sexta-feira, junho 22, 2012

Bravo, rapazes!

Aquela primeira meia hora foi um susto, principalmente porque parecia não haver maneira de acabar, apesar de os checos não terem ameaçado com remates enquadrados com a baliza (o jogo todo, acrescente-se). O susto acabou com mais um corte magnífico de Pepe, quando Gebre Selassie ganhou o flanco rumo à área. Outra vez Pepe a um nível altíssimo e a ser decisivo. Depois, principalmente na segunda parte, foi um show ofensivo de Ronaldo e companhia, com o bónus determinante de não permitir quase nada ao adversário. Figo saltou como todos nós com o golo da vitória, mas também porque percebeu hoje que pode - finalmente - descansar, porque o testemunho de ser brilhante na selecção quando a selecção precisa já chegou a boas mãos.

master kodro

2 comentários:

G. disse...

Bom jogo a partir dos 35/40 minutos de jogo. Postiga uma nulidade enquanto esteve em campo. Almeida parece ter um tijolo na cabeça e dois nos pés. Os nossos três pontas de lança juntos, não fazem um ponta de lança minimamente decente.

Carlos disse...

Bravissímo !
Moutinho, Nani, CR7

CR7 de quem podemos finalmente dizer que " ser brilhante na selecção quando a selecção precisa"