terça-feira, abril 22, 2014

Moyes, finalmente em casa

Não deviam ser precisos 31 argumentos para que Moyes fosse despedido. Aleluia.

1 comentário:

Hugo disse...

E o Ferguson vai ter novamente uma palavra a dizer na escolha do treinador. Não aprenderam mesmo...