segunda-feira, março 11, 2013

Pensava que não era possível, mas o stock de orgulho nestes putos continua a aumentar

Coisas estranhas Nos primeiros cinco minutos de jogo houve mais oportunidades de golo do que no Porto x Estoril.

Coisas ainda mais estranhas Num jogo de acontecimentos mil, veja-se o que acontece a Preto em 15 minutos de jogo: estreia-se na primeira liga, aos 19 anos, defende um penalty na primeira intervenção, sofre dois golos e vê a equipa marcar o golo da vitória nos descontos.

Coisas menos estranhas Makukula teve mais oportunidades de golo flagrante (4 remates na pequena área sem oposição) do que Wolfswinkel nos 3 últimos jogos do Sporting.

Coisas absolutamente fabulosas Tiago Rodrigues outra vez com uma assistência para golo de bola corrida; combinação entre Ricardo e Baldé, na área sadina,  para o golo da vitória nos descontos, com menos um em campo.

Coisas que não se explicam As idades dos 10 bravos que estavam em campo no momento do golo da vitória: 19, 21, 21, 19, 26, 24, 21, 21, 19 e 30 (de Leonel Olímpio que, contagiado pela maravilha que o rodeia, foi visto a driblar adversários por duas vezes). Sete sub-21. Abençoadas mães que os pariram.

8 comentários:

Miguel Salazar disse...

Abençoadas, sim senhor.
Dá gosto ver esta miudagem...

Miguel Salazar disse...

Ontem fui à Luz ver o nosso Vitória, mas em voleibol.
E mais do mesmo...
Com um orçamento 10 vezes inferior ao do Benfica, e com uma equipa recheada de miudagem da formação (um deles - Vítor Silva - foi mesmo o segundo melhor pontuador),
vencemos o primeiro set, estivemos a um "danoninho" de vencermos outro (o terceiro) e, quem sabe, de conseguir o inimaginável - vencê-los pela segunda vez este ano.
Pelo menos fizemo-los tremer, e bem. Só quem não assistiu ao jogo é que não viu tamanha tremideira.
Com o voleibol na final da Taça de Portugal, com o basquete na final a 8 da mesma Taça, e o futebol nas meias-finais ainda da Taça, quem diria que o nosso clube passa pelas dificuldades que todos conhecemos?
É por tudo isto que temos tanto orgulho em dizermos bem alto que somos do Vitória.
Ontem, no pavilhão da Luz, para além de alguns familiares de jogadores vitorianos e de um Director da modalidade, era mesmo só eu, mas a verdade é que eles não eram muitos mais...

Infante disse...

Mas o Rearviewmirror é que tinha razão. Para se ter sucesso em Portugal, é mais recomendável ter emprestados dos grandes do que apostar nos seus próprios jogadores. O Ricardo já tem Lazio e Lyon atrás dele. Enfim, podiam estar a valorizar os miúdos dos grandes e preferem valorizar os seus. Realmente, que burros estes gajos do Guimarães...

Agora a sério, eu dou o braço a torcer com todo o gosto. Quando a época começou, senti que havia uma certa "tesão de mijo" na imprensa sobre os miúdos do VSC, quando na verdade o clube ainda usava poucos jogadores da formação (ou não mais do que os outros). Mas ao longo da época foram colocando mais, sabendo integra-los a aproveitando o seu talento, com a Europa à porta. Estão de parabéns, nada a dizer.

galvao99 disse...

MK, para o tipo de futebol que o Sporting faz (se se pode chamar futebol àquilo), com 2 extremos e um número infindável de cruzamentos para a área, um Makukula e um Baldé não fariam mais sentido (se se pode encontrar alguma coisa com sentido no Sporting)?

Vi o resumo alargado dos vitórias, 5 minutos com poucas repetições. O resto são oportunidades de golo, algumas do Setúbal, tudo o resto do Guimarães.

Hugo disse...

Impressionante a carreira do Vitória esta época.
Por falar em coisas estranhas, também tivemos a expulsão do Douglas cuja falta é bastante discutível e a expulsão ridícula

miguel.ca disse...

O Guimarães por opção e o Sporting por falta de alternativa vão explicando ao FCPorto e aos carnides que o tempo das vacas gordas já se foi e é absolutamente necessário desenvolver projectos sérios, competentes e ultra profissionais na área da formação.
Embora seguindo um caminho relativamente parecido, já que aposta basicamente em jovens estrangeiros (por manifesta incapacidade de ir fazer prospecção ao Minho :)), o FCPorto parece consciente dessa realidade há algum tempo e apesar de não ter a juventude dum VSC ou de um Sporting, para lá de Helton e Lucho o FCPorto é uma equipa de catraios entre os 19 e os 24 anos.

Vimaranes disse...

Nem mais MK, nem mais! Este Vitória dá um orgulho aos vitorianos como há muito nenhum outro dava!

O Anti Lampião disse...

Impressionante são estas jantaradas
http://oantilampiao.blogspot.pt/2013/03/jantarada.html