domingo, novembro 28, 2010

Sporting 1 x 1 Porto

Boa primeira parte do Sporting, com a equipa bastante coesa e pressionante, a conseguir defender sempre em superioridade numérica, secando Varela e Hulk nas alas. Na única vez que o Porto conseguiu furar, pelo meio, a organização defensiva leonina, Falcao desperdiçou isolado um golo que poderia ter dado outro rumo ao jogo. Mas os ses não valem pontos; a equipa sportinguista tomou conta da partida, e foi sem surpresa (Pedro Mendes havia acertado na barra, alguns minutos antes) que Valdés (em posição irregular) aproveitou a dupla falha dos centrais portistas para colocar o Sporting em vantagem.
Na segunda parte, o Porto entrou com outra atitude: mais intensidade, maior ritmo de jogo, conseguindo alguns espaços que Moutinho e Hulk aproveitaram para construir o golo do empate - à terceira, Falcao não falhou. O Sporting sentiu o golo, o Porto estava por cima, mas Maicon voltou a comprometer com uma falha que deixou a equipa portista reduzida a 10 elementos. Restou a Villas-Boas (ou melhor, aos seus adjuntos, uma vez que o treinador portista arranjou maneira de ser outra vez expulso) tentar menorizar estragos, segurando o empate, num campo difícil, onde era permitido ao Porto perder pontos.

littbarski

31 comentários:

Rantas disse...

Concordo com a análise ao jogo.

Uma nota suplementar, sobre as diferentes perspectivas de fair-play:
No fim da primeira parte, Liedson cortou uma jogada de contra-ataque do Sporting, que se poderia revelar perigosa, para que Moutinho pudesse ser assistido.

Na jogada do golo do FC Porto, na segunda parte, Maniche estava no chão. Num lance em tudo semelhante ao da primeira parte, Moutinho prosseguiu com a jogada, perante a incredulidade dos jogadores sportinguistas. E deu golo...

Rebello disse...

Deixa-me bastante confuso estas grandes oscilações de rendimento de FCP.
Não consigo perceber até que ponto a equipa está mesmo coesa.

Sei que nos momentos chaves nunca falhou, mas não deixa de ser preocupante alguns momentos tão fracos como na 1a parte.
Álvaro fez falta, o SCP apostou muito no lado do Rafa que demonstrou estar nervoso. Fernando esteve péssimo, muitos passes errados.
Salvou-se o resultado.

Sou da opinião que Vilas Boas está a fazer um excelente trabalho, 2 empates fora com o Vitória e o Sporting, vitórias em casa com Braga e Benfica. 10 vitórias em 12 jogos. No mínimo 8 pontos para o 2º lugar. É um excelente trabalho.

Mas esta sufridão exibicional em algumas partes dos jogos faz-me confusão.

Ricardo disse...

Só vi o resumo.

Alguém me explica a razão por que Jorge Sousa assinalou falta e expulsou Maicon? Não consigo descortinar qualquer infracção.

Quanto ao Villas-Boas, é curioso verificar que foi expulso nas duas vezes em que o Porto perdeu pontos no campeonato.

Sporting totalmente fora da luta pelo título (se não estava já...), Porto com um resultado que agrada (tendo em conta as circunstâncias do próprio jogo) e Benfica a poder reduzir pontos, depois de uma semana horrível.

Seria bom para o campeonato. Seria bom para o Benfica. Seria bom para mim.

rui disse...

Gostava que me explicassem o que é que o Maicon fez de errado?(se nem falta foi...)

O sr arbitro nao deixou o porto ganhar o jogo...mais: "roubalheira" pior que em guimaraes-slb e mm assim o porto não perde (pk com o mesmo numero de erros e mais ainda que uma expulsao é muito pior que panlti por marcar) e agr n vejo ng indignado...oh pa akilo ontem foi uma vergonha...mas mais pk quer se dar merito ao sporting num jogo em que com uam arbitragem correcta o porto venceria...



ruibonga

littbarski disse...

Estive a rever as imagens do jogo. De facto, o lance do Maicon é muito discutível: a falta e a interpretação do árbitro que considerou que a infracção cortou uma clara oportunidade de golo. No entanto, isso não invalida a falha infantil do central do Porto.

Bruno Pinto disse...

Jogo fraco, resultado justo. Mesmo assim, o árbitro prejudicou decisivamente o FC Porto: golo do Sporting precedido de fora-de-jogo, não expulsão de Maniche por agressão a Moutinho e expulsão errada de Maicon, pois o brasileiro não cometeu qualquer falta.

Exibição portista abaixo do habitual. Na primeira parte foi até sofrível demais. Não gostei da atitude passiva nesse período do jogo. Detestei o desempenho de Fernando, sempre displicente e errático. Penso, no entanto, que não fosse a errada expulsão de Maicon, era bem provável que o FC Porto ganhasse os 3 pontos.

Este Sporting continua a nem aquecer nem arrefecer. A luta com o Benfica pelo segundo lugar promete ser quente.

Quanto ao FC Porto, apesar destes prejuízos arbitrais de que ninguém faz muito alarido - como convém -, já é campeão. A diferença de capacidade e competência para os rivais directos é abismal.

PS: tanta merda por causa de uma galinha no Dragão e vão para Alvalade com uma macieira!!

LMGM disse...

O Liedson deve ter caido sozinho...

O Maniche devia ser expulso.

É favor ler a lei do fora de jogo. A primeira frase diz o seguinte, "Estar em posição de fora-de-jogo não constitui por si só uma infracção."

PS- A galinha do norte põe uns ovos esquisitos, branquinhos e redondos. E como é logo às dezenas, alguns não devem ter chegado ao relvado e ter atingido uns comentadores.

Hugo disse...

"O Liedson deve ter caido sozinho..."

O enganador voltou a mostrar os seus dotes

LMGM disse...

Hugo, olha que o Lisandro já não joga em Portugal

Ricardo disse...

"A diferença de capacidade e competência para os rivais directos é abismal."

Bruno, não concordo nada com isto. Diria que a diferença que existe entre Porto e Benfica passa pela vertente anímica e por uma ou outra má decisão de Jesus na escolha do 11 inicial. Quanto capacidade e competência entre as equipas, elas estão muito equiparadas. Mais: esta equipa do Porto, ao contrário do que se tem dito e elogiado por vezes de forma totalmente desproporcionada, tem várias fragilidades que ao longo do campeonato vão aparecer. Até agora, por os rivais não terem começado bem, e por terem ganho confiança logo nas primeiras jornadas, a equipa entrou numa dinâmica de vitória. Mas parece-me óbvio que está longe de ser uma equipa totalmente dominadora. Como, por exemplo, o Benfica o foi na época passada.

MM disse...

Correcta análise do Littbarski, o Porto podia perder pontos, o Sporting não podia. Foi um bom resultado para o Porto. E um mau resultado para a maior potência desportiva nacional. O Sporting dominou na 1ª parte, e o Porto iria - previa-se - fazer o mesmo na 2ª, não tivesse acontecido a expulsão do seu central.

Apesar de ser habitual no Porto acredito que devam existir portistas insatisfeitos com o comportamento do seu treinador. Comportamento, não competência no cargo, porque essa cedo se percebeu que a tem. Villas Boas devia libertar-se de algumas atitudes próprias de clube pequeno, e mais uma vez penalizou - à semelhança de outros elementos do Porto que o fazem há mais de 25 anos - a imagem que o Porto deixa aos adeptos de futebol. O Porto vive uma situação esquisita enquanto clube: na Europa não vemos este tipo de atitudes. É como se os portistas sentissem como natural - que o é - a sua capacidade de ganhar provas europeias e assegurar constantes qualificações para os estágios adiantados das competições que dispute. Ao nível interno, festejam um golo do empate com "Toma" e atitudes próprias de alguém que apesar de ganhar recorrentemente sente-se de alguma forma menor do que os outros.
É uma das consequências do espírito de guerrilha e de tudo aquilo que hoje se sabe do Porto e suas efectivas acções de pagamento e compra de favores de arbitragem.

E uma pena, para o Porto, porque a sua competência não o merecia. Culpa própria no entanto, e situação com a qual terão de conviver para sempre, infelizmente.
Para o Porto mas sobretudo para o futebol nacional que o Porto nunca se preocupou em preservar, uma vez que a sua medida não é porventura essa.

Sobre as arbitragens e esses portistas que aqui se queixam feitos chorões: tenham memória e lembrem-se de 2 ou 3 jogos no início deste campeonato. Lembrem-se inclusive da 1ª eliminatória da Taça de Portugal que disputaram. Lembrando-se, calem o bico porque de árbitros não podem seguramente falar.
Da mesma forma que não pode o Sporting, já agora e também. E é por isso que ninguém nos vê fazê-lo.

Aprendam a ser grandes, porque empatar em Alvalade não é tudo. Parabéns pelo resultado que conseguiram e saudações desportivas.

low desert puke disse...

Grande comentàrio, ruibonga.

Bruno Pinto disse...

Ricardo,

Não concordo nada com o que dizes. Este FC Porto é muito mais equipa até que o Benfica da época passada (que não foi tão dominador assim como muitos dizem e beneficiou de um FC Porto muito abaixo do habitual). Penso que isto resume o que penso.

td disse...

Caro MM, são estes festejos com "TOMA" a um golo do empate que fazem do FCP um clube com uma mistica especial que tu infelizmente jamais entenderás.Em relação ao teu comentario de mandar "calar o bico" digo-te em conclusão que o remédio está á venda na farmacia e nao necessita receita médica

MM disse...

TD,
O "TOMA" tem a ver com a ida a uma qualquer preparatória ou secundária onde vês pimpolhos reproduzi-los com muita facilidade.
Não tem nada a ver com misticismo ou místico.
Sobre o mais lamento desapontar-te mas será sempre com prazer que - existindo ocasião - dê por mim a gabar os frequentes feitos desportivos europeus do FC Porto. Não acontece muito mas simplesmente porque não há motivo, e como tal não preciso de remédio para ver ou digerir o FC Porto.
Por último lamento desapontar-te novamente mas também não preciso de remédio para o portismo. Não lhe tenho qualquer inveja, não lhe reconheço especial mérito nem é algo que desejasse ver no meu Sporting. Por isso cala o bico e aprende a ser grande, porque o teu clube é dono de umas quantas proezas que mereciam melhor aplauso, da vossa parte.

E sim, jamais entenderei.
É um facto.
E é por isso que somos muito melhores que vós, porque nunca entendemos nada ...

miguel_canada disse...

Para mim, o mau jogo do Porto deveu-se a uma atitude ultra-defensiva do Sporting. É a minha opinião.

Dois erros graves a prejudicar o FCPorto e dois pontos a voar para equilibrar o campeonato.

No entanto, o resultado serve perfeitamente já que ganhamos vantagem aos dois principais rivais.

low desert puke disse...

Dois erros graves sò se foram do Maicon.

O Benfica acabou de encurtar em 2 pontos a diferença pontual. Queres explicar-me como é que voces ganharam vantagem?

Ricardo disse...

Mais uma vez, depois do post anterior, assistimos à perfeita imbecilidade do Miguel.

Haja vergonha na cara.

cincoAzero disse...

golo em fora de jogo não conta como erro grave para os adeptos gayvotas ?

miguel_canada disse...

"Valdés, no momento da assistência de Patrício, estava em posição irregular. O pontapé foi longo, e isso originou a distracção de José Ramalho, que não prestou atenção à movimentação do atacante. Na sequência, Valdés jogou a bola com o tronco e não com o braço, como foi pretendido por Helton."

"Maniche faz uma falta grosseira, ou seja, entrou de sola, por trás, na perna de João Moutinho. Lance passível de exibição de cartão vermelho."

"Os pressupostos para vermelho não estavam reunidos: distância e enquadramento com a baliza, domínio de bola. Havia outro portista na jogada."

Moral da historia: Golo precedido de fora de jogo, expulsão perdoada a Maniche e expulsão forcada de Maicon.

Ricardo, imbecil foi quem te pôs no mundo! Vê lá se ao menos és homem suficiente para respeitar as opiniões dos outros.

Já agora, se souberes, define imbecilidade na opinião que dei sobre o jogo.

miguel_canada disse...

Queres explicar-me como é que vocês encurtaram a distancia?

"Não é, até porque a história do jogo não é tão simples como o 1-3 pode deixar entender. O primeiro golo surgiu de grande penalidade (no mínimo duvidosa) em cima do intervalo..."

Maisfutebol

Ricardo disse...

Miguel,

Se fosses mais atento, terias lido o que falei sobre um lance específico lá em cima. Reavivo-te a memória:

"Alguém me explica a razão por que Jorge Sousa assinalou falta e expulsou Maicon? Não consigo descortinar qualquer infracção."

(ainda está para nascer o dia em que tu alguma vez dirás uma coisa destas de um lance em que o Benfica saia prejudicado, precisando o Porto de recuperar pontos).

Esclarecido?

Então agora digo-te mais isto: acho que o Porto foi claramente prejudicado no jogo de ontem. Além da expulsão errada do Maicon, o Maniche devia ter sido expulso e o golo do Valdés invalidado (embora neste compreenda que é um lance rápido e vindo do GR, logo de difícil análise).

A tua imbecilidade sabes de onde vem, só não queres vasculhar. Mas eu passo-as para aqui (sendo que uma delas, veio ´neste teu último comentário):

"Dois erros graves a prejudicar o FCPorto e dois pontos a voar para equilibrar o campeonato.

No entanto, o resultado serve perfeitamente já que ganhamos vantagem aos dois principais rivais."

O quê? Há dois, nem sequer um!, rivais mais fortes que o Benfica, é?


Quanto a este último comentário, pergunto-te isto: viste o jogo?

Se viste e achas que o Benfica foi beneficiado, és um imbecil. Se não viste e falas no ar, és um... imbecil. Podes escolher e tudo.

low desert puke disse...

O Miguel tem memòria curta sobre lances na àrea que envolvam empurroes ou agarroes ou outras coisas acabadas em oes.

O ano passado tivemos um golo anulado em braga porque o Cardozo apoiou a mao nas costas de um adversàrio. Mesmo que ele ou o defesa em questao nao tenham interagido com a bola. Agora vimos o mesmo Cardozo ser quase despido enquanto espera pela bola cruzada e o Miguel jà tem "duvidas"...

Presumo que a mao na àrea do Beira-Mar te tenha dado algumas certezas.

As minhas duvidas, essas, baseiam-se em nao perceber como é que o Sapunaru ontem acabou o jogo sem ver um unico cartao amarelo. E teve oportunidades para coleccionar mais do que um. Mas sobre isto o Miguel também sò terà certezas.

miguel_canada disse...

No entanto, o resultado serve perfeitamente já que ganhamos vantagem aos dois principais rivais."

O quê? Há dois, nem sequer um!, rivais mais fortes que o Benfica, é?

Sem comentários!!!

Ganhamos vantagem quando GANHAMOS ao SLB em casa e agora ao EMPATARMOS com o SCP fora. Dois jogos contra os PRINCIPAIS RIVAIS em que os resultados foram positivos, vantajosos.

Puke, o Cardozo a "ser quase despido", so podes estar a gozar! Não concebo mais nada!

miguel_canada disse...

"Presumo que a mao na àrea do Beira-Mar te tenha dado algumas certezas."

Qual é a tua opinião sobre esse lance?

Mas não te esqueças do que disseste sobre o Naval-Porto.

low desert puke disse...

Tens aqui o strip do Cardozo:

http://i989.photobucket.com/albums/af12/lowdesert/card5-1.png

Lembra-te que estamos a falar de futebol, e que isto se passa numa zona chamada grande àrea. E se quiseres demonstrar ainda mais atençao, reve o video do lance e observa atentamente o Hugo.

Faz aì um copy/paste meu sobre o naval-porto que é para o resto da malta saber do que estamos a falar.

Mas sobre o Sapunaru, silencio...

pitons na boca disse...

LDP,

nessas imagens vê-se claramente a blusa do Cardozo a puxar o jogador aveirense para trás, pelo braço. Ou seja, a falta foi marcada ao contrário e ficou um amarelo por mostrar ao Cardozo porque os jogadores estão impedidos de tirar as camisolas (como se costuma ver nas celebrações de golos, por exemplo).

Jorge disse...

Neste jogo houve dois erros da arbitragem determinantes.
O fora de jogo nao assinalado no primeiro golo e um erro infantil do fiscal de linha que nao segue o lance com a devida atencao.
O lance da expulsao do Maicon envolve dois erros a meu ver. O primeiro erro, menos grave, e o assinalar a falta do Maicon quando me parece que o Liedson perde o equilibrio numa disputa regular da bola e depois mergulha em frente ao Maicon que apenas procura jogar a bola. O segundo erro e mais grave, mesmo tendo havido falta o Liedson nao estava em posicao de criar perigo imediato para a baliza do Porto. Este e um erro grave de compreensao das regras e a sua ma aplicacao afectou o jogo de uma forma determinante o que sugere falta de bom senso.
Independentemente de quem foi beneficiado ou prejudicado estes aspectos das arbitragens deveriam ser analisados, nao para falar de erros mas das razoes para esses erros que neste caso parecem indicar lacunas graves neste arbitro.

Rearviewmirror disse...

"Para mim, o mau jogo do Porto deveu-se a uma atitude ultra-defensiva do Sporting"

Para um clube que nos primeiros 45 minutos faz 2 remates que nem á baliza foram... vá lá vai!

miguel_canada disse...

Pois... ai esta! Como é que havia de chegar a baliza com a equipa do Sporting toda encolhida atrás do meio campo, com três trincos a frente da defesa?

Eu não critico a postura do Sporting, cada um defende o seu pontinho como pode mas é um facto que o Sporting procurou primeiro não perder e depois tentar...talvez...ganhar.

Hattori Hanzo disse...

Aí está. Ontem o Barcelona também jogou numa atitude ultra-defensiva. Tiveram foi sorte e deram 5 ao Real Madrid...