quarta-feira, março 17, 2010

Still the Special One

Still the Special One. Still the king of Stamford Bridge. Still the tactical grand master. Jose Mourinho, Inter’s inspiration, orchestrated Chelsea’s first home defeat in the Champions League in 22 games, sending his old club crashing out of the competition that Carlo Ancelotti was so expensively brought in to win. So the mistake Roman Abramovich made in falling out with Mourinho in 2007 came back to haunt him (crónica do Chelsea 0 x 1 Inter em telegraph.co.uk)

kovacevic

10 comentários:

José Leal disse...

Enquanto o Mourinho não ganhar outra Liga dos Campeões, isso só quererá dizer que o Abramovich não cometeu um erro.

JNF disse...

O MAIOR!
















(a seguir a Jesus, claro!) :)

Fredy disse...

josé leal: o que tens contra o Mourinho? lol é que russo ou inglês não deves ser de certeza..

Miguel disse...

acho espantoso que só por ser português tem que se apoiar o homem!... Também sou português e adepto do clube onde ele ganhou os únicos títulos europeus que tem e, ainda assim, prefiro mil vezes um Guardiola a 10 Mourinhos. O que é que a nacionalidade tem a ver com isto?!...Aliás, tenho pena que quando finalmente Portugal tem um treinador de sucesso lá fora, ele seja visto como uma espécie de ave rara, ou uma excentricidade própria de um circo.

José Leal disse...

Fredy, é curioso como preferes comentar as minhas supostas intenções, do que comentar as minhas efectivas palavras.

O meu comentário até me parece bastante neutro, não desvaloriza nem hipervaloriza ninguém.

E daí, se calhar por isso é que te soa tão estranho.

Fredy disse...

Miguel, isso deve ser porque és SD, fã dos SD ou um daqueles que diz "amen" a tudo o que o Pinto da Costa diz. por isso (infelizmente) é normal achares isso.

Jose, acho estranho apenas! até porque com mourinho eles eram sempre campeões ingleses, e desde que ele veio embora nunca mais ganharam (praticamente) nada. logo tá mais que visto que o Abra cometeu um grande erro.

Leão de Alvalade disse...

Kovacevic:
Cada vez que o Mourinho ganha há um czar que se contorce e um duque que assobia para o lado...

Hugo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hugo disse...

Existem pessoas que não entendem a enorme projecção que figuras como Mourinho ou Ronaldo dão a Portugal pelo mundo fora.
Por isso irei sempre preferir um Mourinho a 10 Guardiolas.
Vale a pena ler isto

http://www.marca.com/blogs/planeta-axel/2010/03/17/mourinho-desear-ganar.html

PS: Experimentem ir ao Vietname e falar no Henrique Calisto

José Leal disse...

Fredy,

Ao contrário do que se quer fazer crer, o Mourinho foi mesmo despedido do Chelsea por causa dos resultados. Porque para além de em 3 épocas não ter chegado à final da Liga dos Campeões, já tinha perdido um campeonato e o modo como as coisas estavam a correr poderia indicar que não iam ganhar novamente.

Acontece até a curiosidade que o gajo que substituiu o Mourinho conseguiu levar o Chelsea à final.

Portanto, temos no ano em que o Mourinho é despedido o Chelsea não ganha o campeonato novamente e vai a uma final da champions. Acontece portanto uma evolução positiva relativamente à época anterior de Mourinho.

E na época seguinte vai o Scolari, é despedido, vai o Hiddink e a equipa chega às meias-finais luta até ao fim pela liga inglesa.

Esta época o Ancelotti está a fazer uma época que pode terminar como as melhores do Mourinho.

Não sei onde é que o russo pode estar arrependido de ter mandado o Mourinho. Quanto muito estará arrependido por alguma das escolhas que fez depois, nomeadamente o Scolari.