sexta-feira, abril 02, 2010

Braga 3 x 2 Vitória

É difícil falar deste jogo sem falar de lances de arbitragem (com o intuito de discutir a bondade e o acerto das decisões), mas não é impossível. O Vitória não merecia perder esta partida. Durante a maior parte do jogo dominou as operações, com posse de bola e a empurrar o adversário para a rectaguarda, embora o Braga tenha conseguido um número aproximado (se não ligeiramente superior) de oportunidades flagrantes de golo. Domingos e Paulo Sérgio montaram as suas equipas sem ponta-de-lança, deixando antever uma opção primordial pelo contra-ataque, algo que se verificou apenas do lado dos bracarenses (pelo que para mim, e face a tudo o que se passou, é um pouco incompreensível que Roberto tenha entrado apenas aos 68 minutos). Tirando os quatro penalties que resultaram em golo, Rui Miguel - o tal que passou grande parte da época entre o banco e a bancada -, marcou um golaço. Mais um. Este Braga de Domingos, por força de lesões, castigos, vendas e forma de jogadores, está longe daquele que maravilhou até cerca de meio da época.

O resto, aquilo de que a maior parte dos leitores - especialmente os benfiquistas, pelos vistos - quer falar (como se viu no post anterior do katanec), é precisamente aquilo que me fez deixar de discutir os lances com o intuito referido no início deste post. É parcialidade e manipulação de informação. Para discutir a arbitragem deste jogo, sem discutir a validade das decisões de Soares Dias com as pessoas que fizeram os comentários no post anterior, é preciso lembrar, por exemplo, que é a segunda vez nesta época que é marcado um penalty contra o Vitória por mão que está à frente do tronco (ou seja, se a bola não tocasse na mão, tocaria no tronco). Da primeira vez ninguém se importou e valeu a expulsão ao jogador do Vitória. Adivinhem contra quem foi? É preciso lembrar, por exemplo, que neste jogo há um lance na área do Vitória em tudo semelhante a um dos penalties que os caros adeptos benfiquistas defendem que devia ter sido marcado contra o Liverpool. Também é preciso ver as repetições todas de todos os lances com cuidado antes de chamar anedota da semana a uma decisão. Há até um que lembra a bola fora no jogo com o Marítimo (antes de a bola passar pelos pés de dois madeirenses) e se esquece de um fora-de-jogo dos dele antes a bola passar também pelos pés de adversários. Se o objectivo está traçado à partida, de nada vale estar a escrever isto.

Não vos peço para deixarem de discutir os lances, como eu, até vos peço ajuda quando quiserem discutir leis, mas, pelo menos, sejam coerentes.

master kodro

38 comentários:

low desert puke disse...

Eu irei ser mais coerente* ainda do que aquilo que se espera e direi que o andor verde jà assegurou o quarto lugar.

Como anedota da semana nao estaria nada mal, pois nao?











*imaginar realidades paralelas e fazer crer que se estendem passadeiras com a cor que mais satisfaça cada um.

André, o campos disse...

E se não tivesse sido um adversário do Benfica na luta pelo título a disputar este jogo nestes moldes com o Guimarães? Como teria sido então o post do Sr. Kodro?
Vamos todos fechar os olhos com muita força e imaginar que seria exactamente igual...

Filipe disse...

O Vitória fez um excelente jogo, mesmo quando jogou reduzido a 10 elementos. Durante grandes momentos do jogo vulgarizou o Braga. O árbitro foi simplesmente mau e incompetente, não há necessidade de procurar mais do que isso. Aí o Braga teve mais sorte.

O árbitro por alguma razão decidiu que queria marcar penaltis, qualquer pequena coisa servia. E nem se pode falar de ter sido parcial, não fora o fiscal de linha e o erro verdadeiramente grosseiro teria sido contra o Braga. O árbitro não teve problemas em assinalar o penalti que deu o 2-2 já a meio dos descontos. Claro que a malta que acredita em teorias da conspiração vai dizer que ele já estava a contar com a escorregadela do Renteria a poucos segundos do fim dos descontos.

Confesso que me espanta um pouco esta obsessão dos benfiquistas com o Braga. O Benfica depende apenas de si para ser campeão, e pode mesmo dar-se ao luxo de escorregar daqui até ao fim do campeonato.

Mr. Shankly disse...

Sinceramente acho que tanto o primeiro penalty a favor do Braga como o que o Kodro refere a favor do Benfica são bem assinalados. A bola não ia bater no tronco em nenhum dos casos, desculpa lá. E ao contrário do que dizes não valeu uma expulsão: valeu um amarelo, que por acaso foi o segundo.

Filipe disse...

Mr Shankly, o jogador não move o braço para ir à bola nem aumenta sensivelmente a área do corpo com os braços. O homem não vai jogar com os braços atrás das costas. Irrita que uma coisa destas seja deixada completamente ao critério dos árbitros.

low desert puke disse...

Filipe, se o braga depende apenas de si para ser campeao entao o que dizer da equipa que vai em primeiro com seis pontos de avanço.

katanec disse...

"E se não tivesse sido um adversário do Benfica na luta pelo título a disputar este jogo nestes moldes com o Guimarães? Como teria sido então o post do Sr. Kodro?
Vamos todos fechar os olhos com muita força e imaginar que seria exactamente igual...".

Ah pois é!

katanec disse...

Eu percebo a dificuldade de escreveres este post, MK. Afinal, tens de tentar mostrar que estás zangado porque o Vitória perdeu, quando afinal estás simultaneamente triste porque o Porto se afastou do segundo lugar e feliz porque o Braga se mantém na luta pelo título. É um exercício complicado.

JNF disse...

Tens a puta de uma lata, como é que, se estiveres sóbrio, é claro, podes dizer que o Meireles tem a mão à frente do tronco? Num lance a bola é rematada a 8 metros, no outro é cruzada a quase 30. Haja coerência.

http://videos.sapo.pt/Po7L5qzdH13DospHlZnq

Não sei se te referes ao lance do Lucas Leiva, mas esse sim é penalty, o braço não está encostado ao corpo e o jogador faz um movimento com o braço (olha, por que não falaste dos dois Rodriguez na Luz, por que será?!).

Quanto ao Braga x Marítimo e Benfica x Porto, dois lances totalmente diferentes: o Marítimo não tem hipótese sequer de controlar a bola, te-la em posse, o Porto tem; no lance do Marítimo, a bola vai a dois jogadores, no do Porto passa por 4, sendo que 3 deles podiam-na ter controlado, se quisessem.

Mas é sempre agradável ver um meliante dizer que não fala de arbitragens e depois fazer um post destes. Aliás, o título é Braga 3 x 2 Vitória, há 14 linhas sobre o jogo e 19 sobre o Benfica. Que puta de lata. É incrível a tua fixação doentia pelo SLB. Vê lá não te descais a assinar um post um dia destes.

camarao disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
camarao disse...

Mas há algum penalty no jogo do SLB parecido com o quarto marcado (que deu o terceiro golo ao Braga)? Dou de barato o de Andrezinho, até o facto de marcar penalty depois de ter dado a lei da vantagem (eu sei que não há lei da vantagem num penalty, mas se Renteria tem acertado na baliza, Soares Dias não invalidava o golo), mas o penalty sobre Renteria é parecido com o quê? Qual foi a repetição que tu viste?

cosmicsnake disse...

Compreendo que o árbitro não tenha agido por mal, compreendo que tenha voltado atrás na decisão do penalty aos 7 minutos e esteve realmente bem, mas perdeu-se completamente.

O Vitória não merecia isto, apesar de alguns erros inadmissíveis como o lance que dá origem ao 2º golo do Braga. Jogamos bem e estivemos quase sempre por cima.

Voltando ao sr. do Jogo, o 1º e o 3º penalties são incríveis, especialmente o 3º, mas o que falar do Rodriguez que vê um amarelo na falta sobre o Nuno aos 82 min (mais coisa menos coisa) e vê um outro no penalty sobre o Roberto, conseguindo manter-se em campo até ao fim. Tarefa árdua para 4 dos jogadores expulsos do Vitória. E porque não falar da dualidade de critérios quando se trata duma simples falta ou mesmo de uma conversa com o árbitro. Certamente que os jogadores do Braga são mais religiosos.

Saudações.

atribodofutebol disse...

O MK, pelos vistos, não discute arbitragem, mas só a deste jogo. Se for a de outros, já pode recuperar a memória.

atribodofutebol disse...

Em vez de se queixar das más decisões da arbitragem, recorda outras que, na sua opinião, terão beneficiado o Benfica. É espantoso. Será que hoje não tinha o coração dividido?

atribodofutebol disse...

Já agora, MK, se o fora de jogo que referes é o do Ramires no golo do Cardozo, percebes pouco das leis do jogo. Se é mesmo esse lance, de arbitragens não podes, de facto, falar.

atribodofutebol disse...

Finalmente, era interessante, quando se fala de coerência, falar de lances comparáveis. A lei distingue entre braço (ou mão) na bola (falta) de bola na mão (limpo). E também tem em conta quando o remate é feito à queima roupa ou não. No caso de hoje, não só o jogador não tem hipótese de arrancar o cotovelo, como a bola foi lá embater. Ele não faz qualquer movimento para acertar na bola. Já o caso do Flávio, resulta de um canto a muitos metros de distância e o Flávio tem todas as oportunidades do mundo para não acertar com as mãos na bola. Bastava não se fazer à bola como se fez. Não consigo dizer peremptoriamente que é penalty, mas compará-lo com este parece-me não fazer grande sentido.

atribodofutebol disse...

MK, faço um "mea culpa". Se o lance do "offside" que referes é aquele da jogada anterior ao golo do Benfica-Porto da primeira volta, retiro o que disse sobre o lance do Ramires. É que ouvir tanta gente falar desse suposto fora de jogo (por exemplo, Rui Moreira e Rui Oliveira e Costa) e depois dizerem que o critério deles é sempre o mesmo - quando o jogador se faz à bola está em fora de jogo - irrita um bocado. Era suposto fazerem o trabalho de casa.

Filipe disse...

low desert puke e se aprendesses a ler?

master kodro disse...

Katanec, se queres discutir isto comigo, fá-lo em privado. A teoria do teu último comentário peca numa coisa: o terceiro lugar do Porto dá-me a Europa. Eu quero o Porto em terceiro.

Eu não tenho que mostrar nada. Mas quero mostrar-te que, se tivesses visto o jogo todo, terias visto, por exemplo, um lance que na tua opinião seria penalty a favor do Braga pelo que escreveste a propósito do Benfica x Liverpool.

master kodro disse...

Eu nem dei a minha opinião.

katanec disse...

Ah, afinal queres o Porto em terceiro! Então já percebo melhor a tua satisfação. Foi um jogo difícil de ver, pá, com tanta matemática em jogo.

Tem piada essa do em privado. No post anteriores (e respectivas caixas) mandas umas bocas porque eu decidiu escrever um post (o que me deveria envergonhar, suponho), e agora lembras-te desta. Tá boa, pá!

Pedro disse...

Inacreditável, depois de um roubo histórico destes o master kodro, supostamente um vitoriano, vem falar de lances de arbitragem do SLB. Inacreditável...ou talvez não.

J disse...

És uma vergonha ml! És um vendido ao fcp e a tudo que é anti lampião!!! Pões à frente o teu anti lampionismo do teu suposto ser vimaranense e vitoriano! És um vendido!! Foi o maior roubo de que tenho memória! Jamais houve outro jogo igual nos últimos 5 anos!

Cumprimentos
J

Catarina disse...

Pensei que vinha aqui ver o resumo dos supostos erros de arbitragem e, estranhamente, encontro uma análise que apenas refere os abutres que querem fazer disto mais do que aquilo que é. Abutres que tentam hoje desculpar os erros que aconteceram a favor deles ao longo deste campeonato. Parabéns, MK!

ps. Cosmic ter de levar contigo aqui também é obra. Vai dormir!

master kodro disse...

Katanec, digo em privado porque para falar disto temos que discutir lances. Está tudo no teu mail.

master kodro disse...

Catarina, se eu fizesse um post sobre os erros de arbitragem deste jogo nunca mais acabava... Eu acho que, no global, o Vitória foi prejudicado, mas nem foi muito.

low desert puke disse...

Filipe, pura ironia pah. Voces sabem do que é que eu estou a falar...

Catarina disse...

oh MK o que se está aqui a passar é muito simples: os outros estão a aporveitar-se para sacudir água do capote enquanto dão força ao vitória para reclamar, ainda que na maioria dos lances de que se queixa não tem razão, a meu ver. O problema não está no vitória e nos seus adeptos, está nos interesses de outros. E não me lembro de tanta celeuma no golo de há uns anos, que nem sequer entra e que vem de uma falta. Nessa altura os interesses dos "outros" era quase nenhuma, a não ser de um clube que viria a perder o terceiro lugar para vocês. Hoje outras vozes se levantam, mas só hoje, onde os interessados são mais do que um. O ano passado e este ano na luz, o jogo o ano passado com o porto, o nosso jogo com o Rio Ave... também foram jogos interessantes desse ponto de vista mas aí a queixa era outra. E todos sabemos que as crianças nunca se fazem ouvir no mundo de adultos, os pais acham sempre que eles querem é mimo e que estão sempre a mentir.

Rui Silva disse...

MK, desculpa lá mas não compreendo o teu raciocínio. Dizes que o Vitória foi prejudicado, mas não muito, num jogo que termina 3 a 2.

Deixas algumas críticas neste texto ao Paulo Sérgio por não assumir o jogo, metendo mais cedo um ponta-de-lança (Roberto, que não marca há 4 jogos) a jogar na casa do 2º classificado que "maravilhou até cerca de meia época". Aproveitas para dar a dica que o Rui Miguel andou tempo demais no banco durante o ano.

É perfeitamente natural depois deste texto, um vitoriano como eu não saber muito bem quem querias que ganhasse ontem.

Quando uma equipa que luta pela Europa, com um treinador contratado a meio da época, sem hipóteses de a planificar desde o início, que ficou sem Sereno, não tem Douglas e Fábio Felício para este jogo, vai a casa do 2º classificado, ainda a lutar pelo título, faz o jogo que faz e, depois de prejudicada (pouco nas tuas palavras, muito na minha opinião), ainda consegue ser a única das três a ser alvo das tuas críticas no texto, bem... não sei em que mundo vitoriano vives, mas não é no meu.

No meu, a equipa fez muita coisa que podias ter enaltecido, como vitoriano. A excelente entrada em jogo, a chegada justa à vantagem, o sabor amargo dum empate daquela forma. Ou a capacidade para reentrar na partida, e empatar o jogo, depois da expulsão e do sabor a injustiça na cabeça dos jogadores em relação aos penaltis.

Mas pronto, como eu disse, o meu mundo vitoriano deve ser outro. Um que não esteja tão cheio de fantasmas.

matrafisco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
matrafisco disse...

MK, não percebo o teu argumento do 3º lugar do FCPorto.
nenhuma das equipas que disputa a taça de Portugal (tirando obviamente o FCPorto) pode ir à taça UEFA, porque não fez a pré-inscrição.
o VitóriaSC só precisa de ocupar o lugar elegível com pontos e nada mais... (não depende de ninguém na frente, só que os de trás não façam mais pontos.)

consegues explicar-me?

cumprimentos,

Deixa Tar Que Eu Faço disse...

Caro MK desculpa lá mas os lances que comparas entre este penalty e o do jogo do benfica sao diferentes, no do jogo do benfica o jogador do vitoria esta com as maos a frente do tronco e a bola e rematada a 30 metros, no lance do braga o jogador esta com o braço encostado ao corpo e a bola e rematada a 3 metros.E entao comparar com o do lance do liverpool nem vale a pena comentar, se achas que os lances são iguais só demonstra as tuas verdadeiras intenções.
Mas venho para aqui eu defender o teu clube..lol...
De resto ate acho que tens uma certa razão quando dizes que o vitoria nem foi assim tao roubado como fazem crer, mas foi claramente prejudicado.
E acho que os comentarios do Katanec dizem tudo...
Cumprimentos

LT

rocky disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rocky disse...

ponto1.
ser coerente é colocar um post sobre o Braga-Guimaraes e não falar sobre o Sport Lisboa e Benfica nele.
como podes pedir ás pessoas para o serem, quando tu próprio nao o és(porque és TU! que fazes referencia ao maior clube nacional) ser coerente é falar apenas e só do jogo em questão e das equipas em questão,e não referenciar um clube que nao teve qualquer ligação directa ou indirecta no jogo.

ponto2.
o Braga marcou o penalti 2minutos e meio depois dos 4minutos de desconto dado pelo árbito. o que diz Domingos Paciência"Da minha perspectiva, o árbitro acaba por não ter influência"

master kodro disse...

Rocky, não chames incoerente ao katanec, porque num jogo entre o Braga e o Vitória o título do post foi "Benfica levado ao colo".

master kodro disse...

Deixa Tar, "mãos à frente do tronco". Dizes tudo com esta expressão. E é isto que podes (e todos) discutir comigo nestas situações: regras. Se a razão para se marcar um penalty por mão é a distância, mede as distâncias de todos os penalties marcados e por marcar desta última semana, entre jogos da Liga e jogos europeus.

master kodro disse...

matrafisco, nunca fiando. Se o Porto não ganha a Taça temo que alguém invente qualquer coisa de novo. Para rematar, quero que o Porto fique em terceiro também porque não merece ficar à frente de Benfica ou Braga esta época.

José disse...

Boas!

Ao ver este jogo lembrei-me de um tal de MK que, vitoriano ferrenho, ainda será um anti-benfiquista maior e interroguei-me que comentários teria ele a esta arbitragem escandalosa, no mínimo!!
Tem a dizer o que eu temia, tudo normal... Pois como o Benfica podia distanciar-se, o melhor é mesmo o VSC perder!! Inqualificável...