quarta-feira, julho 23, 2014

Josué, uma anomalia

Percorreu todas as etapas da formação portista e teve o mesmo destino que todos aqueles que ainda se dão a esse trabalho. Mas teve o azar de estar no sítio errado, na hora errada, e de ter de voltar à casa de partida. Josué era uma anomalia e as anomalias corrigem-se. Nem que seja preciso pedir ajuda emprestada.

4 comentários:

Mr. Shankly disse...

O Josué não tem nível para o Porto, e mais que uma anomalia é um anormal. Estranho a dispensa do Ghilas, será que quer dizer que Jackson não sai? Ou vem outro?

littbarski disse...

Shankly, se fosse só o Josué... O Josué é uma anomalia porque teve uma fugaz oportunidade, coisa que os outros não têm. Bem podem ir a finais de Mundiais sub-20 e a meias-finais de Europeus sub-19. Não chega. E não chega por causa do mercantilismo que se instalou no Porto. Surpreende-te a saída do Ghilas? A mim não. Cumpriu o seu papel: custou 4 milhões de euros. Dá para vender já a seguir por 20 ou 30? Não? Então, próximo, que tempo é dinheiro.

Mr. Shankly disse...

Littbarski, como de costume as tuas queixas sobre o rumo do FCP lembram-me as minhas sobre o SLB: Nélson Oliveira, Luís Martins, Bernardo Silva, João Cancelo não servem, mas servem o Djavan (espera, afinal já não serve), o Luís Filipe, o Fariña (ah, este também não), o Jara...

Esses 4 milhões têm muito que se lhe diga, tal como os 30 ou 40 da venda.

JON disse...

Pergunta ao Lucho, Helton, e restante rapaziada o que pensam do Josué e da sua conduta e talvez percebas porque foi dispensado.

But then again, o Quaresma ainda continua lá e infelizmente o Lucho não! So maybe you're right...