domingo, outubro 26, 2008

Um Leixões espantoso

Não é por ter ganho, porque às vezes ganham-se jogos contra grandes sem se saber como e sem se fazer nada por isso. Hoje o Leixões fez por ganhar, pôs-se a ganhar, continuou a pensar em marcar, sofreu uma pressão normal e deixou que o Porto chegasse ao empate, mas não se deixou abater pelas contrariedades, nem pelo ambiente (que foi de apoio até ao terceiro golos dos forasteiros), nem pela valia do campeão nacional. Jogou, marcou três, podia ter marcado mais e mereceu a vitória. E lidera, porra. Muito bem.

master kodro

9 comentários:

Filipe disse...

E tem um rico plantel, jogou sem o melhor marcador, e sem o patrão da defesa. Pensar que o Braga, que esteve nos três golos, é um jogador de 25 anos que veio da segunda B.

Já agora, alguém adivinha quem escreveu isto?

"a formação de Matosinhos logrou aumentar a vantagem, por Braga, sem que o houvesse resolutamente concebido, nem inequivocamente justificado."

Fredy disse...

Felipe..humm o cromo que escreve no site oficial do FCP paí, nao? lol

Parabéns ao Xoes, ta a fazer uma boa campanha e tou a aprecia-la! é bom ver a gente aqui da terra toda contente!

esta derrota nao me custou nem um bocadinho..ate me podia saber bem caso fosse o ultimo motivo para despedir o Jesualdo! mas infelizmente o PC e a gentinha das comissoes nao vai fazer isso..janeiro tá aí e elas fazem falta lol

Helder disse...

Só uma pequena nota (porque nem sequer estou interessado em comentar o jogo ou a arbitragem muito a fundo), para reiterar o meu profundo desprezo pela personagem que treina o Leixões, que só protesta arbitragens em certos estádios. Hoje até ganhou, mas não lhe convinha no sítio onde estava, vir denunciar o erro clamoroso que prejudicou a própria equipa. É deste tipo de sabujos que temos o nosso futebol pejado, infelizmente. Bem, pelo menos já vai substituindo o boné pela gravata.
P.S. o desprezo que tenho por este senhor, não me impede o justo reconhecimento de um belo trabalho à frente do Leixões, até agora.

Pedro disse...

A mais valia do "campeão" nacional tratou de anular um golo limpinho ao adversário mas nem assim conseguiram...

kovacevic disse...

Concordo com essa ideia, Hélder.

Só levantam a voz quando não se sentem ameaçados.

JLC disse...

És cansativo, Pedro.

É a mesma conversa a epoca toda.

Zé Luís disse...

Grande guarda-redes (Beto), grande trinco (Bruno China), grande nº10 pouco assumido (ou mal disfarçado, Braga) e grande treinador (Zé Mota).

Mai nada!

camarao disse...

E ver o José Mota quase a pedir desculpa também foi muito bem. Nem uma palavrinha da arbitragem, ele que se costuma mostrar tão ofendido contra outros grandes.

Filipe disse...

Deixem o homem em paz, ganhou no Dragão. Estou a borrifar-me se protestou ou não. Quem nem sequer se pôde desculpar com o árbitro foi o Juju.

Ah ganda Mota!