segunda-feira, julho 08, 2013

O fim do super-Braga

Com a saída de Mossoró e Hugo Viana, é quase garantido que o Braga vai deixar de causar comichões aos clientes habituais das contas do título e ficar menos perto de finais europeias. Ninguém é eterno e a saída destes dois magníficos jogadores, que outros esqueceram, ainda rendeu dinheiro... Só se Jesualdo for capaz de algum milagre, algo em que a sua carreira não foi propriamente fértil.

5 comentários:

Zé Luís disse...

Parece o anúncio de uma morte perfeitamente exagerada. Essa das finais europeias estarem perto é como o outro falar de hegemonia...

E Jesualdo pode fazer melhor do que nesta época acabada.

Vejo as coisas num prisma mais positivo.

Fábio André disse...

O mossoró? Jogador mais intermitente do plantel do Braga das últimas épocas? Jogador muito bom de pés mas que de cabecinha pouca tinha em campo muitas vezes..? É um jogador que na melhor época de sempre do Braga onde esteve meia época lesionado define o "super-braga" do passado?
Sem cabimento.

Que o Hugo Viana era de outro mundo e que outro igual não aparecerá tão cedo, sim verdade.. Mas soluções existem no plantel, há espaço para novos valores.

Vamos esperar para ver =)

Ricardo Moreira disse...

Atenção ao Rafa que fez uma grande temporada no Feirense... Jogador humilde com capacidade para dar nas vistas... é o jogador ideal para ser trabalhado pelo Jesualdo Ferreira...

JL Martins disse...

As considerações parecem-me exageradas, porque sabe-se que em Portugal nem sempre é a qualidade dos jogadores a marcar a diferença.

Fredy disse...

reniiiiiiiiie