quinta-feira, março 12, 2009

PSG 0 x 0 Braga

1. O jogo Mais um passo na afirmação do Braga europeu. Todos os grandes clubes portugueses já tremeram esta época perante clubes e nomes grandes (e outros menos grandes). O Braga não. Já passou pelo Giusepe Meazza (perdendo injustamente por 1x0) e hoje, perante mais de 40 000 no Parque dos Príncipes, apenas passou por dificuldades no início da segunda parte. Não foi uma exibição do outro mundo, como muitas que o Braga já apresentou esta época, mas foi uma exibição competente, com oportunidades de golo flagrantes criadas (ai Renteria, Renteria...), contra nomes como Giuly, Rothen, Makelele ou Kezman. Muito bom resultado conseguido através de uma exibição consistente e segura. Uma excelente notícia foi o regresso de Rodriguez (dois centrais a jogar a central é um estranho luxo para o Braga dos últimos tempos, algo de que pouca gente se lembra, infelizmente). Eu acredito que o Braga pode passar.

2. O narrador da SIC Minuto 41, o senhor diz que a primeira parte não deve ter mais do que 2, 3 minutos de descontos. Reconsidera. Reage como se a ideia não tivesse sido dele. Não, face ao que se passou na primeira parte, não pode passar de um, dois minutos. Aos 45 minutos e 5 segundos o árbitro apita para o intervalo. Depois deixa passar em claro a assobiadela monstruosa com que Kezman foi brindado quando entrou em campo - e a sua resposta a pedir desculpa e a beijar o emblema do PSG. O narrador acrescentou a seguinte informação extremamente pertinente: "Kezman é o grande goleador deste PSG". De facto, os seis golos marcados por Kezman esta época são uma marca extraordinária. Principalmente se nos esquecermos que Giuly tem 7 golos, Sessegnon tem 8, Luyiundula tem 14 e Hoarau tem 20. Face a isto, aquilo de chamar Rothen a Hoarau a olhar para um plano enorme do jogador, em câmera lenta, é apenas um pormenor cromático insignificante.

Volta Gabi, estás perdoado.

ps - A jornada 16 da TLX já está disponível na barra lateral. E o jogo é no sábado de madrugada!...

master kodro

14 comentários:

Infante disse...

Não tenho muitas dúvidas que o Braga vai passar, especialmente por uma questão de ambição. Esta eliminatória é muito mais importante para o Braga do que para o PSG, precisamente pela questão da “afirmação europeia”. É algo que o Braga procura (e bem) e que o PSG já tem de sobra (acho que ninguém contesta que é um clube com muito mais prestigio internacional que o Braga).

Este jogo para o PSG é apenas o jogo antes de receber o Marselha, partida importante, para de uma vez por todas roubar o titulo ao Lyon. O facto de deixarem Giuly, Hoarau e Landreau no banco mostra bem isso.

O Braga vai passar, vai comer a relva com molho no próximo jogo, o PSG vai encolher os ombros, dizer “c'est la vie” e preocupar-se com a Liga. Para clubes que têm grandes objectivos nos seus campeonatos, a Uefa é um empecilho. É pena, mas muitos vêem-na assim.

Mr. Blue disse...

Duas notas:

1- Não tendo visto o jogo na sua plenitude, considero (sempre) que o 0-0 é um bom resultado para quem joga em casa na 1ª mão. Pode ser que o resultado seja bom, assim espero, mas é muito perigoso.

2- Este ponto dois é aquilo que referi no meu comentário ao post "Notas de Imprensa" e que me faz visitar o 442 sempre à espera destas pérolas do MK.
Acutilante e certeiro, como sempre.
E sim, reparei nessa da confusão cromática, as outras foram em momentos em que não assisti/não estava atento.

PS- Para quando uma abordagem à recta final do 221?

N. disse...

E o número de vezes que o comentador disse nos últimos 15 minutos que ia ser "uma grande noite europeia em Braga, para a próxima semana, a merecer casa cheia" ?

Ainda bem que só vi a metade final da 2a parte porque não aguentava 90 minutos assim.

E o Kezman foi assobiado pq? Está assim tão mal cotado pelos adeptos?

master kodro disse...

Amanhã à noite, Mr. Blue. Não tenho tido muito tempo. Até já estou a pensar em melhorar as coisas para o ano. Eu não te disse que me apanhavas na classificação?

Mr. Blue disse...

Ok.

Isso de apanhar é relativo. No fim fazemos as contas :)

Infante disse...

N, aqui há coisa de um mês, o Kezman atirou a camisola ao chão, depois de ser substituido num jogo. Como é natural, isto não caiu nada bem nos adeptos do PSG que, lembre-se, são dos mais fanáticos em França.

Isto aliado ao facto de ele estar a ser uma relativa desilusão no clube.

Sérgio_alj disse...

LOL
No 2x2x1 ninguem me bate!!

master kodro disse...

As aparências iludem, Sérgio... Passa por cá amanhã à noite. Temos um especial 221.

Jorge disse...

Nao estou a par do 2-2-1 do 4-4-2 mas por esta altura tem de meter a March madness.

Flip disse...

A incompetência do comentador da SIC é revoltante e um desgosto.

Foram tantas as calinadas e asneiradas...

De uma vez or todas:

O único jogador emprestado ao Sporting de Braga é o Rentería.

Mário Rui Ventura disse...

Flip,
não é comentador, é relatador. Se calhar reside aí o principal problema da transmissão da SIC de ontem: um 2-em-1 que deixou o homem aos papéis... e via televisão, tudo se torna mais difícil.

Ficou bem visível que não fez os trabalhos de casa e, de cada vez que uma ideia era bem explanada, fazia questão de a frisar 5 vezes em 5 minutos...

Já agora, MK, 12:45 é madrugada? Sábado é sábado, domingo é domingo :)

N. disse...

Obrigado Infante, não sabia desse facto.

Sim, o gajo também disse que o Luis Aguiar estava emprestado pelo Porto...

master kodro disse...

Tudo o que seja antes das 14, ao fim-de-semana, é madrugada. Na minha Bíblia, o Senhor também descansou ao sexto dia.

Catarina disse...

só estando lá para se conseguir sentir aquilo que gostaria de descrever. o estádio estava cheio e os vizinhos do lado não se calavam, dei por mim embebecida a olhar para eles e a não ligar ao que se passava no jogo. a cada canto ganho pelo PSG lá se levantava a voz por parte dos seus adeptos e do meu lado diziam "fds, não foi golo", tal a barulheira que faziam.

quanto ao jogo, estivemos calmos, sobretudo. numa altura de grande aperto ao perdemos a serenidade e o eduardo, última pedra da muralha, não se levou de vencido. agora é esperar por quinta e mostrar que a humildade às vezes vale vitórias.

queria só aqui referir a arrogância dos franceses que, na sua maioria, se recusam sequer a falar em inglês. na revista que me fizeram à entrada do estádio, de 6 senhoras, nenhuma sabia falar inglês e, pior do que isso, uma delas ainda tentou fazer uma gracinha quando lhe perguntei se falava inglês. respondeu-me em francês mas teve azar que eu percebi. não fiz nada, logicamente, mas não deixa de demonstrar o quão pequeninos eles são.