terça-feira, setembro 23, 2014

Eventual e alegadamente

Todo o título é o culminar de um longo e ponderado processo de exemplar auto-controlo, porque nunca nada nos fez pensar que houvesse algo remotamente parecido com isso em práticas tão claras e transparentes. Respirem fundo: "Jorge Mendes pode estar a violar regras da FIFA". Ui. Qualquer dia estão a escrever notícias em jornais desportivos sobre adeptos condenados em tribunal por ameaçarem árbitros.

5 comentários:

Mr. Shankly disse...

Não acho que o título ande muito longe da verdade. Na realidade, acho que o problema não é tanto do Jorge Mendes, mas mais das "regras da FIFA". Regras? A FIFA tem permitido, validado e incentivado o regabofe que tem feito do futebol aquilo que é: um veículo para que poucos saquem dinheiro a muitos. É verdade que já o era, mas quem ficava com ele eram os jogadores. Agora quem o tem são uns engravatados que se calhar nunca jogaram futebol e nem sequer gostam assim tanto do jogo. Mas a culpa não é deles, repito: é de quem os deixa fazer o que fazem. O resto é a natureza humana.

Baresi disse...

Ui... qualquer dia também teremos o MK a comentar um Vitória-FCP, ou vice-versa.

Um dia...

master kodro disse...

Shankly, não concordo com o "a culpa não é deles". A culpa é deles e dos outros, mas é deles.

Sobre a natureza humana, de facto, o comentário a seguir ao teu demonstra o que é: não comenta o assunto do post; não comenta o assunto que se relaciona com o do post por ter sido igualmente abafado; e invoca um jogo que aconteceu há uma semana e meia para (em sonhos) atacar o mensageiro. Ainda por cima é mentira. Abençoada ignorância.

Joao disse...

Uma coisa é certa, se por acaso Jorge Mendes decidir que não vai fazer qualquer troca (compra ou venda) de jogadores no próximo verão, teremos concerteza dois ou três clubes a pedir falência...

Mr. Shankly disse...

"Shankly, não concordo com o "a culpa não é deles". A culpa é deles e dos outros, mas é deles."

Tens razão.