segunda-feira, abril 27, 2009

Fernando Santos

Pegou numa equipa que acabara o campeonato em nono lugar e levou-a ao melhor desempenho dos últimos 24 anos. Com Fernando Santos, o PAOK é vice-campeão grego, à frente, por exemplo, do Panathinaikos. Segue-se o play-off de acesso à Champions. Santos, entretanto, diz não lhe passar pela cabeça o regresso a Portugal.

kovacevic

8 comentários:

editor69 disse...

Deus o conserve por lá muitos e bons anos!

PB disse...

n presta...

Ricardo disse...

Um trabalho fantástico.

Mas, curiosamente (ou talvez não, tendo em conta o nível de conhecimento sobre futebol que pulula pelos cérebros dos adeptos portugas), o homem para Portugal não serve. Os benfiquistas chamam-lhe "frouxo", que "não sabe fazer substituições", os sportinguistas "frouxo" lhe chamam. Os do Porto, não querendo saber, lá lhe chamam o Engenheiro do Penta, meio a brincar meio a sério, e fica tudo assim.

E o homem lá fez esta época brutal no PAOK. Mas factos não são argumentos para alguns. Ele tem de provar mais qualquer coisa! E a delícia, a delícia mais saborosa, ainda é ler coisas como "lá ficou o Santos em segundo, é o eterno segundo". Claro que sim. PAOK em segundo é mau. E o irónico disto tudo é que a maior parte dos que dizem isto vão em... terceiro.

SamM disse...

Na minha opinião, se tivesse ficado no Benfica, já teria sido campeão num destes dois anos que se passaram... O Benfica com ele jogava à bola! Agora com Quique e os melhores preparadores do mundo, o que vemos??? E com o dinheiro que se gastou... Mas normalmente só se dá valor à pessoas quando saiem das Empresas ou Clubes...

Fredy disse...

voces querem comparar o campeonato grego ao nosso??

fora o olympiakos aquilo é só mancos tadinhos lol até o octavio machado ganahva lá lol

Pedro Reis disse...

O Fernando Santos, de quem eu não sou um particular apreciador, nomeadamente pelo que (não) fez no FCP, tem todo o mérito nesta sua passagem pela Grécia. É obviamente um feiro colocar o PAOK como vice-campeão.

Infante disse...

Sim, o Panathinaikos é tão manco que até ganhou o grupo do Inter na Champions.

Não, Fredy, não há grande diferença entre o campeonato português e o grego. Se o português for melhor é por muito pouco. Vai ver a quantidade de jogadores titulares de clubes pequenos e médios tugas que depois vão jogar para clubes gregos. Isto diz qualquer coisa...

kovacevic disse...

E já tinha sido segundo com o AEK, numa temporada em que o AEK estava com os pés na falência.

Falhou no Panathinaikos, numa rescisão atípica, mas é bom lembrar que o Olimpiakos domina o futebol grego há mais de uma década.