quinta-feira, julho 26, 2012

Labyad, verde esperança



master kodro

6 comentários:

G. disse...

Vi o golo em directo num café em Casablanca, um colega marroquino que me fazia companhia disse logo que foi uma grande sorte pois a bola sofre um desvio enorme na perna do defesa, mas em Portugal toda a gente quer fazer um grande golo de um lance perfeitamente fortuito. Há coisas que não compreendo...

Filipe disse...

O Labyad estava a contar com o desvio! Mesmo com o toque no adversário é um golo agradável de ver.

Espanha e Inglaterra entraram mal na prova. As equipas europeias têm um pouco de desvantagem, os jogadores que foram ao Euro não estão disponíveis para as vagas dos +23 anos.

Riga/V-1-Boy disse...

filipe

a gra bretanha tinha la um que esteve no europeu: o micah richards

e a espanha tinha 3: o alba, o javi martinez e o mata

Gabriel disse...

Golos destes sempre acontecem ainda me lembro depois de um Porto - Sporting que ficou 3-2 com 2golos do Doriva de livre directo e o 3º com um remate do mesmo Doriva que ressaltou no Jardel no qual o Jardel disse "... eu falei pro Doriva chutar pro meu pé."
Golos à parte o Labyad parece-me ser um excelente jogador.

luissm disse...

Faz lembrar o golo do Figo contra a Inglaterra. Ainda hoje há quem garanta que foi o melhor golo do Figo...

Filipe disse...

Riga, tinha a impressão que o Micah Richards não tinha ido ao euro, e que tinha sido o Phil Jones a ir no lugar dele.

Não vi o jogo da Espanha, e não tinha notado que o Alba (que fez todos os jogos da Espanha no euro) fazia parte da equipa. Por acaso até é sub-23, mas não deixa de ser impressionante um jogador que na última época fez 50 jogos pelo valencia e leva 11 pela equipa de Espanha.

Na Espanha, desses três só o Mata tem mais de 23 anos, e fez apenas uns minutos na final do euro. Martinez esteve no euro também como reserva (jogou apenas parte de um jogo). A Espanha tem de facto um dos titulares da equipa principal (Alba), mas podia ter mais 3.