quinta-feira, agosto 21, 2014

O problema de Rui Vitória com os juniores

"Importa referir as prestações de jogadores com dezanove e vinte anos, tivemos uma frente de ataque que mais parecia de uma equipa de juniores". Nem com uma excelente vitória, nem com a memória de ter ganho uma Taça de Portugal com recurso a meia equipa de "juniores", Rui Vitória se esquece das queixinhas. Alex (22 anos), Hernâni (23 anos) e Tomané (21 anos) não são juniores. Os temores do técnico serão salvaguardados com novos Malongas, Maazous e afins, mas bem que Rui Vitória pode tentar explicar como é que Hernâni, que tinha 22 anos quando marcou os dois golos da vitória em Barcelos, tinha menos de 60 minutos de experiência na liga portuguesa, nas duas últimas épocas. Entretanto, Josué, outrora internacional sub-21 (com Paulo Oliveira e João Amorim, numa selecção com alguns nomes que nos dizem qualquer coisa), continua com 270 minutos de experiência na primeira liga, depois de duas épocas completas. Amadurece na B.

3 comentários:

Rui Silva disse...

O Josué não tem sido o defesa sólido que precisa ser para chegar à titularidade da equipa A. Não se destacou na equipa B no ano passado nem nos jogos de preparação este ano. O João Afonso está muito mais perto de subir esse degrau.

Eu olho sempre para o discurso do Rui Vitória como uma maneira de tirar pressão aos jogadores. Podes achar que é uma forma de se desresponsabilizar, é um ponto de vista. Do que conheço dele, não o acho um grande homem de tática, mas excelente a formar e unir o grupo de trabalho, criar uma equipa e evitar amuos. O Alex e o Hernani passaram o ano passado na B e agora estão a ter as suas oportunidades. Se ele fosse assim tão cagão e não acreditasse nos putos, tinha metido o Caiado a titular em vez de um destes.

master kodro disse...

O que ele costuma fazer é tirá-los à primeira oportunidade (e mandá-los lá para dentro quando é para queimar) por qualquer matraquilho que venha seja de onde for. Vamos ver o que acontece à equipa quando perder o primeiro. E quando cá estiverem os Alvez os Montoyas ou os emprestados do Porto ou do Benfica.

master kodro disse...

Sobre o Josué, não tem que ser titular. Bastava não ser a 7.ª opção, ano após ano. Também ajudava não ser queimado como no ano passado, em que foi titular na Supertaça contra o Porto. E depois só voltou a ser titular na liga na 24.ª jornada.