terça-feira, outubro 14, 2014

Quaresma

Pode já não ter pernas para 90 minutos. Não jogará sempre, jogará só às vezes. Mas, às vezes, 5 ou 10 minutos chegam para que o talento de Quaresma faça a diferença e desate um jogo que, de outra forma, continuaria atado.

14 comentários:

condor disse...

Mas atão não foi o Ronaldo que desatou o jogo?
É que no fim da partida ouvi pronunciar o nome do salvador da pátria aí umas mil e quinhentas vezes!
Quaresma? Quem?
Moutinho? Idem!

JON disse...

Continua-se a ver o futebol apenas nos momentos que passam nos highlights.

O Quaresma entrou e fez tudo mal. Inclusive duas ou três vezes em que recebeu no nosso meio-campo de costas e tentou virar-se em vez de jogar em quem está de frente para o jogo. Ridículo, como habitual.

Mas como fez um centro que deu golo, já é o maior.

Oxalá não jogue sábado, é só o que eu peço!

.:GM:. disse...

JON, mentir é tão feio.

JON disse...

Quer-me elucidar porque ou mandar bojarda é só para soar "bué cool" nos comentários?

.:GM:. disse...

"Quaresma entrou e fez tudo mal". Reveja o jogo. Simples.

JON disse...

Posso apostar, conheço o Quaresma há muitos anos, que ele em 10 situações com bola (sem bola nem falemos...), toma más decisões em 8, num dia bom.

Não acredito que ontem tenha sido diferente.

E hey, eu até sou portista. Se fosse do benfica havia de rezar a todas as alminhas para que o Lopetegui o metesse sempre a titular...

littbarski disse...

O Quaresma é isto, toma más decisões, perde bolas, falha passes, mas decide jogos. Há treinadores que preferem jogar pelo seguro e colocar na posição do Quaresma um jogador menos talentoso mas mais certinho, nem que seja um médio. Se Fernando Santos ontem tivesse sido esse treinador, era certinho que trazia 1 ponto da Dinamarca. Não foi, arriscou e trouxe os 3 pontos.

Eu acho que nesta fase descendente da carreira do Quaresma, em que ele já não consegue fazer tantas vezes a diferença, não compensa tê-lo sempre em campo. Mas é útil tê-lo por perto para desbloquear jogos como o de ontem.

miguel.ca disse...

Se o ridiculo matasse JON....
Primeiro afirmas que o Quaresma entra e só faz merda dando a entender que viste o jogo e anslisaste de tua justiça mas depois dizes que já conheces o Quaresma e que sabes o que a casa gasta mostrando claramente que nem viste o jogo e resolveste deitar a adivinhar o que terá feito o Quaresma!!! Numa palavra... Palhaçada!

JON disse...

Caro Miguel,

Primeiro, vamos sff moderar a linguagem, que não andei consigo na escola, nem bebi copos no café da esquina. Isto é um blog, somos anónimos e tal, mas podemos manter o mínimo de educação. Caso contrário, passe bem.

Quanto ao que escreveu: eu vi o jogo ontem e vi o Quaresma centenas de vezes, na TV e ao vivo.

E reafirmo o que disse: o Quaresma é horrível, nunca aprendeu a jogar futebol, joga como se estivesse na rua a brincar com amigos, e mesmo nesse caso, se fosse da minha equipa, ia ter de me ouvir constantemente a azucrinar-lhe a cabeça.

Agora, posso ter a minha opinião, ou vai-me infrutíferamente continuar a tentar demover?

PS: não é por ele bater no símbolo constantemente que me faz achar que ele é um jogador "à Porto". Aliás, ele envergar a braçadeira é uma ofensa para João Pinto, Costa, Baía, André, Lucho e outros que tais.

Mr. Shankly disse...

Eu estou de acordo com o JON, e também com o Littbarski. O Quaresma decide quase sempre mal, perde imensas bolas, mas de vez em quando desata jogos difíceis. O Quaresma joga para ele, e não para a equipa, e não tem noção das limitações que tem e do mal que faz ao colectivo.

O Carlos Martins teve uma fase assim, que eu chamo fase-pseudo-Zidane: de cada vez que recebia a bola achava que tinha que tirar da cartola um golo ou uma assistência. Na maior parte das vezes tirava uma bola para a bancada ou um passe para o central adversário. Claro que às vezes marcava um golo a 30 metros.

São dois talentos puros, desaproveitados por acharem que são maiores que a equipa, e por acharem que são melhores do que realmente são.

Fredy disse...

comparar o Quaresma ao Carlos Martins é bastante ridiculo.

Por muito que o Quaresma nunca tenha correspondido às expectativas, tem/teve mais talento no mindinho do pé esquerdo, que o CM na vida inteira.

Mr. Shankly disse...

Chegar a adulto sem compreender português é que é ridículo. 99% das pessoas percebe que falo desta característica psicológica em particular.

Se eu disser que cabelo do Gullit é parecido com o do Valderrama não estou a compará-los em tudo, pois não?

master kodro disse...

O Quaresma era o maior ganancioso com mais assistências para golos de outros do campeonato português, antes de sair. Uma maravilha. Com muito menos perdas de bola por jogo do que, por exemplo, um João Vieira Pinto na sua altura, fosse de verde ou vermelho. E garantidamente com muito menos perdas de bola e más decisões do que o Cristiano Ronaldo, em especial na selecção. É tudo uma questão de nos concentrarmos no que é importante num jogo de futebol, que é decidido num rasgo, num passe, num centro e num remate.

JON disse...

É tudo uma questão de entender o jogo ou não. E ele não entende.

Quer levá-lo para o seu clube? Dou 50 euros para o levarem e ainda o transporte de carro.