quarta-feira, janeiro 28, 2009

Prémios (no fim da 1.ª volta)

Prémio Óscar Cardozo

14 Liedson, Nené
11 Meyong, William
9 Lisandro
8 Wesley
7 Douglas
6 N. Gomes, Lucho, Hulk, L. Aguiar, M. Fidalgo, Marcelinho, Valdomiro

Prémio Ricardo Quaresma (maisfutebol.iol.pt)

6 Alonso
5 R. Meireles
4 Reyes, Hulk, D. Valente
3 Aimar, Lisandro, H. Morais, Djalma, Marcinho, Pinheiro, Pedrinha, Cristiano, Sougou

master kodro

8 comentários:

Ricardo disse...

Kodro,

o Prémio Óscar Cardozo é em todas as competições e o Prémio Ricardo Quaresma só na Liga Sagres, é isso?

É que, em termos gerais, o C. Martins tem 7 assistências. Se contabilizarmos só as assistências na Liga tem 2 mas, sendo assim, na listagem dos que têm 3 assistências no campeonato, deveria estar Nuno Gomes, que assistiu para golos de Sidnei (contra o Estrela), de Amorim (Académica) e Suazo (Marítimo).

ilustre.anonimo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
master kodro disse...

Só para esclarecer duas coisas: as assistências são da responsabilidade do maisfutebol; e o Nuno Gomes estava no banco quando o Suazo marcou no Marítimo x Benfica.

Filipe disse...

81' - SUBSTITUIÇÃO no BENFICA: Aimar sai para a entrada de NUNO GOMES.

85' - GOLO DO BENFICA, por SUAZO
Contra-ataque dos encarnados, com o avançado hondurenho a flectir da direita para o meio e a disparar de pé esquerdo para o fundo da baliza de Grassi.

master kodro disse...

Realmente fui enganado pelos vídeos do Jogo que dizem que o Luisão foi o autor do quarto golo no título... É óbvio que foi o Suazo, mas convido-te a rever a jogada desse segundo golo de Suazo para perceberes porque é que o maisfutebol, naturalmente, não a contabilizou como uma assistência para golo.

Ricardo disse...

MK,

o que dizes agora no último comentário, aceito; o que disseste antes, não. Se tens um prémio que geres por ser no teu próprio blogue, convinha que analisasses com mais detalhe os números e não apenas o que o maisfutebol te diz. Aceito que aquilo não seja uma assistência se outras não forem contadas como tal, como já vi, do mesmo género. O maisfutebol nesta matéria é, aliás, um poço de enganos.

Já vi, não me lembro se no maisfutebol, uma assistência contabilizada ao Martins que claramente pode não ser também: um livre em que ele toca a bola, um ligeiro toque, e o Ribeiro marca. Eu, pelo menos, não a contei como tal.

Mas, enfim, siga a banda. Não é nada de outro mundo.

master kodro disse...

Ricardo (é verdade, voltei a falar contigo),

Por um lado, não acho muito ou pouco importante que aceites ou não, porque não és participante na Liga Zandinga. Dos que o são, sim, interessa-me a opinião.

Por outro lado, o Prémio Ricardo Quaresma é uma brincadeira (e isto é um blog) que apenas serve para a Liga Zandinga e, como tal, tem regras que estão definidas desde o princípio do ano, como podes ler no excerto do regulamento que ali está publicado ao lado:

"6. ESCLARECIMENTOS

6.1. Para efeitos dos prémios e bónus relativos à marcação de golos (4.2. e 4.6.), são soberanas as decisões da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, excepto nos golos marcados na Taça de Portugal em que são soberanas as decisões publicadas no site maisfutebol.iol.pt.

6.2. Para efeitos dos prémios Ricardo Quaresma e Mamadu Bobó são soberanas as listagens do site maisfutebol.iol.pt."

Se eu defino, em regulamento, que as decisões do maisfutebol são soberanas, porque não há mais ninguém que o faça no país com um mínimo de dignidade, não me vou pôr a discutir cada assistência que eles contabilizam, como deves compreender, até porque já perco tempo suficiente com brincadeiras deste género.

Ricardo disse...

MK,

Quando eu digo que "não aceito" é, obviamente, na minha visão das coisas e, como dizes e bem, essa opinião não tem de fazer escola, muito menos quando eu nem sequer sou participante, de acordo.

Vendo a tua justificação, aceito-a. E, sim, acredito que passes muito tempo com todas estas brincadeiras. Estás no direito (óbvio) de assumir as contas de um site.

Quanto ao facto de voltares a falar directamente para mim, acho bem. A falar é que a gente se entende.