domingo, outubro 04, 2009

A pressão da bancada é o que resta ao Sporting, 2

Depois de meses a ouvir a perguntinha espertalhona - mas com este plantel quem é que faria melhor do que Paulo Bento? - chegámos ao ponto em que a pergunta certa é: com este plantel, quem é que faria pior do que Paulo Bento?

Respondendo ao Filipe na caixa de comentários anterior: 52,3 por cento dos pontos disputados, que é o que soma actualmente o Sporting, não deram para mais do que o sexto lugar no final da época passada.

kovacevic

3 comentários:

ricardo disse...

Paulo Bento não é o problema mas faz parte do problema. Não entendo como se vai buscar um avançado que apenas faz 4 golos na liga inglesa, um médio em fim de carreira e outro médio que já se viu que não tem andamento para o futebol europeu. E paulo bento foi conivente com estas contratações. Com pouco dinheiro, devia-se e podia-se ter feito muito melhor. Se só podemos contratar três jogadores ao menos que fossem mais valias. PB tem-se safado em outros anos por causa da organização defensiva. Este ano, o futebol exibido continua a ser mau, mas sofremos mais golos. E sozinho liedson não já não resolve. Sinceramente não sei o que vai ser deste clube. Criou-se um clima entre os adeptos de desânimo, um desacreditar profundo no clube. Acho que é hora de mudar e mudar radicalmente. Os jogadores que jogaram contra o Hertha são os mesmos que jogaram com a Fiorentina. Não se percebe a diferença de futebol exibida. E todos têm culpa, mas o treinador e a estrutura directiva têm mais responsabilidades.

Hugo Viseu disse...

Já estava na hora de fazerem uma sondagem aqui na barra do lado direito para saber quem deveria substituir o Paulo Bento (vá, para ser simpático, no final da época...).
Já ando a dizer isto aos meus amigos sportinguistas há anos, o tipo não é, nem vai ser o vosso "Ferguson"...

kovacevic disse...

Ricardo,

No Sporting toda a gente faz parte do problema, mas parece que não.

A minha maior perplexidade ao longo do último ano foi ter assistido ao ilibar constante do treinador, um livrar de responsabilidades sistemático e feito, se necessário, à custa da relação da equipa com os adeptos e à custa do rendimento desportivo ou financeiro de jogadores que são comprovadamente úteis ao clube, no plantel ou no mercado.

A certo ponto, parece mais importante salvar o Paulo Bento do que salvar o Sporting.

- os dirigentes andam há 15 anos a prometer resolver a situação financeira do clube e da SAD

- o director desportivo não consegue vender ninguém, tem tomado decisões polémicas no que se refere a dispensas e os reforços raramente se impõem

- o treinador não extrai rendimento de quase nenhum jogador e a equipa está pior do que há 2 ou 3 anos

- os jogadores parecem galinhas sem cabeça

- os adeptos não acreditam

- os dois objectivos principais d época estão perdidos

se perante este quadro nada se faz, não sei o que será preciso