sexta-feira, março 20, 2009

UEFA Ranking #8

Escrever num blogue é uma experiência enriquecedora a vários níveis: obriga-nos a fundamentar as nossas ideias, a debatê-las com leitores atentos, a mantermo-nos permanentemente informados. Mas há ainda uma vantagem adicional: porque nos confronta com uma realidade complexa, mitiga as nossas convicções e ensina-nos a descer do pedestal em que tantas vezes nos julgamos encontrar. E, embora sejam dolorosos, que importantes são estes banhos de humildade...

Vem isto a propósito do Ranking da UEFA, sobre o qual tenho feito previsões que saíram totalmente furadas. Ataquei jornalistas, criticei quem criticou, afirmei sem dúvidas de que Portugal jamais desceria na classificação e que a Ucrânia estava longe de mais. Enganei-me. Redondamente, aliás. Portugal desceu para o 10º lugar, ainda bem atrás da Holanda e da Roménia e ultrapassado irremediavelmente nesta temporada pelos sensacionais ucranianos. Só posso pedir desculpa e prometer que serei mais moderado nas minhas análises.

Como se justifica este cenário negativo? Apontaria três razões principais. 1: O fracasso benfiquista e a incapacidade de as equipas médias portuguesas (com a excepção do Braga, obviamente) chegarem à fase de grupos da UEFA. 2: A época assombrosa da Ucrânia, com a melhor pontuação do ano - à frente da Inglaterra e da Espanha! 3: Um ranking com uma organização algo criticável, pois premeia equipas que falham na Champions, mas depois coleccionam pontos na UEFA à custa de encontros com adversários menores.

Este último ponto é especialmente importante porque o ranking, embora um modelo aritmético interessante, acaba por ser um espelho algo traiçoeiro da realidade desportiva. Vejamos: neste momento, a Roménia ocupa o 8º lugar, à frente de Portugal. E contudo, pergunta-se: o que fizeram de especial os romenos nos últimos anos? Vitórias na Champions? Nicles. Grandes provas na UEFA? Raras. O que sucedeu? Pontos e pontos acumulados em pré-eliminatórias e vitórias contra o 3º classificado da liga bósnia. Isto enquanto Porto, Benfica e Sporting defrontavam os tubarões na Champions. Não faz sentido. Aliás, pensemos mesmo no caso ucraniano: provas brilhantes na UEFA - é certo - mas tanto Dínamo como Shaktar foram claramente batidos na Liga dos Campeões... pelos portugueses agora ultrapassados.

E consequências? Portugal desce para o 10º lugar (impossível subir ou descer mais este ano). Na temporada 2010/2011 perde-se assim uma equipa para a UEFA, mantendo-se no resto o mesmo quadro actual: campeão na Champions, 2º lugar nas pré-eliminatórias dessa prova e mais três equipas na UEFA.

katanec

4 comentários:

rui disse...

Eu estive a dar uma olhadela no ranking e jano proximo ano portugal recupera lugares ja que a holanda perde um numero importante de pontos. Não?

RuiBonga

master kodro disse...

À partida, sim, mas depois contam os pontos do próximo ano também. E só terá reflexo na época 11/12. E no ano a seguir a Roménia perde os 16 que fez (com 4 equipas, agora, com mais, só faz 2...).

galvao99 disse...

Katanec,

só nao acontece aos que estao sempre certos mesmo quando se enganam. Nao queiras fazer parte desse lote.

Pina disse...

E saudades do BOAVISTA, não há?????