domingo, junho 22, 2014

Muito Gana, pouca Alemanha e São Messi

Klose saltou do banco para igualar os 15 golos do brasileiro Ronaldo e impedir que a Alemanha fosse surpreendida por um Gana que jogava o tudo ou nada e que promete dar muito trabalho a Portugal. O empate, conseguido com serviços mínimos, mantém (para já) os alemães na liderança, mas obriga-os a gerir o jogo com os Estados Unidos de outra forma.

Pouco se viu da Argentina, até agora. Por enquanto, o talento cirúrgico de Messi tem bastado. Mais lá para a frente, vai ser preciso mais. Quer dizer, eu espero que seja preciso mais. Espero um Brasil e uma Argentina mais fortes, que a Alemanha volte a carregar no acelerador, que não acabem as pilhas à França nem à Holanda e, já agora, se não for pedir muito, que Portugal jogue qualquer coisinha, antes de voltar para casa. Caso contrário, o Mundial será muito menos interessante.

Sem comentários: