sexta-feira, novembro 05, 2010

Porto 1 x 1 Besiktas

Julgo que o clássico do próximo fim-de-semana foi o principal motivo para a pior exibição do Porto, esta época. Ainda assim, não gostei de ver o jogo tão entregue à sorte, sobretudo naquele período de desnorte que sucedeu a expulsão (infantil) de Rodríguez e que podia muito bem ter custado a primeira derrota da temporada. O empate acaba por ser um resultado aceitável, uma vez que garante desde já o apuramento para a fase seguinte e mantém o Porto em posição privilegiada para vencer o grupo. Mas espero que no domingo, sem poupanças nem desculpas, a exibição portista seja bem mais conseguida. Só assim será possível vencer um Benfica que, apesar de estar menos forte do que na época passada, continua a dar mostras de ser uma equipa bastante difícil de bater, quando se apanha em situação de vantagem.

littbarski

3 comentários:

Rebello disse...

Concordo, no Domingo quem quiser ganhar o jogo tem de estar ao seu melhor nível. Devido ao momento das equipas este clássico tem todas as condições para ser um Grande Jogo de Futebol.

Em relação ao Besiktas, achei que o Porto podia ter ganho o jogo com alguma facilidade. Bastava ter forçado um pouco mais. Apesar de alguns bons nomes, os turcos não são um colectivo muito forte. A meu ver são uma equipa mediana da Liga Europa.

Não gosto de falar de arbitragem, mas este jogo é apenas mais uma entre muitas provas que os árbitros erram em qualquer lado, de qualquer maneira.
O lance do Rúben Micael não me parece golo. O Rodríguez é bem expulso. O penalty marcado sobre o Falcão também me parece bem marcado. O único lance, para mim, bastante grave é um penalty óbvio sobre o Falcão na 2a parte que ficou por marcar.
O que me faz dizer que é um má arbitragem são pequenos erros ao longo de todo o jogo que demonstram a fraca qualidade desta equipa de arbitragem. Não prejudicou ninguém, mas foram muitos erros. Na minha opinião é claro.

Nas competições Europeias são incompetentes. Em Portugal são todos muito bons mas estão todos comprados e prejudicam sempre o nosso Clube.

É a mentalidade do nosso futebol.

miguel_canada disse...

Por mais que os jogadores e técnicos tentem passar a mensagem de que o jogo mais importante é o próximo, já toda a gente a gente sabe que isso é apenas lenga-lenga pró-forma em que ninguém acredita... nem eles próprios.

Creio que foi evidente que o FCPorto fez noventa minutos a pensar no jogo com o benfas e, que até acho um perfeito disparate visto que alguns dos titulares frente ao Besiktas sabem perfeitamente que não são primeiras escolhas e deviam aproveitar jogos como este para baralhar as contas ao treinador e o Rodriguez seria o principal interessado em tal.

Mas esta é a natureza humana e não há volta a dar.

Contra o benfas será exactamente o oposto, isto é, não creio que o AVB tenha de gastar 10 segundos que sejam com discursos de motivação. Será um jogo completamente diferente e abordado de uma perspectiva diametralmente oposta aquela com que se abordou o Besiktas.

Qualquer jogador do FCPorto sabe que ganhando no domingo, se ligou a ultima engrenagem do piloto automático que os levará ao titulo nacional por via do enorme fluxo de confiança e moral que tal vitoria nos trará e o efeito inverso que criará no rival.

miguel_canada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.