quarta-feira, maio 13, 2015

Barça na final

Mais um grande jogo, em Munique, entre duas equipas capazes de praticar um futebol completo: apoiado, vertical, coletivo, individual. Passa o conjunto que tem os melhores jogadores disponíveis (viu-se a diferença quando Suárez saiu, embora me pareça que o Barça levantou o pé) mas também, como disse Guardiola, o melhor contra-ataque - uma ironia do destino, se nos lembrarmos do que aconteceu, no confronto anterior, entre as duas equipas.

Sem comentários: