB, após o aborto grego - tem sido mais vítima do que culpado em Alvalade. Vukcevic, a víbora, afinal fica no plantel e é uma vítima. Dito pelo mesmo Paulo Sérgio que há 48 horas garantia que Moutinho era um dos seus capitães. Se isto não é o circo, não sei o que é circo.

Voltando a Moutinho: como é que um clube feito em cacos do ponto de vista emocional toma uma decisão com este potencial devastador? Com esta capacidade de dividir adeptos, de arrefecer a paixão, de potenciar a desilusão e frustração? O Sporting precisa urgentemente de estabilidade e comunhão. Esta venda, pelo contrário, é gasolina em cima de fogueira. Qual é o racional de uma decisão destas?

Um clube que vende um capitão formado em casa ao segundo maior rival é um clube ao qual já não sobra qualquer réstia de amor-próprio.

Há quem acredite que 11 milhões mais aquele infeliz que o Jesualdo queimou em Londres é um grande negócio. Duas perguntas: por quantos dinheiro acham que o FC Porto vai vender Raúl Meireles e quantas vezes viram jogar o Nuno André Coelho?

De hoje em diante devia ser proibido juntar formação e Sporting na mesma frase. Os dirigentes do Sporting, claramente, não acreditam na formação. Regresso a esta ideia por um motivo simples: todas, repito, todas as maiores vendas na história do Sporting são de jogadores da formação. Alguém naquela casa de loucos e idiotas devia perder um segundo que fosse a pensar no que isto significa. Podem pensar apenas no plano material, se quiserem. Mas pensem. Por uma vez.

Fixem este nome: Knattspyrnufélag Reykjavíkur. Cá em casa, o campeonato islandês é a nova liga sagres.

kovacevic

14 comentários:

JLC disse...

Merda de altura para eu concordar contigo.

Em meio ano o Costinha conseguiu vender um dos melhores jogadores do clube e arranjar problema com outro dos melhores (que curiosamente até se tinha recusado a receber ordenado do Sporting quando estava lesionado). Realmente o Barbosa não andava a mostrar trabalho feito...


E o senhor Paulo Sérgio deve pensar que somos burros e que acreditamos que ele descobriu que o Vuk afinal não é problemático no dia em que o montenegrino foi à Grécia para assinar e saiu de lá recambiado.


Há pouco mais de um ano, tinhamos Soares Franco, Barbosa e Paulo Bento. Todos tinham as suas limitações, mas o primeiro disse que não vendia nenhum dos putos e o ManUtd teve de cagar 27M para levar o Nani. O Barbosa segundo sei o unico problema que causou foi levar um murro na tromba do Stoj e o Paulo Bento pelo menos não gozou com a cara dos adeptos com mentiras esfarrapadas.

Vão gozar com a mãe deles. O dinheiro do Moutinho mal dá para pagar Pongolle e Joao Pereira. Se ele queria sair e mais ninguem dava dinheiro, embrulhavam-no e mandavam de presente ao Everton.


Hei-de pagar as minhas cotas até ao dia em que for direito a um cova debaixo da terra, mas cara**** me f*** se eu não estou com uma vontade tremenda de não renovar a gamebox e não por lá os pés este ano.

VERGONHA!! E é impressionante o contentamento que se ve na blogosfera leonina. O capitão do sporting é vendido ao Porto mais ou menos pelo dobro do dinheiro que valia o Postiga quando o fomos lá buscar e as focas batem palmas porque se vendeu o lampião. O Mourinho também era lampião e por isso travaram-lhe a entrada no sporting. Entretanto parece que ganhou umas coisas. É só iluminados.

JPDB disse...

Não podia concordar mais com o post.

O Costinha (pessoa que ou é muito naba ou está no Sporting para nos destruir) acha que o Sporting é o CostinhaFC, serve pa arranjar tachos a todos os amigos gordos e velhos. Consegue arranjar broncas com todos os elementos do plantel que são dedicados.

O Moutinho está há 11 anos no Sporting, mas qualquer Costinha ou Maniche é logo mais Sportinguista que ele segundo os iluminados Sportinguistas.

O JEB é um palerma desde o dia 0, e anda completamente à nora no Clube.

A cereja no topo do bolo foi a reabilitação do Vukcevic. Pelas declarações que estão no site do Sporting, quase que se pode concluir que o Moutinho é que impedia a permanência do Vukcevic no plantel.

Com estas manobras são "só" menos 3 sócios que tinha convencido a juntarem-se e 4 GB.

Petinga disse...

Isto e algo de muito grave e o pior de tudo nao e o valor (irrisorio) envolvido, a transferencia para um rival (que representa a podridao do futebol em Portugal) ou o simples facto de ser o Capitao (logo um simbolo - e os simbolos nao se vendem!!).
O pior e tomar-se uma decisao deste calibre e nao se fazer qualquer declaracao publica sobre o assunto. Como escreves kova, esta e uma medida muito fracturante e, a ser tomada, teria que ser extremamente bem explicada aos socios. Em vez disso assistimos ao branqueamento do Vukcevic assim no estilo "toma la da ca".

As politicas de "terra queimada" em geral atingem o seu objectivo. Queimam toda a terra. E os seus autores em geral nao demoram muito tempo a saltar do barco quando percebem que depois de queimada, a terra nao permite fazer crescer muita coisa.

Mas alguem acha que com este Costinha e o Paulo Sergio (o Paulo Sergio!!) o Sporting vai fazer uma grande temporada? Porque so isso e que pode atenuar a vergonha (VERGONHA) de perder o Capitao de equipa para o FCP.

Mr.Science disse...

Como benfiquista só digo isto: como é que vocês permitem que o vosso clube, do qual são donos, venda o melhor jogador a troco de uns miseráveis 10M????
DIGAM-ME COMO É POSSÍVEL.

muito sinceramente, não me acredito no futebol português sem os 3 grandes e o problema é k por este andar, o Sporting tende a mingar, definhando e tornando-se cada vez mais pequeno... sem no entanto haver substituto à altura.

Vendidos... é assim que classifico os vossos dirigentes.

Petinga disse...

Mr Science

Duas coisas.

1- Os Sportinguistas ja nao sao donos do seu clube. Tal como os Benfiquistas nao o sao do seu. Cortesia das SAD.

2- O Benfica tambem andou entre 1998 e 2005 completamente a deriva e nao deixou de ser grande. Nao te esquecas que o Sporting ainda e (de longe) o clube portugues com mais titulos em todas as modalidades e a perda de estatuto de "grande" demora cerca de duas geracoes a processar-se.

Agora, que este rumo nao e acertado parece-me evidente. Mas quando la estava o Vale e Azevedo e deixou sair o JVP para o Sporting, tambem me recordo de ler e ouvir muito Benfiquista contente por despachar o fulano... a historia repete-se (infelizmente).

Hattori Hanzo disse...

Como eu dizia há cerca de meio ano, e infelizmente para vocês, Paulo Bento já poderia estar lá a mais, mas não era o único/principal problema do Sporting. Bettencourt é um presidente quase ao nível do que foi Vale e Azevedo no Benfica (e Vieira não é muito melhor aliás). Que Moutinho estivesse descontente no Sporting e este precisasse de vender até se compreende, agora entrega-lo de bandeja a um rival no país de facto acho que só na cabeça de Bettencourt. A propósito será que o Sporting consegue tratar bem os seus capitães. Há quanto tempo não sai um capitão do Sporting a bem com o clube? Assim é difícil ter símbolos para as novas gerações...

Férenc Meszaros disse...

'Um clube que vende um capitão formado em casa ao segundo maior rival é um clube ao qual já não sobra qualquer réstia de amor-próprio.'

Lapidar. Este processo não é mais do que um sinónimo da fraqueza actual do clube.

O Moutinho, como outros dos activos do Sporting, foi muito mal gerido (não apenas por esta direcção) e era demasiado exigir a este bando de incompetentes e incapazes o discernimento e a arte para o recuperar.

O Moutinho era capitão, símbolo do clube e bandeira formação. Um miúdo que teve que dar a cara pelo balneário num dos piores anos de sempre do clube acaba rotulado de ingrato e queimado perante os adeptos. Assim se destrói um balneário e assim se destrói a mística de um clube.

E custa que estes mentecaptos que aplaudem a venda do capitão por 10 réis a um rival que andava a tentar um dos mais valiosos jogadores do clube, não entendam que estão a estender a passadeira para que um imbecil como o Bettencourt e um rapazola com tiques de autoritário possam continuar a sua estratégia de implosão do Sporting.

Só gostava de saber até que ponto tem importância para este assunto o facto do Moutinho ser representado pelo Pini Zahavi, um empresário que até há pouco tempo tinha bastante entrada em Alvalade...

MB disse...

Petinga

O Benfica quando vendeu o JVP nao acabou, mas ficou 2 anos seguidos fora das competiçoes europeias.

Petinga disse...

MB,

Claro. E achas que, depois de ter oferecido o seu melhor jogador ao Porto e de ter colocado 6 milhoes de euros na conta bancaria do Braga (que nao mudou de treinador e portanto segue na continuidade), o Sporting vai conseguir melhorar a sua classificacao de 2009/2010?

Meszaros,

Implosao e o termo certo. Porque algo me diz que isto e apenas o comeco.

Todos,

Como ja escrevi algures, ou muito me engano ou posso deixar ja aqui a previsao de que por volta de Novembro/Dezembro de 2010, JEB vai precisar de guarda-costas para sair de casa. O povo portugues e brando (senao Pinto da Costa ha muito que teria sido vitima de uma bala perdida) mas isto e demasiada estupidez e incompetencia para as pessoas ficarem quietas e caladas. Os Sportinguistas sao amorfos (porque outra razao teriam votado a 90% numa lista que nao tinha projecto nem ideias?), mas isto comeca a ser demais. E, como escrevi acima, acho que nao se vao ficar por aqui. Mark my words.

Helder Medeiros disse...

O Moutinho quer sair, pois muito bem, que se venda o Moutinho.
Existem centenas de equipas para onde se pode vender o Moutinho, ao Porto?
Porque?
Para dificultar a nossa tarefa na Liga?
Não seria mais inteligente vender para o estrangeiro e não ter o Moutinho a ajudar um rival do noso campeonato?

Rearviewmirror disse...

"Existem centenas de equipas para onde se pode vender o Moutinho, ao Porto?
Porque?
Para dificultar a nossa tarefa na Liga?"

Aí é que está! Parece que ninguem percebe o alcance desta venda.
JEB fez uma jogada de mestre ao ENFRAQUECER um rival directo na luta pelo 2º lugar, e ainda conseguiu encher os cofres, que muito provavelmente serão usados para ir buscar um jogador que jogue no meio campo e saiba REMATAR a bola com FORÇA, como é exemplo o Manuel Fernandes.

Sinceramente acham que um meio-campo com Pedro Mendes, Maniche e MAnuel Fernandes é inferior a um meio campo com Fernando, Micael e Moutinho?

RDS disse...

Não sou presença habitual deste blogue e desconheço o cube da preferência de Kovacevic, mas depreendo pelo post que não é o SCP.

JM vale 10M€? Nem dourado, com 1,80mtr...

Curiosa a defesa extraordinária do CQueiroz, mas agora pelos vistos no fcp a troca do RMeireles pelo JM é boa - lol, alguma vez é comparável o valor do JM com o do Meireles?

Alguém no seu perfeito juizo daria 10M€ pelo JM? QUem, o Everton? Foram tempos... foi pena...

Eu vi poucas vezes o NAC jogar mas pelo texto depreendo que há 2 anos que não vês jogos do SCP... :)

Como sportinguista, que ama o clube, e não os jogadores, vou gostar de evr JM no Porto, e a contraparte no SCP.

RDS

Quetzal Guzman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Quetzal Guzman disse...

Que o Moutinho fez uma péssima época, fez. Mas vende-se assim um capitão? Goste-se ou não do seu rendimento desportivo, é uma figura de extrema importância na estrutura futebolística de um Clube. Pelo menos no meu conceito de gestão desportiva, um capitão é muito mais que um jogador de futebol. Duvidando que o Everton (que, pelo que se vinha comentando nos bastidores, mantinha o interesse) recusasse pagar 10 milhões, este só não é o negócio mais estranho da História do futebol português porque, infelizmente, um tal de Vale escorraçou no seu tempo o capitão benfiquista da Luz.

Invertam a situação e imaginem o Meireles, um jogador que também esteve abaixo do seu potencial na última época, cuja desmotivação era por demais evidente, que já comunicara, há um ano, que pretendia sair, acham que o Pinto o venderia ao Sporting se este demonstrasse interesse?