domingo, julho 13, 2014

Terceiro lugar atribuído

Scolari alterou meia equipa mas, excluindo as cores do pesadelo, que deixaram de ser preto e vermelho e passaram a ser azul e laranja, tudo o resto se manteve igual: as debilidades defensivas, a incapacidade ofensiva, o descontrolo emocional. A boa notícia para o Brasil não é ter acabado o Mundial, é a oportunidade de recomeçar com bases, de abrir as portas e aprender com o que se passa à sua volta.

Depois da final, há quatro anos, a Holanda de Van Gaal consegue um honroso terceiro lugar, sem derrotas. Um desempenho dentro das expectativas. O desafio agora é a renovação, a sucessão de jogadores como Robben, Van Persie e Sneijder, que foram a base do sucesso holandês, nos últimos anos.

Sem comentários: