sábado, agosto 08, 2009

Percepção e realidade

Quando temos uma relação afectiva com o objecto da nossa análise, esta tende naturalmente a perder imparcialidade. É por isso mesmo útil procurarmos leituras ou dados exteriores que nos permitam uma observação mais distanciada. Vem isto a propósito do sorteio europeu e da forma como a nossa interpretação raras vezes corresponde com a realidade dos factos.

Aqui há dias dizia-se no Sector que o Sporting nada tinha a recear, e que, caso a Fiorentina fosse o adversário, o "favoritismo seria repartido". Percebo que os sportinguistas queiram acreditar nisso, mas julgo que a situação é bem diferente: na Europa, o Sporting tem sido quase sempre medíocre, e mesmo sem estar ao nível dos colossos europeus, a Fiorentina é um adversário de peso. Não acreditam em mim? Pois talvez um elemento exterior à nossa leitura interna possa ser útil: hipóteses de qualificação, para a Bwin:

Sporting, paga 2.55 por 1 euro; Fiorentina, paga 1.45 por 1 euro. Qualquer coisa como 65% de hipóteses para os italianos e 35% para os leões.

"Favoritismo repartido"? Aos nossos olhos, talvez.

katanec

7 comentários:

Leão de Alvalade disse...

Continuo a pensar que o Sporting, para este ou qualquer encontro, não se deve preocupar excessivamente com o adversário, mas sim concentrar-se nos problemas que lhe pode criar.

Os jogadores do Sporting têm nesta eliminatória a oportunidade que todos os jogadores esperam: luzes da ribalta, grandes palcos, plateias vibrantes, adversários difíceis, com pergaminhos. Afinal que mais querem para querer ganhar?

JLC disse...

Essa da Bwin é de partir o coco a rir

katanec disse...

Caro Leão, de acordo: o SCP tem aqui uma excelente oportunidade para se afirmar a grande nível. O adversário é forte e a ocasião exigente. Mas julgo que é possível passar.

Caro jlc, e é de partir o coco a rir porque? Se achas que a previsão é idiota, aproveita para ganhar uns cobres...

miguel_canada disse...

Sem qualquer tipo de desrespeito pelo Sporting, penso que neste momento, qualquer adversário é dificílimo porque a qualidade de jogo do Sporting é péssima.
Quando Paulo Bento conseguir, se vier a conseguir, por o Sporting a jogar um futebol rápido, fluido e dinâmico, aí o Sporting tem mais do que argumentos para Fiorentinas e outros desse escalão.

Repórter H disse...

Por isso somos adeptos e não clientes ou consumidores!

Uma coisa tão simples que o Soares Franco, por exemplo nunca foi capaz de perceber.

Rantas disse...

Para além da má pré-época do Sporting, que não nos permite grandes euforias, adiciona-se o facto de o histórico de resultados do Sporting (enfim, das equipas portuguesas em geral) com as equipas italianas. Damos-nos mal com o tipo de futebol deles...

Os "prémios" da bwin, não sendo um método "científico" - porque não há ciência no futebol... - constituem afinal o indicador mais mensurável que se pode ter para aferir aquilo que creio que o katanec pretendia ilustrar. Também não entendi porque raio serão de partir o coco a rir

Rantas disse...

Queria eu dizer que o histórico de resultados do Sporting com as equipas italianas ser mau.